Autoeficácia docente e Educação Especial: revisão da produção de conhecimento nacional e internacional com ênfase na formação de professores

Bárbara Amaral Martins, Miguel Claudio Moriel Chacon

Resumo


O professor tem um papel fundamental na efetivação da educação inclusiva, sendo imprescindíveis, conhecimentos, motivação e recursos. No âmbito motivacional, ressalta-se a importância da autoeficácia docente, compreendida como o julgamento do professor a respeito de suas capacidades profissionais. Se um professor tem dúvidas sobre suas competências didáticas, tende a visualizar um cenário de insucesso que influi negativamente sobre seu esforço e dedicação, o que evidencia a importância de altos níveis de autoeficácia, em especial, no trabalho com estudantes pertencentes ao público da Educação Especial. Logo, é relevante buscar estratégias que a fortaleçam, de maneira que a formação docente pode ser uma alternativa. O objetivo deste estudo é verificar a produção de conhecimentos acerca da autoeficácia docente no contexto da Educação Especial no Brasil e no exterior, e, analisar as pesquisas que investigaram os efeitos da formação sobre a autoeficácia de professores para a inclusão escolar. Revisaram-se, sistematicamente, artigos, teses e dissertações levantados a partir de seis bases de dados nacionais e internacionais, totalizando 74 produções que relacionam autoeficácia docente e Educação Especial, cinco delas, brasileiras. A análise ocorreu a partir da leitura dos trabalhos, elaboração de quadros de registro e estatística descritiva. Do total, as 12 pesquisas que envolviam formação de professores foram analisadas qualitativamente e demonstraram que a formação pode aumentar os níveis de autoeficácia docente, de modo que tal probabilidade é ampliada com a articulação entre teoria e prática bem-sucedida. Enfatiza-se a potencialidade das experiências vicárias na formação docente enquanto uma das principais fontes de autoeficácia.

Palavras-chave


Eficácia; Formação docente; Educação Especial.

Texto completo:

PDF HTML

Referências


ALMEIDA, C. M. et al. Urban and Rural Preservice Special Education Teachers' Computer Use and Perceptions of Self-Efficacy. Rural Special Education Quarterly, v. 35, n. 03, p. 12-19, set. 2016.

ANDREU, L.; PALLARÉS, À; JUÁREZ, Ó. La incidência del entrenamiento en el nível de eficácia percebida: un estudio en un equipo feminino de fútbol. In: SALANOVA, M. [et al.]. Nuevos horizontes em la investigación sobre la autoeficacia. Castelló de la Plana: Publicacions de la Universitat Jaume I, D.L. 2004, p. 205-211.

AZZI, R. G.; POLYDORO, S. A. J.; BZUNECK, J. A. Considerações sobre a auto-eficácia docente. In: AZZI, R. G.; POLYDORO, S. A. J. (Orgs.). Auto-eficácia em diferentes contextos. Campinas, SP: Editora Alínea, 2006, p. 149-159.

BANDURA, A. Regulation of Cognitive Process Through Perceived Self-efficacy. Developmental Psychologycal, v. 25, n. 05, p. 729-735, 1989.

BANDURA, A. Self-efficacy: the exercise of control. New York: W.H. Freeman and Company, 1997.

BOOMGARD, M. C. Changes in perceived teacher self-efficacy and burnout as a result of facilitated discussion and self-reflection in an online course designed to prepare teachers to work with students with autism. San Francisco: USF, 2013. 212f. Tese (Doutorado em Educação), Faculdade da Escola de Educação, Universidade de San Francisco, 2013.

BOUJUT, E. et al. Self-efficacy and burnout in teachers of students with autism spectrum disorder. Research in Autism Spectrum Disorders, v. 36, p. 08-20, Abr. 2017.

BURTON, D.; PAC, D. Preparing Pre-Service Teachers to Teach Mathematics in Inclusive Classrooms: A Three-Year Case Study. School Science and Mathematics, v. 109, n. 02, p. 108-115, Fev. 2009.

CAPES. Resultado da Avaliação Quadrienal 2017. Disponível em: ˂http://avaliacaoquadrienal.capes.gov.br/resultado-da-avaliacao-quadrienal-2017-2˃. Acesso em: 31 de julho de 2018.

CHAO, C. N. G. et al. Improving teachers’ self-efficacy in applying teaching and learning strategies and classroom management to studentes with special education needs in Hong Kong. Teaching and Teacher Education, v. 66, p. 360-369, ago. 2017.

COLEMAN, M. E. Enhancing teacher efficacy and pedagogical practices amongst general and special education teachers. Estados Unidos: Rowan University, 2017. 242f. Tese (Doutorado em Educação), Faculdade de Educação, Rowan University, 2017.

FORLIN, C.; LOREMAN, T.; SHARMA, U. A system-wide professional learning approach about inclusion for teachers in Hong Kong. Asia-Pacific Journal of Teacher Education, v. 42, n. 03, p. 247-260, abr. 2014.

GAO, W.; MAGER, G. Enhancing Preservice Teachers' Sense of Efficacy and Attitudes toward School Diversity through Preparation: A Case of One U.S. Inclusive Teacher Education Program. International Journal of Special Education, v. 26, n. 02, p. 92-107, 2011.

IAOCHITE, R. T. et al. Autoeficácia no campo educacional: revisão das publicações em periódicos brasileiros. Psicologia Escolar e Educacional, v. 20, n. 01, p. 45-54, jan./abr. 2016.

LANCASTER, J.; BAIN, A. The design of pre-service inclusive education courses and their effects on self-efficacy: A comparative study. Asia-Pacific Journal of Teacher Education, v. 38, n. 02, p.117-128, 2010.

