Ciências da educação: especificidade epistemológica, objetividade e prática pedagógica

Catia Piccolo Viero Devechi, Benedetta Bisol

Resumo


O artigo busca discutir as ciências da educação a partir de duas compreensões existentes nas discussões acadêmicas sobre o assunto: a ideia de enxugamento do estudo de tais ciências em favor do treinamento de habilidades necessárias para a prática educacional e em contraponto, a defesa da importância dessas ciências para a formação de educadores capazes de uma compreensão mais fundamentada da complexidade do fenômeno educacional, seja como processo individual, seja do ponto de vista social. Destaca dois momentos significativos na história do estudos pedagógicos através da referência a dois autores clássicos, a saber, Herbart e Dewey, analisando as questões de princípios, formatos e finalidades das ciências da educação no contexto atual, levando em conta as transformações sócio-política-econômicas mais recentes e o seu significado para a organização do sistema educacional, também nos seus aspectos pedagógicos. Conclui que se defendemos que a educação não tem apenas finalidades mercadológicas, mas também sociais, culturais e humanas, as ciências da educação deveriam se voltar para as demandas do mundo da vida, podendo encontrar na conversação discursiva a possibilidade de continuar cumprindo com o seu papel diante dos desafios sempre novos da formação humana.


Palavras-chave


Ciências da Educação; Prática Pedagógica; Formação Humana

Texto completo:

PDF HTML

Referências


ARRUDA ARANHA, Maria Lúcia de. Filosofia da educação. São Paulo, Ed. moderna, 1996.

BACHELARD, Gaston. A Epistemologia. Lisboa: Edições 70, 2006.

CAMBI, Franco. História da pedagogia. São Paulo: Unesp, 1999.

CAMBI, Franco. Introduzione alla filosofia dell´educazione. Roma-Bari: Laterza, 2008.

CENCI, Angelo; DALBOSCO, Cláudio.; MUHL, Eldon(Org.). Sobre filosofia e educação: racionalidade, diversidade e formação pedagógica. Passo Fundo: EDUPF, 2009.

CHARLOT, Bernard. Les sciences de l'éducation en France: une discipline apaisée, une culture commune, un front de recherche incertain. In: HOFSTETTER, Rita (org.) Le pari des sciences de l’éducation. Louvain-la-Neuve: De Boeck Supérieur, 2001, p. 147-167.

CRIBLEZ, Lucien. Entre profession et discipline : à propos du statut des sciences de l'éducation en Suisse. In : HOFSTETTER, Rita. (org.). Le pari des sciences de l'éducation. Louvain-la-Neuve: De Boeck Supérieur, 2001, p. 169-201.

DALBOSCO, Cláudio. Uma leitura não tradicional de Johann Friedrich Herbart: autogoverno pedagógico e posição ativa do educando. Educação e Pesquisa, São Paulo, v. 44, 2018.

DEPEAPE, Marc. La recherche expérimentale en éducation de 1890 à 1940: Les processus historiques sous-jacents au développement d'une discipline en Europe de l'Ouest et aux États-Unis. In :

HOFSTETTER, Rita (org.). Le pari des sciences de l'éducation. Louvain-la-Neuve: De Boeck Supérieur, 2001, p. 29-56.

DIAS de CARVALHO, Adalberto. Epistemologia das ciências da educação. 4 ed. Porto: Biblioteca das ciências do homem, 2002.

ELIAS, Norbert. O processo civilizador: formação do Estado e Civilização. v. 2, Rio de Janeiro: Jorge Zahar editor, 1993.

FRANCO, Maria Amélia Santoro; LIBÂNEO, José Carlos; PIMENTA, Selma Garrido. Elementos para a formulação de diretrizes curriculares para cursos de pedagogia. Cadernos de Pesquisa, v. 37, n. 130, jan/febr. 2007.

FLICKINGER, Hans-Georg. Fontes de conflito da pedagogia contemporânea. In: MÜHL, Eldon; GOMES, Luiz Roberto; ZUIN, Antônio Álvaro (Orgs). Teoria Crítica, filosofia e educação: homenagem a Pedro Goergen. Passo Fundo: Ed UPF, 2014.

FLICKINGER, Hans-Georg. Herança e futuro do conceito de formação (Bildung). Educação e Sociedade, Campinas, v. 32, n. 114, p. 151-167, jan/mar. 2011.

GOERGEN, Pedro. Bildung ontem e hoje: restrições e perspectivas. Revista Espaço Pedagógico, Passo Fundo. v. 24, n. 3, p. 437-451, 19 dez. 2017.

GRUSCHKA, Andreas. Adeus Pedagogia? O fim das fronteiras da relação pedagógica e a perda da função da pedagogia. In:

LASTÓRIA, Luiz Antônio; ZUIN, Antonio; GOMES, Luiz Robertto;

GRUSCHKA, Andreas. Teoria Crítica: escritos sobre educação. Contribuições do Brasil e da Alemanha. São Paulo: Nankin, 2015.

DURKHEIM, Émile. Educação e sociologia. Lisboa: Edições 70, 2007.

