Uso da audiodescrição no brincar de uma criança com síndrome de down na educação infantil

Autores

  • Tássia Lopes de Azevedo Universidade Federal de São Carlos - UFSCar Rodovia Washington Luís, km 235 - SP-310 São Carlos - São Paulo - Brasil CEP 13565-905
  • Gabriela Alias Rios Universidade Federal de São Carlos - UFSCar
  • Soellyn Elene Bataliotti Universidade Federal de São Carlos - UFSCar
  • Gerusa Ferreira Lourenço Universidade Federal de São Carlos - UFSCar

DOI:

https://doi.org/10.5902/1984686X23667

Palavras-chave:

Audiodescrição, Educação Infantil, Deficiência Intelectual.

Resumo

Este estudo trata do uso da audiodescrição (AD) como recurso para a inclusão escolar de uma criança com deficiência intelectual na educação infantil. A AD consiste em um recurso de tradução intersemiótica, do visual para o verbal. O objetivo desta pesquisa foi analisar o uso da AD no brincar da criança com síndrome de Down. Participou desta pesquisa uma criança com Síndrome de Down matriculada em uma escola de educação infantil localizada no interior do estado de São Paulo. Foi realizado um programa de intervenção durante o período escolar que compreendeu cinco encontros semanais com duração de 60 minutos cada. Além disso, foram realizadas três sessões de observação de 90 minutos cada, sendo duas sessões antes e uma após a intervenção com a criança, de modo a comparar a influência que a intervenção teve sobre o aluno. Os resultados demonstraram que no caso de uma criança com deficiência intelectual, o recurso de audiodescrição pôde auxiliar de forma positiva na superação de barreiras e inclusão no âmbito escolar, pois se mostrou eficaz na estimulação da atenção e compreensão das brincadeiras. Conclui-se que é importante que algumas brincadeiras sejam adaptadas, utilizando recursos diferenciados, condizendo com a necessidade do aluno, de forma que este seja realmente incluído em todas as atividades lúdicas propostas pela professora. 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Tássia Lopes de Azevedo, Universidade Federal de São Carlos - UFSCar Rodovia Washington Luís, km 235 - SP-310 São Carlos - São Paulo - Brasil CEP 13565-905

Mestre e Doutoranda em Educação Especial pela Universidade Federal de São Carlos - UFSCar. Especialista em Reabilitação em Deficiência Visual e em Reabilitação Aplicada à Neurologia Infantil pela Universidade Estadual de Campinas - UNICAMP. 

Gabriela Alias Rios, Universidade Federal de São Carlos - UFSCar

Mestre em Educação Especial pela Universidade Federal de São Carlos - UFSCar e Doutoranda em Educação pela Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho" (Unesp).  Especialista em Audiodescrição pela Universidade Federal de Juiz de Fora e em Metodologia do Ensino de Língua Materna e Estrangeira pela Uninter.

Soellyn Elene Bataliotti, Universidade Federal de São Carlos - UFSCar

Mestre pelo Programa de Pós-Graduação em Educação Especial pela Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR) e Doutoranda pelo Programa de Pós-Graduação em Educação pela Universidade Estadual Paulista (UNESP). Especialista em Técnicas e Métodos de Pesquisa pela Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR) (2009-2011) e a Especialista em Designer Instrucional pela Universidade Federal de Itajuba (UNIFEI) (2011-2012).

Gerusa Ferreira Lourenço, Universidade Federal de São Carlos - UFSCar

Mestre e Doutora em Educação Especial pela Universidade Federal de São Carlos. Professora Adjunta no Departamento de Terapia Ocupacional da Universidade Federal de São Carlos.

Downloads

Publicado

2019-01-01

Como Citar

Azevedo, T. L. de, Rios, G. A., Bataliotti, S. E., & Lourenço, G. F. (2019). Uso da audiodescrição no brincar de uma criança com síndrome de down na educação infantil. Revista Educação Especial, 32, e3/ 1–15. https://doi.org/10.5902/1984686X23667

Edição

Seção

Artigos – Demanda contínua