Correlação entre nível socioeconômico, necessidades, suporte social e recursos familiares de mães de crianças com deficiência física, síndrome de Down e autismo

Cariza de Cássia Spinazola, Tássia Lopes de Azevedo, Danielli Silva Gualda, Fabiana Cia

Resumo


O objetivo da pesquisa foi identificar a relação entre as necessidades familiares, o suporte social, os recursos do ambiente familiar e os dados sociodemográficos de famílias de crianças com deficiência. Participaram da pesquisa 60 mães de crianças com deficiência física, síndrome de Down ou autismo, entre zero e seis anos de idade. A coleta de dados ocorreu nas residências das mães, uma universidade pública, instituições especializadas e escolas municipais localizadas em municípios de médio porte do interior do estado de São Paulo. Os instrumentos utilizados para coleta de dados foram: questionários Critério Brasil, Questionário de Necessidades Familiares, Questionário de Suporte Social e o Inventário de Recursos do Ambiente Familiar. Quanto aos resultados, identificou-se correlação entre várias variáveis, por exemplo: (a) as necessidades totais apresentaram correlação negativa com horário certo para as crianças fazerem a lição; (b) as necessidades de apoio e de funcionamento da vida familiar revelaram correlação negativa com o número de pessoas suportivas e (c) a necessidade de apoio correlacionou negativamente com o nível socioeconômico e a escolaridade dos filhos. A quantidade de pessoas suportivas demostrou correlação positiva com a frequência com horários certos para criança almoçar e fazer lição, assim como com as reuniões aos finais de semana. Conclui-se que o estudo identificou correlações importantes, principalmente no que tange a grupos em vulnerabilidade, além do que apontou que características sociodemográficas são importantes na implementação e promoção de intervenções e programas de apoio a famílias de crianças com deficiência física, síndrome de Down e autismo.

Palavras-chave


Educação Especial; Família; Deficiência.

Texto completo:

PDF

Referências


ALMEIDA, T.; SAMPAIO, F.M. Stress e suporte social em familiares de pessoas com paralisia cerebral. Psicologia, Saúde & Doenças, v. 8, n.1, p. 145-151, 2007.

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE EMPRESAS DE PESQUISA. Questionário Critério Brasil, 2008.

BARBOSA, M.A.M.; PETTENGILL, M.A.M.; FARIAS, T.L.; LEMES, L.C. Cuidado da criança com deficiência: suporte social acessado pelas mães. Revista Gaúcha, v.3, n. 3, p. 406-412,2009.

BATISTA, S.M.; FRANÇA, R.M. Famílias de pessoas com deficiência: Desafios e superação. Revista de divulgação técnico-cientifica do ICPG, v.3, n.10, p. 117-121, 2007.

BRONFENBRENNER, U. Bioecologia do desenvolvimento humano: Tornando os seres humanos mais humanos. São Paulo: Artmed, 2011. 310 p.

CECCONELLO, A.M.; KOLLER, S.H.M. Inserção ecológica na comunidade: uma proposta metodológica para o estudo de famílias em situação de risco. Psicologia reflexão e crítica, Porto Alegre, v. 16, n. 3, p. 515-524, 2003.

CHACON, M. C. M. Aspectos relacionais, familiares e sociais da relação pai-filho com deficiência física. Revista Brasileira Educação Especial, v.17, n.3, p. 441-458, 2011.

CIA, F. Estimulação precoce e família: alguns apontamentos. In: MENDES, E.G.; ALMEIDA, M.A. (Orgs.). Dimensões pedagógicas nas práticas de inclusão escolar. 1ed. Marília: Editora da Associação Brasileira de Pesquisadores em Educação Especial, p.25-40, 2012.

COZBY, P.C. Métodos de pesquisa em ciências do comportamento. ed. 2. São Paulo: Editora Atlas, p. 454, 2006.

DESSEN, M.A.; SILVA, N.L.P. Famílias de crianças com síndrome de Down: sentimentos, modos de vida e estresse parental. Interação em Psicologia, v. 10, n. 2, p. 183-194, 2006.

FERRIOLLI, S.H.; MARTURANO, E.M.; PUNTEL, L.P. Contexto familiar e problemas de saúde mental infantil no Programa Saúde da Família. Revista Saúde Pública, v. 41, n. 2, p. 251-259, 2007.

FIAMENGHI, A.G.; MESSA, A. Pais, filhos e deficiência: Estudos das relações familiares. Psicologia: Ciência e Profissão. Universidade Presbiteriana Mackenzie, v. 27, n. 2, p. 236-245, 2007.

FRANCO, V.; APOLÔNIO, A, M. Desenvolvimento, resiliência e necessidades das famílias com crianças deficientes. Revista Ciência Psicológica, v. 8, n. 8, 2009.

