Escala de Identificação de Precocidade e Indicadores de Altas Habilidades/Superdotação (EIPIAHS): um instrumento em construção

Bárbara Amaral Martins

Resumo


Estima-se que o fenômeno altas habilidades/superdotação esteja presente entre os indivíduos na mesma proporção em que está a deficiência intelectual. No entanto, os registros do Censo Escolar evidenciam a invisibilidade desse público em nossas escolas, a despeito das contribuições sociais que este pode vir a prestar. Estudantes com altas habilidades/superdotação precisam ser devidamente identificados para que as medidas educacionais necessárias ao máximo desenvolvimento de suas potencialidades possam ser tomadas. Assim, o objetivo desta pesquisa é avaliar os itens de uma escala de identificação de alunos precoces com indicadores de altas habilidades/superdotação no Ensino Fundamental I e verificar sua consistência. Sendo um instrumento destinado a professores, contamos com a participação de 28 docentes: 18 avaliaram cada um dos 75 itens da escala, e 10 aplicaram-na a uma amostra de 71 estudantes. A partir da coleta de opiniões e análises estatísticas, dez itens foram considerados pouco funcionais e, por isso, foram excluídos. Verificou-se, estatisticamente, que o instrumento apresenta fidedignidade. Novas análises são necessárias para a constatação de sua validade.


Palavras-chave


Educação Especial; altas habilidades/superdotação; instrumentos de mensuração.

Texto completo:

PDF HTML

Referências


ACEREDA, Amaro; SASTRE, Silvia. La superdotación. Madrid: Síntesis Psicología, 1998.

ALCÓN, María del Carmen Granado. El niño superdotado: fundamentos teóricos y psicoeducativos. Badajoz: @becedario, 2005.

ALENCAR, Eunice Maria Lima Soriano; FLEITH, Denise de Souza. Superdotados: determinantes educação e ajustamento. 2. ed. São Paulo: EPU, 2001.

ALMEIDA, Leandro da Silva. Inteligência: definição e medida. Aveiro: CIDInE, 1994.

BALBIM, Guilherme Moraes; VIEIRA, Lenamar Fiorese. Validação para a população brasileira da Escala de Dominância Télica (TDS) no contexto esportivo. Revista Brasileira de Educação Física e Esporte, São Paulo, v. 29, n. 04, p. 641-651, out./dez. 2015.

BASSINELLO, Priscila Zaia. Construção de escala de autorrelato para identificação de características associadas à superdotação. Campinas: PUC, 2014. Dissertação (Mestrado em Psicologia) – Programa de Pós-Graduação, Centro de Ciências da Vida, Pontifícia Universidade Católica de Campinas, Campinas, 2014.

BARRETO, Célia Maria Paz Ferreira; METTRAU, Marsyl Bulkool. Altas habilidades: uma questão escolar. Revista Brasileira de Educação Especial, Marília, v. 17, n. 03, p. 413-426, set./dez. 2011.

BRASIL. Subsídios para organização e funcionamento de serviços de educação especial: área de Altas Habilidades. Brasília, DF: MEC/SEESP, 1995a.

BRASIL. Diretrizes gerais para o atendimento educacional aos alunos portadores de altas habilidades/superdotação e talentos. Brasília, DF: MEC/SEESP, 1995b.

CHACON, Miguel Claudio Moriel; MARTINS, Bárbara Amaral. Programa de Atenção a alunos Precoces com Comportamento de Superdotação: identificação, avaliação e enriquecimento extracurricular e familiar. Sobredotação, Braga, v. 15, n. 2, p. 49-72, 2018.

CUPERTINO, Christina Menna Barreto. (Org.). Um olhar para as altas habilidades: construindo caminhos/Secretaria da Educação. São Paulo: FDE, 2008.

CRUZ, Carly. Serão as altas habilidades/superdotação invisíveis?. 2014. 167f. Tese (Doutorado em Educação), Centro de Educação, Universidade Federal do Espírito Santo, Vitória, 2014.

DELOU, Cristina Maria Carvalho. Identificação de superdotado: uma alternativa para sistematização da observação de professores em sala de aula. Rio de Janeiro: UERJ, 1987. 181 f. Dissertação (Mestrado em Educação) – Programa de Pós-Graduação, Centro de Educação e Humanidades, Universidade Estadual do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 1987.

ECHER, Isabel Cristina. Elaboração de manuais de orientação para o cuidado em saúde. Revista Latino-Americana de Enfermagem, Ribeirão Preto, v. 13, n. 5, p. 754-757, set./out., 2005.

FREITAS, Soraia Napoleão; PÉREZ, Susana Graciela Pérez Barrera. Altas habilidades/superdotação: atendimento especializado. Marília, SP: ABPEE, 2010.

