A realidade da educação inclusiva em um município da Fronteira Oeste do RS: identificando estratégias, ações e conteúdos para a formação de professores

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5902/1984686X43073

Palavras-chave:

Educação inclusiva, Atendimento Educacional Especializado, Formação profissional docente.

Resumo

Este estudo buscou compreender a realidade e as possíveis dificuldades encontradas pelas professoras do Atendimento Educacional Especializado (AEE), em relação ao processo inclusivo nas escolas da rede pública municipal de uma cidade da Fronteira Oeste do RS, visando identificar estratégias, ações e conteúdos para a formação profissional docente, na perspectiva da educação inclusiva. Trata-se de uma pesquisa exploratória e descritiva com abordagem qualitativa na análise e discussão de seus resultados. A amostra do estudo foi composta por dezessete professoras do AEE e pela Coordenadora da Educação Especial da Secretaria Municipal de Educação local. Para coleta dos dados, as professoras do AEE responderam um questionário que teve como proposta identificar a realidade e as possíveis dificuldades relacionadas à sua prática docente. Foi realizado um encontro para preenchimento do questionário, e posteriormente, um encontro para devolutiva das informações às participantes. Como principais resultados, destacam-se a dificuldade de articulação com os serviços da área da saúde, e com os professores das salas regulares, a falta de recursos materiais e estruturais para o AEE, e a dificuldade de participação das famílias na vida escolar dos estudantes público da Educação Especial. A partir do exposto, ressalta-se a necessidade das redes de apoio na escola regular como uma possível estratégia para superação das fragilidades existentes no processo de escolarização desses estudantes. Além disso, os dados apresentados neste estudo serão válidos para o planejamento de futura proposta de formação profissional docente para professores da rede pública municipal.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Amanda Machado Teixeira, Universidade Federal do Pampa

Doutoranda do Programa de Pós-Graduação Educação em Ciências: Química da Vida e Saúde da Universidade Federal do Pampa, Uruguaiana, Rio Grande do Sul, Brasil.

Elisabeth Rossetto, State University of West Paraná

Professora Associada na Universidade Estadual do Oeste do Paraná, Cascavél, Paraná, Brasil.

Vanderlei Folmer, Universidade Federal do Pampa

Professor Associado na Universidade Federal do Pampa, Uruguaiana, Rio Grande do Sul, Brasil.

Jaqueline Copetti, Universidade Federal do Pampa

Professora Adjunta do Curso de Licenciatura em Educação Física da Universidade Federal do Pampa, Uruguaiana, Rio Grande do Sul, Brasil.

Referências

AFONSO, Maria Lúcia Miranda; ABADE, Flávia Lemos. Para reinventar as Rodas. Belo Horizonte: Rede de Cidadania Mateus Afonso Medeiros (RECIMAM), 2008.

ANACHE, Alexandra Ayach. et al. Atendimento Educacional Especializado nas Salas de Recursos Multifuncionais do Estado de Mato Grosso do Sul. In: MENDES, Enicéia Gonçalves; CIA, Fabiana; D´AFFONSECA, Sabrina Mazo (Org.). Inclusão escolar e a avaliação do público-alvo da Educação Especial. São Carlos: Marquezine & Manzini: ABPEE, v. 2, p. 279-300, 2015.

AUSUBEL, David Paul. Educational psychology: a cognitive view. (1ª ed) Nova York, Holt, Rinehart and Winston, 685 p, 1968.

BARDIN, Laurence. Análise de conteúdo. São Paulo: Edições 70, 2011.

BRASIL. Lei n.º 5.692/71 de 11 de agosto de 1971. Fixa Diretrizes e Bases para o ensino de 1° e 2º graus, e dá outras providências. Brasília, DF, 1971. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/LEIS/L5692impressao.htm. Acesso em: 11 maio 2019.

BRASIL. Constituição da República Federativa do Brasil. Brasília/DF: Senado, 1988.

BRASIL. Lei nº 9.394 de 20 de dezembro de 1996. Estabelece as diretrizes e bases da educação nacional. Brasília, DF: MEC, 1996. Disponível em: http://portal.mec.gov.br/seesp/arquivos/pdf/lei9394_ldbn1.pdf. Acesso em: 11 maio 2019.