FREITAS, H. R. M. Estrutura e dinâmica de famílias com um filho com necessidades. 141f. Dissertação de mestrado, Programa de Pós-Graduação em Teoria e Pesquisa do Comportamento, Universidade Federal do Pará, Belém, 2009.

GLAT, R.; PLETSCH, M.D. Orientação familiar como estratégia facilitadora do desenvolvimento e inclusão de pessoas com necessidades especiais. Cadernos de Educação Especial: Santa Maria, v. 2, n. 24, p. 33-40, 2004.

GUALDA, D.S.; BORGES, L., CIA, F. Famílias de crianças com necessidades educacionais especiais: Recursos e necessidades de apoio. Revista Educação Especial, v. 26, n. 46, p.307-330, 2013.

MARTINS, M.F.D.; COSTA, J.S.D. da; SAFORCADA, E.T.; CUNHA, M.D.C. Qualidade do ambiente e fatores associados: um estudo em crianças de Pelotas, Rio Grande do Sul, Brasil. Cadernos de Saúde Pública, v. 20, n.3, p. 710-718, 2004.

MARTURANO, E.M. Recursos do ambiente familiar e dificuldades de aprendizagem na escola. Psicologia: Teoria e Pesquisa, Brasília, v.15, n.2, p. 135-124, 1999.

MATSUKURA, T.S.; MATURANO, E.M., OISHI, J. O questionário de suporte social (SSQ): estudos da adaptação para o português. Revista Latino-Americana de Enfermagem, v.10, n.5, p.675-81, 2002.

PEREIRA, F. As representações dos professores de educação especial e as necessidades das famílias. 132 f. Tese de Doutorado em Educação - Secretariado Nacional para Reabilitação e Integração das Pessoas com Deficiência, Portugal, 1996.

PESTANA, M. H.; GAGEIRO, J. N. Análise de dados para as ciências sociais: A complementaridade do SPSS. Lisboa: Edições Sílabo, 2005.

SAMPIERI, R.H.; COLLADO, C.H.; LUCIO, P.B. Metodologia de pesquisa. ed. 3. São Paulo: McGraw-Hill, p. 583, 2006.

SANTOS, S.L. Comparação das características familiares de crianças com diferentes faixas etárias. 176f. Dissertação de Mestrado, Programa de Pós-Graduação em Educação Especial, Universidade Federal de São Carlos, São Carlos, 2014.

SERRANO, A. Redes sociais de apoio e sua relevância para a intervenção precoce. Portugal: Porto Editora, p.109, 2007.

SIGOLO, S.R.R.L.; RINALDO, S.C.O.; RANIRO, C. As famílias de crianças com deficiência: desvelando os desafios para o processo de escolarização. In: MENDES, E. G.; ALMEIDA, M. A. (Orgs.) Educação Especial Inclusiva: Legados Históricos e Perspectivas Futuras. Marília: Associação Brasileira de Pesquisadores em Educação Especial, 302 p, 2015.

SILVA, N.L.P.; DESSEN, M.A. Deficiência mental e família: implicações para o desenvolvimento da criança. Psicologia: Teoria e Pesquisa, v.17, n.2, p. 133-141, 2001.

SLACK, K.S.; BERGER, L.M.; DUMONT, K.; YANG, M.Y.; KIM, B.; EHRHARD-DIETZEL, S.; HOLL, J.L. Risk and protective factors for child neglect during early childhood: A cross-study comparison. Children and Youth Services Review, v. 33, p. 1354-1363, 2011.

SOUZA, A.P.; JOSÉ-FILHO, M. A importância da parceria entre família e escola no desenvolvimento educacional. Revista Iberoamericana de Educación, v. 44, n. 7. 2008.

SPINAZOLA, C.C. Bem-estar e qualidade da estimulação: comparando famílias de crianças público alvo da educação especial de zero a três anos e de quatro e seis anos. 80 f. Trabalho de conclusão de curso. Licenciatura em Educação Especial, Universidade Federal de São Carlos, 2014.




DOI: http://dx.doi.org/10.5902/1984686X29042

CONTATO:

E-mail: revistaeducacaoespecial.ufsm@gmail.com

Universidade Federal de Santa Maria (UFSM)
Centro de Educação - Lapedoc
Av. Roraima, 1000 - Cidade Universitária
97105-900 - Santa Maria - RS, Brasil.
Telefone: +55 55 3220 8795

Link: https://periodicos.ufsm.br/educacaoespecial

 

ISSN eletrônico: 1984-686X

DOIhttp://dx.doi.org/10.5902/1984686X

Qualis/Capes: Educação A2

 

 

Periodicidade – Publicação contínua


O recebimento de artigos caracteriza-se por fluxo contínuo sem que seja possível prever a data de sua publicação.

 

 Creative Commons License

This work is licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial 4.0 International (CC BY-NC 4.0)

Contador de visitas
click counter
Contador de visitas

Acessos a partir de 30/11/2016

____________________________________________________