Tradução e adaptação transcultural da escala de atividade física para pessoas com deficiência física (PASIPD BR)

Douglas Felipe Veroni Rodrigues, Fernanda Carolina Toledo da Silva, Richard Avery Washburn, Lígia Maria Presumido Braccialli

Resumo


A prática de atividade física regular é importante para proporcionar à pessoa com deficiência física bem-estar e melhor qualidade de vida. Observa-se uma carência de instrumentos padronizados e específicos na língua portuguesa para avaliação do nível de atividade física direcionados a essa população. O estudo teve como objetivo traduzir e adequar culturalmente o instrumento Physical Activity Scale for Individuals with Physical Disabilities – PASIPD para o português do Brasil. Para o processo de tradução e adaptação transcultural da escala, foram realizadas cinco etapas: 1) tradução inicial; 2) síntese da tradução; 3) retrotradução; 4) equivalência semântica e operacional; e, 5) Pré-teste. Na equivalência semântica, 7 itens obtiveram índice de concordância abaixo de 70%. No pré-teste o instrumento foi testado com adultos com deficiência física, por seis profissionais especialistas na área de Reabilitação Física. Nessa etapa apenas um item teve índice de concordância abaixo de 70%. Após a adequação dos itens que apresentaram dificuldade a escala foi considerada adequada culturalmente para verificar o nível de atividade física em indivíduos com deficiência física no Brasil.


Palavras-chave


Atividade física; deficiência física; instrumento de avaliação.

Texto completo:

PDF HTML

Referências


BEATON, Dorcas. et al. Guidelines for the process of cross-cultural adaptation of self-report measures. Spine (Phila Pa 1976). n.24, v.25, p.3186-91, dez.2000.

BORSA, Juliane Callegaro; DAMÁSIO, Bruno Figueiredo; BANDEIRA, Denise Ruschel. Cross-Cultural Adaptation and Validation of Psychological Instruments. Paidéia. n.53, v.22, p.423-32, set./dez.2012.

BRACCIALLI, Ana Carla. Tradução e adaptação transcultural do instrumento educational technology predisposition assessment - Et PA. Pós-Graduação em Educação (Mestrado), Faculdade de Filosofia e Ciências, Universidade Estadual Paulista – Marília. 2017.

CARROLL, Dianna D. et al. Vital Signs: Disability and Physical Activity -- United States, 2009-2012. Morb Mortal Wkly Rep. n.18, v.63, p. 407–13, maio 2014.

CASTRO, Oscar. et al. A scoping review on interventions to promote physical activity among adults with disabilities. Disabil Health J. n.2, v.11, p.174-183, abr. 2017. Disponível em: https://doi.org/10.1016/j.dhjo.2017.10.013. Acesso em: 3 set. 2019.

CECILIO, Sumaya Giarola. Adequação cultural: Etapa complementar à tradução e adaptação de instrumentos em saúde. Pós-Graduação em Enfermagem (Mestrado), Escola de Enfermagem, Universidade Federal de Minas Gerais - UFMG Belo Horizonte. 2016.

COSTER, Wendy Jane; MANCINI, Marisa Cotta. Recommendations for translation and cross-cultural adaptation of instruments for occupational therapy research and practice. Rev Ter Ocup da Univ São Paulo [Internet]. n.1, v.26, p.50-7 abr.2015. Disponível em: https://doi.org/10.11606/issn.2238-6149.v26i1p50-57. Acesso em: 13 set. 2019.

CUNHA, Cristiane Martins; DE ALMEIDA NETO, Omar Pereira; STACKFLETH, Renata. Principais métodos de avaliação psicométrica da validade de instrumentos de medida. Revista de Atenção à Saúde, v. 14, n. 47, p. 75-83, 2016.

DE GROOT, S. et al. Evaluation of the physical activity scale for individuals with physical disabilities in people with spinal cord injury. Spinal Cord [Internet]. n.7, v.48, p.542-7, 2010. Disponível em: http://www.nature.com/doifinder/10.1038/sc.2009.178. Acesso em: 1 ago. 2019.

DRIGNY, Joffrey. Transcultural validation of the physical activity scale for individuals with physical disabilities (PASIPD) in French: The PASIPD-Fr (PASIPD-Fr). In: ClinicalTrials.gov. 2019. Disponível em: https://clinicaltrials.gov/ct2/show/NCT04061616. Acesso em 10 out. 2019.

EISENBERG, Yochai; VANDERBOM, Kerri A.; VASUDEVAN, Vijay. Does the built environment moderate the relationship between having a disability and lower levels of physical activity? A systematic review. Prev Med (Baltim) [Internet]. Elsevier Inc. v. 95, suplemento, p.75–84, fev. 2017. Disponível em: http://dx.doi.org/10.1016/j.ypmed.2016.07.019. Acesso em: 3 set. 2019.

FAGUNDES, Antônio Jayro da Fonseca Motta. Descrição, definição, e registro de comportamento. São Paulo: Edicon, 12 ed., 1999.

GUILLEMIN, Francis; BOMBARDIER, Claire; BEATON, Dorcas. Cross-cultural adaptation of health-related quality of life measures: Literature review and proposed guidelines. J Clin Epidemiol [Internet]. n.12, v.46, p.1417–32, dez.1993. Disponível em: http://linkinghub.elsevier.com/retrieve/pii/089543569390142N. Acesso em: 1 ago. 2019.