BRASIL. Diretrizes Nacionais para a Educação Especial na Educação Básica. Brasília, DF: MEC/SEESP, 2001. Disponível em:http://portal.mec.gov.br/seesp/arquivos/pdf/diretrizes.pdf. Acesso em: 11 maio 2019.

BRASIL. Política Nacional de Educação Especial na Perspectiva da Educação Inclusiva. Brasília, DF: MEC/SEESP, 2008. Disponível em: http://portal.mec.gov.br/seesp/arquivos/pdf/politica.pdf. Acesso em: 10 maio 2019.

BRASIL. Resolução nº 4 de 2 de outubro de 2009. Institui Diretrizes Operacionais para o Atendimento Educacional Especializado na Educação Básica, modalidade Educação Especial. Brasília, DF: MEC/CNE/CEB, 2009. Disponível em: http://portal.mec.gov.br/dmdocuments/rceb004_09.pdf. Acesso em: 06 maio 2019.

BRASIL. Decreto nº 7.611, de 17 de novembro de 2011. Dispõe sobre a educação especial, o atendimento educacional especializado e dá outras providências. Brasília, DF, 2011. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_Ato2011-2014/2011/Decreto/D7611.htm#art11. Acesso em: 11 maio 2019.

BRASIL. Base Nacional Comum Curricular. Brasília, DF: MEC/SEB/CNE, 2017. Disponível em: http://basenacionalcomum.mec.gov.br/images/BNCC_EI_EF_110518_versaofinal_site.pdf. Acesso em: 18 maio 2019.

BRASIL. Censo Escolar. Brasília, DF: INEP/MEC, 2018. Disponível em: http://portal.inep.gov.br/web/guest/dados/consulta-matricula. Acesso em: 18 maio 2019.

CASTRO, Jane Margareth; REGATTIERI, Marilza. Interação escola-família: subsídios para práticas escolares. Brasília: UNESCO, MEC, 2009, 104 p.

DAMASCENO, Allan Rocha; PEREIRA, Andressa Silva. Organização do trabalho pedagógico: experiências/interfaces entre a sala de recursos multifuncionais (SRMs) e a sala comum/regular no município de Nova Iguaçu/RJ. In: 4º Encontro do Observatório Nacional de Educação Especial, São Paulo. Anais do 4º Encontro do Observatório Nacional de Educação Especial. São Carlos: EdUSP, 2014.

FIORINI, Maria Luiza Salzani; MANZINI, Eduardo José. Inclusão de alunos com deficiência na aula de educação física: identificando dificuldades, ações e conteúdos para prover a formação do professor. Rev. Bras. Ed. Esp., Marília, v.20, n.3, p.387-404, 2014.

FRANCO, Renata Maria da Silva; GOMES, Claudia. Educação Inclusiva para além da educação especial: uma revisão parcial das produções nacionais. Revista Psicopedagogia, v. 37, n. 113, p. 194-207, 2020.

GALVÃO, Nelma; MIRANDA, Theresinha Guimarães. A organização do trabalho pedagógico nas Salas de Recursos Multifuncionais em Salvador - BA. In: MENDES, Enicéia Gonçalves; CIA, Fabiana; TANNÚS-VALADÃO, Gabriela (Org.). Organização e funcionamento do Atendimento Educacional Especializado. São Carlos: Marquezine & Manzini: ABPEE, v. 4, p. 195-214, 2015.

GARCIA, Rosalba Maria Cardoso; MICHELS, Maria Helena. A POLÍTICA DE EDUCAÇÃO ESPECIAL NO BRASIL (1991-2011): UMA ANÁLISE DA PRODUÇÃO DO GT15 – EDUCAÇÃO ESPECIAL DA ANPED. Rev. Bras. Ed. Esp., Marília, Edição Especial, v.17, p.105-124, Maio-Ago, 2011.

GIL, Antonio Carlos. Métodos e técnicas de pesquisa social. 6.ed. São Paulo: Atlas, 2008.