LEONARDO, F. C. L. Associações entre crenças e autoeficácia e estratégias inclusivas adotadas por professores universitários. Presidente Prudente: UNOESTE, 2017. 68f. Dissertação (Mestrado em Educação), Universidade do Oeste Paulista, Presidente Prudente, 2017.

MARTÍNEZ, M. I. Autoeficacia aplicada al trabajo y a las organizaciones. In: SALANOVA, M. [et al.]. Nuevos horizontes en la investigación sobre la autoeficacia. Castelló de la Plana: Publicacions de la Universitat Jaume I, D.L. 2004, p. 178-186.

OMOTE, S. Produção Acadêmica em Educação Especial. In: OMOTE, S.; OLIVEIRA, A. A. S.; CHACON, M. C.M. Ciência e Conhecimento em Educação Especial. São Carlos: Marquezine & Manzini: ABPEE, 2014, p. 13-24.

PEEBLES, J. L.; MENDAGLIO, S. The impact of direct experience on preservice teachers’ self-efficacy for teaching in inclusive classrooms. International Journal of Inclusive Education, v. 18, n. 12, p. 1321-1336, abr. 2014.

SANINI, C.; BOSA, C. A. Autismo e inclusão na educação infantil: Crenças e autoeficácia da educadora. Estudos psicológicos, Natal, v. 20, n. 03, p.173-183, jul./set. 2015.

SCHMID, M. B. S. Autoeficácia de professores: análise de modelo de intervenção para o uso das tecnologias digitais da informação e da comunicação. 2015. 142f. Dissertação (Mestrado em Educação) – Centro de Educação, Comunicação e Artes, Universidade Estadual de Londrina, Londrina, 2015.

SCHWAB, S.; HELLMICH, F.; GÖREL, G. Self-Efficacy of Prospective Austrian and German Primary School Teachers Regarding the Implementation of Inclusive Education. Journal of Research in Special Educational Needs, v. 17, n. 03, p. 205-217, fev. 2017.

SHANI, M.; HEBEL, O. Educating towards Inclusive Education: Assessing a Teacher-Training Program for Working with Pupils with Special Educational Needs and Disabilities (SEND) Enrolled in General Education Schools. International Journal of Special Education, v. 31, n. 03, 2016.

SHARMA, U.; LOREMAN, T.; FORLIN, C. Measuring teacher efficacy to implement inclusive practices. Journal of Research in Special Educational Needs, v. 12, n. 01, p. 12-21, 2012.

SHARMA, U.; SHAUKAT, S.; FURLONGER, B. Attitudes and Self-Efficacy of Pre-Service Teachers towards Inclusion in Pakistan. Journal of Research in Special Educational Needs, v.15, n. 02, p. 97-105, abr. 2015.

SHARMA, U.; SOKAL, L. The Impact of a Teacher Education Course on Pre-Service Teachers' Beliefs about Inclusion: An International Comparison. Journal of Research in Special Educational Needs, v. 15, n. 04, p. 276-284, out. 2015.

SILVA, R. H. R.; GAMBOA, S. S. Análise epistemológica da pesquisa em educação especial: a construção de um instrumental de análise. Atos de pesquisa em Educação – PPGE/ME FURB, v. 06, n. 02, p. 373-402, mai./ago. 2011.

TINDALL, D.; CULHANE, M.; FOLEY, J. Pre-service teachers' self-efficacy towards children with disabilities: An Irish perspective. European Journal of Adapted Physical Activity, v. 09, n. 01, p. 27-40, 2016.

VENDITTI JÚNIOR, R. Análise da auto-eficácia docente de professores de educação física. Campinas: UNICAMP, 2005. 167f. Dissertação (Mestrado em Educação Física) – Faculdade de Educação Física, Universidade Estadual de Campinas, Campinas, 2005.

VENDITTI JÚNIOR, R. Auto-eficácia docente e motivação para a realização do(a) professor(a) de educação física adaptada. Campinas: UNICAMP, 2010. 315f. Tese (Doutorado em Educação Física) – Faculdade de Educação Física, Universidade Estadual de Campinas, Campinas, 2010.

WOODCOCK, S., HEMMINGS, B., KAY, R. Does study of an inclusive education subject influence pre-service teachers' concerns and self-efficacy about inclusion? Australian Journal of Teacher Education, v. 37,n. 06, p. 1-11, jun. 2012.




DOI: https://doi.org/10.5902/1984686X35883

CONTATO:

E-mail: revistaeducacaoespecial.ufsm@gmail.com

Universidade Federal de Santa Maria (UFSM)
Centro de Educação - Lapedoc
Av. Roraima, 1000 - Cidade Universitária
97105-900 - Santa Maria - RS, Brasil.
Telefone: +55 55 3220 8795

Link: https://periodicos.ufsm.br/educacaoespecial

 

ISSN eletrônico: 1984-686X

DOIhttp://dx.doi.org/10.5902/1984686X

Qualis/Capes: Educação A2

Periodicidade: Publicação contínua

O recebimento de artigos caracteriza-se por fluxo contínuo sem que seja possível prever a data de sua publicação.

 

A Revista Educação Especial agradece auxílio recebido por meio do Edital Pró-Revistas, da Pró-Reitoria de Pós-Graduação e Pesquisa, da Universidade Federal de Santa Maria. 

 

 Creative Commons License

This work is licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial 4.0 International (CC BY-NC 4.0)

Contador de visitas
click counter
Contador de visitas

Acessos a partir de 30/11/2016

__________________________________________________