GOMES, Cristiano Mauro Assis. Avaliando a avaliação escolar: notas escolares e inteligência fluida. Psicologia em Estudo, Maringá, v. 15, n. 4, p. 841-849, out./dez. 2010.

GUENTHER, Zenita Cunha. Anais... In II Encontro Nacional Sobre Educação de Bem Dotados. Lavras: UFLa, 1997.

GUENTHER, Zenita Cunha. Desenvolver Capacidades e Talentos: um conceito de inclusão. 2. ed. revisada. Vozes, 2006.

GUENTHER, Zenita Cunha. Identificação de Alunos Dotados e Talentosos: Metodologia do CEDET versão 2012. CEDET – ASPAT, Lavras, MG. 2013.

GUIMARÃES, Tânia Gonzaga; OUROFINO, Vanessa Terezinha Alves Tentes. Estratégias de identificação do aluno com altas habilidades/superdotação. In: FLEITH, Denise Souza (Org.). A construção de práticas educacionais para alunos com altas habilidades/superdotação. Brasília: Ministério da Educação, Secretaria de Educação Especial, 2007.

LAPA, Luis Dionísio Paz. A ludicidade como ferramenta no processo de ensino-aprendizagem da Matemática. Passeando por Brasília e aprendendo geometria. Experiências numa escola da periferia do Distrito Federal. 2017. Dissertação (Mestrado Profissional em Matemática) – Instituto de Ciências Exatas, Universidade de Brasília, Brasília, 2017.

MARÔCO, João. Análise de equações estruturais: fundamentos teóricos, software e aplicações. Pêro Pinheiro: Report Number; 2010.

MARQUES, Danitiele Maria Calazans; COSTA, Maria Piedade Resende da; RANGNI, Rosemeire de Araújo. Análise das produções científicas sobre precocidade de crianças com elevado potencial na educação infantil. Horizontes – Revista de Educação, Dourados, MS, v.3, n.5, jan./jun. 2015.

MARTINS, Bárbara Amaral. Alunos precoces com indicadores de altas habilidades/superdotação no ensino fundamental I: identificação e situações (des)favorecedoras em sala de aula. 2013. Dissertação (Mestrado em Educação) – Faculdade de Filosofia e Ciências, Universidade Estadual Paulista, Marília, 2013.

MARTINS, Bárbara Amaral. Identificando alunos com indicadores de altas habilidades/superdotação: um projeto de extensão. In: Congresso Brasileiro de Educação Especial, 7, 2016. São Carlos. Anais... São Carlos: Universidade Federal de São Carlos, 2016, p. 1-16.

MARTINS, Bárbara Amaral. Autoeficácia docente no contexto da educação inclusiva: instrumentos de medida e formação de professores baseada em experiências vicárias. Tese (Doutorado em Educação), Universidade Estadual Paulista, Marília, Brasil, 2018.

MARTINS, Bárbara Amaral; CHACON, Miguel Claudio Moriel. Checklist de identificação de precocidade e indicadores de altas habilidades/superdotação. In: Congresso Brasileiro de Educação Especial, 7, 2016. São Carlos. Anais... São Carlos: Universidade Federal de São Carlos, 2016, p. 1-16.

MARTINS, Bárbara Amaral; CHACON, Miguel Claudio Moriel; ALMEIDA, Leandro da Silva. Altas habilidades/superdotação na formação de professores brasileiros e portugueses: um estudo comparativo entre os casos da UNESP e da UMinho. Educação em Revista, v. 36, p. 1-20, 2020.

MENDONÇA, Lurian Dionizio; RODRIGUES, Olga Maria Piazentin Rolim; CAPELLINI, Vera Lúcia Messias Fialho. Identificação inicial de alunos com altas habilidades ou superdotação: avaliação intelectual, de desempenho escolar e indicação pelos professores. Revista Educação Especial, Santa Maria, v. 30, n. 57, p. 203-218, jan./abr. 2017. Disponível em: https://periodicos.ufsm.br/educacaoespecial/article/view/24120. Acesso em: 13 fev. 2017.

MORAIS, Maria de Fátima; FLEITH, Denise de Sousa. Conceito e avaliação da criatividade. In: ALMEIDA, Leandro da Silva (coord.). Criatividade e pensamento crítico: conceito, avaliação e desenvolvimento. Braga: CERPSI, 2017, p. 19-44.

NAKANO, Tatiana de Cássia; PRIMI, Ricardo. Bateria de avaliação das

altas habilidades/superdotação. 2012. Não publicada.

NAKANO, Tatiana de Cássia et al. Bateria para avaliação das altas habilidades/superdotação: análise dos itens via Teoria de Resposta ao Item. Estudos de Psicologia. Campinas, v. 32, n. 04, p. 729-741, out./dez. 2015.