LOUREIRO, Célia Regina Machado Jannuzzi; SILVA, Rosilene Lima. POLÍTICAS PÚBLICAS DE EDUCAÇÃO INCLUSIVA: DESAFIOS À FORMAÇÃO DE ESTUDANTES PÚBLICO-ALVO DA EDUCAÇÃO ESPECIAL. Revista De Estudos Em Educação E Diversidade- REED, 2(3), 196-210, 2021.

MANTOAN, Maria Teresa Eglér (Org.). Em defesa da Política Nacional de Educação Especial na Perspectiva da Educação Inclusiva. Campinas, SP: LEPED FE/UNICAMP, 2018. Disponível em:https://inclusaoja.files.wordpress.com/2018/05/texto-de-anc3a1lise-dos-slides-sobre-a-reforma-da-pneepei-final1.pdf. Acesso em: 11 maio 2019.

MENDES, Enicéia Gonçalves; VILARONGA, Carla Ariela Rios; ZERBATO, Ana Paula. Ensino colaborativo como apoio à inclusão escolar: unindo esforços entre educação comum e especial. São Carlos: EdUFSCar, 2023.

MINAYO, Maria Cecília de Souza. Ciência, técnica e arte: o desafio da pesquisa social. In: MINAYO, Maria Cecília de Souza(Org.). Pesquisa social: teoria, método e criatividade. Petrópolis: Vozes, p.9-29, 1994.

MIRANDA, Theresinha Guimarães. ARTICULAÇÃO ENTRE O ATENDIMENTO EDUCACIONAL ESPECIALIZADO E O ENSINO COMUM: CONSTRUINDO SISTEMAS EDUCACIONAIS INCLUSIVOS. Revista Cocar. Belém/Pará, Edição Especial, N.1, p. 81-100, jan-jul, 2015.

MOREIRA, Marco Antonio. APRENDIZAGEM SIGNIFICATIVA: UM CONCEITO SUBJACENTE. Aprendizagem Significativa em Revista/Meaningful Learning Review – V1(3), pp. 25-46, 2011.

PASIAN, Mara Silvia; MENDES, Enicéia Gonçalves; CIA, Fabiana. ASPECTOS DA ORGANIZAÇÃO E FUNCIONAMENTO DO ATENDIMENTO EDUCACIONAL ESPECIALIZADO: UM ESTUDO EM LARGA ESCALA. Educação em Revista, Belo Horizonte, n.33, e155866, 2017a.

PASIAN, Mara Silvia; MENDES, Enicéia Gonçalves; CIA, Fabiana. ATENDIMENTO EDUCACIONAL ESPECIALIZADO: ASPECTOS DA FORMAÇÃO DO PROFESSOR. Cadernos de Pesquisa, v.47 n.165 p.964-981 jul./set, 2017b.

PLETSCH, Márcia Denise; ARAÚJO, Daniele Francisco; LIMA, Marcela Francis Costa. EXPERIÊNCIAS DE FORMAÇÃO CONTINUADA DE PROFESSORES: POSSIBILIDADES PARA EFETIVAR A INCLUSÃO ESCOLAR DE ALUNOS COM DEFICIÊNCIA INTELECTUAL. Revista Periferia, Dossiê Educação Especial e Inclusiva, v. 9, n. 1, jan./jun, 2017.

RECH, Andréia Jaqueline Devalle; FREITAS, Soraia Napoleão A importância da superação de barreiras entre família e escola para a construção de um trabalho colaborativo em prol da inclusão escolar do filho e aluno com altas habilidades/superdotação. Revista Educação Especial, vol. 34, 2021, -, pp. 1-26.

ROGALSKI, Solange Menin. Histórico do surgimento da Educação Especial. Revista de Educação do IDEAU. Vol. 5, nº 12, jul-dez, 2010.

SALGADO, Thais Regina de Freitas. ADAPTAÇÃO CURRICULAR: um estudo de caso sobre a incorporação desse procedimento no ensino fundamental. REVISTA BRASILEIRA DE EDUCAÇÃO, CULTURA E LINGUAGEM, 4(7), 39–53, 2020.