HERBART, Johann Friedrich. Allgemeine Pädagogik, aus dem Zweck der Erziehung abgeleitet (1806). In: ASMUS, W. (org.) Pädagogische Schriften. (v. 2). Düsseldorf/München: Verlag Helmut Küpper Vormals Georg Bondi, 1965.

HILGENHEGER, Norbert. Johann Herbart. Recife: Editora Massangana, 2010.

HOFSTETTER, Rita. Educational Sciences: Evolutions of a Pluridisciplinary Discipline at the Crossroads of other Disciplinary and Professional Fields. British Journal of Educational Studies 60 (4): 317-335, 2012.

LANDERER, Christoph., HUEMER, Wolfgang H. Johann Friedrich Herbert. In: LAPOINTE, Sandra. (org.). Philosophy of Mind in the Nineteenth Century. London & New York, Routledge, p. 60-76, 2018.

LENOIR, Yves. O utilitarismo de assalto às ciências da educação. Educar em Revista, Curitiba, Brasil, n. 61, p. 159-167, jul./set. 2016.

LIBÂNEO, José Carlos. Pedagogia e pedagogos: para que? São Paulo: Cortez, 2013.

MARS, Neil. A Legitimidade das Ciências da Educação: A Investigação Científica e o Pensamento Humanitário nas Mudanças Educativas e Sociais. 22 Lions Bookstore, 2017.

MAZZOTTI, Tarso; OLIVEIRA, Renato José. Ciência (s) da educação. Rio de Janeiro: DP&A, 2000.

MELLOWKI, M´hammed.; GAUTHIER, Clermont. O professor e seu mandato de mediador, herdeiro, intérprete e crítico. Educação e Sociedade, Campinas, vol. 25, n. 87, p. 537-571, maio/ago. 2004.

PIMENTA, Selma Garrido. Panorama atual da didática no quadro das ciências da educação: educação, pedagogia e didática. Pedagogia: ciências da educação? 6. ed. São Paulo: Cortez, 2011.

ROMANELLI, Otaíza de Oliveira. História da educação no Brasil: 1930/1973. 8a ed. Petrópolis: Vozes, 1986.

ROSSI, Paolo. O nascimento da ciência moderna na Europa. Bauru; SP: EDUSC, 2001.

SCHURMANN, Marie-Noëlle. (2001). Les sciences de l'éducation : fantôme, agrégat, prototype ou idéal-type ? In : HOFSTETTER, Rita. (org.). Le pari des sciences de l'éducation. Louvain-la-Neuve: De Boeck Supérieur, p. 205-226.

STICHWEH, Rudolf. Profession und Disziplinen: Formen der Differenzierung zweier Systeme beruflichen Handelns in modernen Gesellschaften. In: JÜTTING, Klaus; HARNEZ, Dieter; KORING, Bernhard (orgs.) Professionalisierung der Erwachsenenbildung. Bern: Lang, 1987, p. 210–267.

STICHWEH, Rudolf. Wissenschaft, Universität, Profession: Soziologische Analysen. Frankfurt a. M.: Suhrkamp, 1994.

TEIXEIRA, Anísio. Educação e o mundo moderno. São Paulo: Ed. Nacional, 1977.

TENORTH, Heinz-Elmar. Bildungstheorie und Bildungsforschung, Bildung und kulturelle Basiskompetenzen – ein Klärungsversuch, auch am Beispiel der PISA-Studien. Zeitschrift für Erziehungswissenschaft. Volume 19, Supplement 1, p. 45–71, October 2016.

TENORTH, Heinz-Elmar. Evidenzbasierte Bildungsforschung vs. Pädagogik als Kulturwissenschaft – Über einen neuerlichen Paradigmenstreit in der wissenschaftlichen Pädagogik. In: Nevelestudomany, 2014, 3, p. 5-21.

TENORTH, Heinz-Elmar. Les sciences de l'éducation en Allemagne: Un cheminement vers la modernité entre science, profession enseignante et politique. In : HOFSTETTER, Rita (org.). Le pari des sciences de l'éducation. Louvain-la-Neuve: De Boeck Supérieur, 2001, p. 117-145.




DOI: https://doi.org/10.5902/1984644438219

CONTATO:

E-mail: revistaeducacaoufsm@gmail.com

Universidade Federal de Santa Maria (UFSM)
Centro de Educação - Lapedoc - Prédio 16
Av. Roraima, 1000 - Cidade Universitária
97105-900 - Santa Maria - RS, Brasil.
Telefone: +55 55 3220 8795

Link: https://periodicos.ufsm.br/reveducacao


ISSN Eletrônico: 1984-6444

DOI: http://dx.doi.org/10.5902/19846444

Qualis/Capes: Educação A1

Periodicidade: Publicação contínua

O recebimento de artigos caracteriza-se por fluxo contínuo sem que seja possível prever a data de sua publicação.

 

A Revista Educação (UFSM) agradece auxílio recebido por meio do Edital Pró-Revistas, da Pró-Reitoria de Pós-Graduação e Pesquisa, da Universidade Federal de Santa Maria. 

This work is licensed under a Creative Commons Attribution 4.0 International (CC BY 4.0).

Contador de visitas
click counter
Contador de visitas

Acessos a partir de 30/11/2016

____________________________________________________

    

SalvarSalvarSalvarSalvarSalvarSalvar