NAKANO, Tatiana de Cássia et al. Investigación de la eficacia de una escala de evaluación de altas habilidades – versión profesor. Revista de Estudios y Experiencias en Educación, v. 15, n. 29, p. 83-94, dez. 2016.

NAKANO, Tatiana de Cássia; CAMPOS, Carolina Rosa; SANTOS, Maristela Volpe dos. Escala de avaliação de altas habilidades/superdotação. Estudos Interdisciplinares em Psicologia, Londrina, v. 7, n. 1, p. 103-123, jul. 2016.

PÉREZ, Susana Graciela Pérez Barrera. Gasparzinho vai à escola: um estudo sobre as características do aluno com altas habilidades produtivo-criativo. Porto Alegre: PUC, 2004. Dissertação (Mestrado em Educação) – Programa de Pós-Graduação, Faculdade de Educação, Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 2004.

PÉREZ, Susana Graciela Pérez Barrera; FREITAS, Soraia Napoleão. Encaminhamentos Pedagógicos com alunos com Altas Habilidades/Superdotação na Educação Básica: o cenário brasileiro. Educar em Revista, v. 41, p. 109-124, 2011.

PÉREZ, Susana Graciela Pérez Barrera; FREITAS, Soraia Napoleão. Manual de identificação de altas habilidades/superdotação. Guarapuava: Apprehendere, 2016.

PFEIFFER, Steven I.; JAROSEWICH, Tania. Gifted Rating Scales – Manual. San Antonio/TX: Pearson, 2003.

POCINHO, Margarida. Superdotação: conceitos e modelos de diagnóstico e intervenção psicoeducativa. Revista Brasileira de Educação Especial, Marília, v. 15, n. 01, p. 3-14, jan./abr. 2009.

PRIETO SÁNCHEZ, María Dolores; FERRANDO, Mercedes. New Horizons in the study of High Ability: Gifted and talented. Anales de psicología, v. 32, n. 03, p. 617-620, out./2016.

REIS, Sally M.; RENZULLI, Joseph S. Myth 1: The gifted and talented constitute one single homogeneous group and giftedness is a way of being that stays in the person over time and experiences. Gifted Child Quartely, Iowa, v. 53, n. 4, p. 232-235, sept. 2009.

RENZULLI, Joseph S. What makes giftedness? Re-examining a definition. Phi Delta Kappa, [S.l.], v. 60, n. 3, p. 180-84, 261, nov. 1978.

RIBEIRO, Walquiria de Jesus. Evidências de validade de uma bateria para avaliação das altas habilidades/superdotação. Campinas: PUC, 2013. Dissertação (Mestrado em Psicologia) – Programa de Pós-Graduação, Centro de Ciências da Vida, Pontifícia Universidade Católica de Campinas, Campinas, 2013.

SÁNCHEZ ANEAS, Asela. Altas capacidades intelectuales: sobredotación y talentos: Detección, evalución, diagnóstico e intervención educativa y familiar. Formación Alcalá: Alcalá la Real, 2013.

SOUZA, Ana Cláudia de; ALEXANDRE, Neusa Maria Costa; GUIRARDELLO, Edinêis de Brito. Propriedades psicométricas na avaliação de instrumentos: avaliação da confiabilidade e da validade. Epidemiologia e Serviços de Saúde, Brasília, v. 26, n. 03, p. 649-659, jul./set. 2017.

ZAIA, Priscila; NAKANO, Tatiana de Cássia; PEIXOTO, Evandro Morais. Scale for Identification of Characteristics of Giftedness: Internal structure analysis. Estudos de Psicologia, Campinas, v. 35, n. 1, jan./mar. 2018.




DOI: https://doi.org/10.5902/1984686X53154

CONTATO:

E-mail: revistaeducacaoespecial.ufsm@gmail.com

Universidade Federal de Santa Maria (UFSM)
Centro de Educação - Lapedoc
Av. Roraima, 1000 - Cidade Universitária
97105-900 - Santa Maria - RS, Brasil.
Telefone: +55 55 3220 8795

Link: https://periodicos.ufsm.br/educacaoespecial

 

ISSN eletrônico: 1984-686X

DOIhttp://dx.doi.org/10.5902/1984686X

Qualis/Capes: Educação A2

Periodicidade: Publicação contínua

O recebimento de artigos caracteriza-se por fluxo contínuo sem que seja possível prever a data de sua publicação.

 

A Revista Educação Especial agradece auxílio recebido por meio do Edital Pró-Revistas, da Pró-Reitoria de Pós-Graduação e Pesquisa, da Universidade Federal de Santa Maria. 

 

 Creative Commons License

This work is licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial 4.0 International (CC BY-NC 4.0)

Contador de visitas
click counter
Contador de visitas

Acessos a partir de 30/11/2016

__________________________________________________