SANTOS, Vivian; NASCIMENTO, Bruna; CRUZ, Talita Milani Cordeiro; CIA, Fabiana; MENDES, Enicéia Gonçalves; PASIAN, Mara Silvia. Organização e funcionamento das Salas de Recursos Multifuncionais do município de São Carlos. In: MENDES, Enicéia Gonçalves; CIA, Fabiana; TANNÚS-VALADÃO, Gabriela. (Org.). Inclusão escolar em foco: organização e funcionamento do Atendimento Educacional Especializado. São Carlos: Marquezine & Manzini; Marília: ABPEE, v. 4, p. 389-406, 2015.

SAVIANI, Dermeval. Formação de professores no Brasil: dilemas e perspectivas. Poiesis Pedagógica, v. 9, p. 07-19, 2011.

SILVA, Aline Maira; CABRAL, Leonardo Santos Amâncio; MARTINS, Morganade Fátima Agostini. ABORDAGEM RELACIONAL ENTRE FAMÍLIA E ESCOLA INCLUSIVA SOB AS PERSPECTIVAS DE PROFESSORES. Interfaces da Educ., Paranaíba, v.7, n.19, p.191-205, 2016.

SILVA, Carla Cilene Baptista da Silva; MOLERO, Elaine Soares da Silva; ROMAN, Marcelo Domingues. A Interface entre Saúde e Educação: percepções de educadores sobre educação inclusiva. Psicologia Escolar e Educacional, SP. Volume 20, Número 1, Janeiro/Abril de 2016: 109-115.

SILVA, Eliza França; ELIAS, Luciana Carla dos Santos. INCLUSÃO DE ALUNOS COM DEFICIÊNCIA INTELECTUAL: RECURSOS E DIFICULDADES DA FAMÍLIA E DE PROFESSORAS. Educação em Revista, Belo Horizonte, v. 38, e26627, 2022.

SILVA JUNIOR, Samuel Vinente; GODOY, Shirley Alves; LINS, Sarah Raquel Almeida. INTERFACE ENTRE EDUCAÇÃO E SAÚDE NO SUPORTE ÀINCLUSÃO ESCOLAR: UMA REVISÃO DA PRODUÇÃO CIENTÍFICAPUBLICADA ENTRE 2008 E 2015. Perspec. Dial.:Rev. Educ. e Soc., Naviraí, v.3, n. 6,p.121-146, jul.-dez. 2016.

TAVARES, Lídia Mara Fernandes Lopes; SANTOS, Larissa Medeiros Marinho; FREITAS, Maria Nivalda Carvalho. A Educação Inclusiva: um estudo sobre a formação docente. Rev. Bras. Ed. Esp., Marília, v. 22, n. 4, p. 527-542, Out.-Dez, 2016.

TRIVIÑOS, Augusto Nibaldo Silva. Introdução à pesquisa em ciências sociais: a pesquisa qualitativa em educação. São Paulo: Atlas, 1987.

VILARONGA, Carla Ariela Rios; MENDES, Enicéia Gonçalves. Ensino colaborativo para o apoio à inclusão escolar: práticas colaborativas entre os professores. Rev. bras. Estud. pedagog. (online), Brasília, v. 95, n. 239, p. 139-151, jan./abr, 2014.

ZANELLATO, Daniella; POKER, Rosimar Bortolini. FORMAÇÃO CONTINUADA DE PROFESSORES NA EDUCAÇÃO INCLUSIVA: A MOTIVAÇÃO EM QUESTÃO. Rev. Ibero-Americana de Estudos em Educação, Araraquara, v. 7, n. 1, 2012.

Downloads

Publicado

2023-11-17

Como Citar

Teixeira, A. M., Rossetto, E., Folmer, V., & Copetti, J. (2023). A realidade da educação inclusiva em um município da Fronteira Oeste do RS: identificando estratégias, ações e conteúdos para a formação de professores. Revista Educação Especial, 36(1), e59/1–27. https://doi.org/10.5902/1984686X43073

Artigos Semelhantes

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.