JIMENEZ-MORENO, Aura Cecilia. et al. Measuring Habitual Physical Activity in Neuromuscular Disorders: A Systematic Review. J Neuromuscul Dis. n.1, v. 4, p. 25-52, fev. 2017.

MAT ROSLY, Maziah. et al. Malaysian adaptation of the physical activity scale for individuals with physical disabilities in individuals with spinal cord injury, Disability and Rehabilitation, n.27, p.1-9, jan.2019. Disponível em: https://doi.org/10.1080/09638288.2018.1544294. Acesso em: 1 ago. 2019.

MEDEIROS, Rosana Kelly da Silva et al. Modelo de validação de conteúdo de Pasquali nas pesquisas em Enfermagem. Revista de Enfermagem Referência, n. 4, p. 127-135, 2015.

MELCHIORS, Ana Carolina; CORRER, Cassyano Januário; FERNÁNDEZ-LLIMOS, Fernando. Tradução e Validação para o Português do Medication Regimen Complexity Index. Arq Bras Cardiol. n.4, v.89, p.210-8, out.2007.

PASQUALI, L. Instrumentação psicológica: Fundamentos e práticas. Porto Alegre, Brasil: Artmed, 2010.

PICON, Patrícia. et al. Desenvolvimento da versão em português do Social Phobia and Anxiety Inventory (SPAI). Rev Psiquiatr do Rio Gd do Sul. n.1, v.27, p.40-50, jan/abr.2005

REICHENHEIM, Michael Eduardo; MORAES, Claudia Leite. Operacionalização de adaptação transcultural de instrumentos de aferição usados em epidemiologia. Rev Saúde Pública. n.4, v.41, p.665-73, 2007.

SARDINHA, Aline. et al. Tradução e adaptação transcultural do Questionário de Atividade Física Habitual. Rev Psiq Clín. n.1, v.37, p.16-22, jan. 2010.

SHAW, Robert B. et al. The technical quality of online leisure time physical activity resources for people with physical disabilities. Disabil Health J [Internet]. Elsevier Inc. n.10, v.1, p.93-9, jan. 2017. Disponível em: http://dx.doi.org/10.1016/j.dhjo.2016.09.002. Acesso em: 13 set. 2019.

SHIELDS, Nora; SYNNOT, Anneliese. Perceived barriers and facilitators to participation in physical activity for children with disability: a qualitative study. BMC Pediatrics; p. 1-10, 2016.

SILVA, Fernanda Carolina Toledo da. Nível de atividade física, participação e qualidade de vida de pessoas com deficiência física em diferentes contextos. Pós-Graduação em Educação (Doutorado), Faculdade de Filosofia e Ciências, Universidade Estadual Paulista – Marília. 2019.

SKATTEBOE, Sigrid. et al. One-year trajectories of motivation and physical activity in persons with disabilities. J Rehabil Med, n.48, p.371-377, 2016

SOUZA, Ana Cláudia de; ALEXANDRE, Neusa Maria Costa; GUIRARDELLO, Edinêis de Brito. Propriedades psicométricas na avaliação de instrumentos: avaliação da confiabilidade e da validade. Epidemiologia e Serviços de Saúde, v. 26, p. 649-659, 2017.

ULAŞ, Kardem; TOPUZ, Semra; DİNÇ HORASAN, Gönül. The validity and reliability of the Turkish version of the Physical Activity Scale for Individuals with Physical Disabilities (PASIPD). Turk J Med Sci, n.49, p.1-6, 2019

VAN DEN BERG-EMONS, Rita J. et al. Validation of the physical activity scale for individuals with physical disabilities. Arch Phys Med Rehabil [Internet]. Elsevier Inc. n.6, v.92, p.923-8, jan.2011. Disponível em: http://dx.doi.org/10.1016/j.apmr.2010.12.006. Acesso em: 13 set. 2019.

VAN DER PLOEG, Hidde P. et al. The Physical Activity Scale for Individuals with Physical Disabilities: Test-Retest Reliability and Comparison with an Accelerometer. J Phys Act Heal [Internet]. n.1, v.4, p.96-100, jan. 2007. Diponível em: http://journals.humankinetics.com/doi/10.1123/jpah.4.1.96. Acesso em: 10 out.2019.

WASHBURN, Richard A. et al. The physical activity scale for individuals with physical disabilities: Development and evaluation. Arch Phys Med Rehabil. n.2, v.83, p.193-200, fev. 2002.




DOI: https://doi.org/10.5902/1984686X41214

CONTATO:

E-mail: revistaeducacaoespecial.ufsm@gmail.com

Universidade Federal de Santa Maria (UFSM)
Centro de Educação - Lapedoc
Av. Roraima, 1000 - Cidade Universitária
97105-900 - Santa Maria - RS, Brasil.
Telefone: +55 55 3220 8795

Link: https://periodicos.ufsm.br/educacaoespecial

 

ISSN eletrônico: 1984-686X

DOIhttp://dx.doi.org/10.5902/1984686X

Qualis/Capes: Educação A2

Periodicidade: Publicação contínua

O recebimento de artigos caracteriza-se por fluxo contínuo sem que seja possível prever a data de sua publicação.

 

A Revista Educação Especial agradece auxílio recebido por meio do Edital Pró-Revistas, da Pró-Reitoria de Pós-Graduação e Pesquisa, da Universidade Federal de Santa Maria. 

 

 Creative Commons License

This work is licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial 4.0 International (CC BY-NC 4.0)

Contador de visitas
click counter
Contador de visitas

Acessos a partir de 30/11/2016

__________________________________________________