Perfil escolar de estudantes com deficiência na Educação de Jovens e Adultos, nível ensino médio

Graciliana Garcia Leite, Juliane Aparecida de Paula Perez Campos

Resumo


O objetivo do estudo foi analisar o perfil escolar de estudantes com deficiência matriculados na Educação de Jovens e Adultos (EJA), nível ensino médio.  O estudo contou com a participação de 10 estudantes de diferentes escolas estaduais de três municípios do interior do estado de São Paulo. Para coleta de dados, aplicou-se o questionário socioeconômico adaptado do Exame Nacional para Certificação de Competências de Jovens e Adultos (ENCEJA 2013). Os resultados indicaram perfil jovem dos estudantes, predominância do sexo masculino, baixo nível escolaridade dos pais, perfil econômico baixo e fragmentação do processo de escolarização, caracterizado pela interrupção dos estudos. Foi possível concluir que os estudantes reconhecem que o retorna a escola representa a oportunidade ascensão profissional, rompendo com o processo de fragmentação escolar. Destacamos a relevância do estudo, pois é necessário conhecer o perfil dos estudantes que frequentam a EJA, como forma de compreender sua caracterização e trajetória escolar, oportunizando o desenvolvimento educacional destes sujeitos no contexto do ensino regular.


Palavras-chave


Educação Especial. Educação de Jovens e Adultos. Ensino Médio.

Texto completo:

PDF

Referências


AJALA, M.C. Aluno EJA: motivos de abandono e retorno escolar na modalidade EJA e expectativas pós EJA em Santa Helena – PR. Monografia de Especialização – Universidade Tecnológica Federal do Paraná. 44 p. 2011. Disponível em:< http://repositorio.roca.utfpr.edu.br/jspui/bitstream/1/1647/1/MD_PROEJA_2012_IV_16.pdf>. Acesso em: 20 mar. 2016.

ANTUNES, V.; KATIUSCIA, C. História de Vida de alunos com deficiência intelectual: percurso escolar e a constituição do sujeito. 2012. 154 f. Tese de Doutorado – Faculdade de Educação, Universidade do Estado do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 2012. Disponível em: < http://www.eduinclusivapesq-uerj.pro.br/images/pdf/KatiusciaAntunes_Tese_2012.pdf >. Acesso em: 10 fev. 2016.

BRASIL. Ministério da Educação e Cultura (MEC). Lei nº 9394, 20 de dezembro de 1996. Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional. Brasília, DF, 1996. Disponível em: < http://portal.mec.gov.br/seesp/arquivos/pdf/lei9394_ldbn1.pdf >. Acesso em: 25 ago. 2015.

BRASIL. Ministério da Educação e Cultura (MEC). Secretaria da Educação Especial. Política Nacional de Educação Especial, na perspectiva da Educação Inclusiva. Brasília: MEC/SEESP, 2008. Disponível em: < http://portal.mec.gov.br/index.php?option=com_docman&view=download&alias=16690-politica-nacional-de-educacao-especial-na-perspectiva-da-educacao-inclusiva-05122014&Itemid=30192 >. Acesso em: 01 mar. 2016.

BRASIL. Ministério da Educação e Cultura (MEC). Resolução SE 3, de 13-1-2010: Dispõe sobre alterações na organização dos cursos de Educação de Jovens e Adultos, mantidos pelas escolas estaduais. Brasília, 2010b. Disponível em: < http://siau.edunet.sp.gov.br/ItemLise/arquivos/03_10.HTM?Time=26/01/2016%2014:10:28 >. Acesso em: 29 mar. 2016.

BRUNEL, C. Jovens cada vez mais jovens na educação de jovens e adultos. 3ª ed. Porto Alegre: Mediação, 2004. 144p.

FOGLI, B.F.C.D.F.; A dialética da inclusão em educação: uma possibilidade em um cenário de contradições “Um estudo de caso sobre a implementação da política de inclusão para alunos com deficiências na rede de ensino Faetec”. 2010. 173 f. Tese de Doutorado - Faculdade de Educação, Universidade do Estado do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 2010. Disponível em: < http://www.eduinclusivapesq-uerj.pro.br/images/pdf/BiancaFogli_Tese_2010.pdf >. Acesso em: 10 jul. 2015.

FERREIRA, L.D.M. Juvenilização na educação de jovens e adultos de Ouro Preto/MG: trajetórias e perspectivas dos estudantes mais jovens. 2015. 122 f. Dissertação de Mestrado em Educação – Programa de Pós-Graduação da Universidade Federal de Ouro Preto. Mariana, Minas Gerais. Disponível em: < http://www.repositorio.ufop.br/bitstream/123456789/5428/1/DISSERTA%C3%87%C3%83O_Juveniliza%C3%A7%C3%A3oEduca%C3%A7%C3%A3oJovens.pdf >. Acesso em: 15 out. 2015.

FRANCO, M.L.P.B. Análise de conteúdo. 2 ed. Brasília: Liber Livro Editora, 2005.

FREITAS, M.A.S. Estudantes com deficiência intelectual na educação de jovens e adultos: interfaces do processo de escolarização. 2014. 140 f. Dissertação de mestrado em Educação - Departamento de Educação Especial da Universidade Federal de São Carlos: São Carlos. Disponível em: < http://www.bdtd.ufscar.br/htdocs/tedeSimplificado//tde_busca/arquivo.php?codArquivo=7969 >. Acesso em: 20 fev. 2016.

GONÇALVES, T.G.G.L.; MELETTI, S. Escolarização de alunos com deficiência da educação de jovens e adultos: uma análise dos indicadores educacionais brasileiros 2012. In: VI Seminário Nacional de pesquisa em educação especial. Londrina – ES, 2011. Disponível em: < http://www.uel.br/pos/mestredu/images/stories/downloads/dissertacoes/2012/2012_-_GONCALVES_Taisa_Grasiela_Gomes_Liduenha.pdf >. Acesso em: 01 mar. 2016.

HAAS, C. Educação de jovens e adultos e educação especial: a (re)invenção da articulação necessária entre as áreas. Revista Educação. Santa Maria, v. 40, n. 2, p. 347-360, maio/ago. 2015. Disponível em: < http://periodicos.ufsm.br/reveducacao/article/view/9038/0 >. Acesso em: 01 mar. 2016.

HAAS, C. Narrativas e percursos escolares de jovens e adultos com deficiência: “Isso me lembra uma história”. 2013. 216 f. Dissertação (Mestrado em Educação). Faculdade de Educação, Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 2013. Disponível em: < https://www.lume.ufrgs.br/bitstream/handle/10183/70601/000877766.pdf?sequence=1 >. Acesso em: 01 mar. 2015.

HADDAD, S.; DI PIERRO, M.C. Aprendizagem de jovens e adultos: avaliação da década da educação para todos. São Paulo Perspec. São Paulo, v. 14, n. 1, p. 29-40, mar. 2000. Disponível em: . Acesso em: 01 mar. 2015.

HADDAD, S.; DI PIERRO, M.C. Transformações nas políticas de Educação de Jovens e Adultos no Brasil no início do terceiro milênio: uma análise das agendas nacional e internacional. Cad. Cedes, Campinas, v. 35, n. 96, p. 197-217, maio-ago., 2015. Disponível em: < http://www.scielo.br/pdf/ccedes/v35n96/1678-7110-ccedes-35-96-00197.pdf >. Acesso em: 01 mar. 2015.

KHOL, M. Jovens e adultos como sujeitos de conhecimento e aprendizagem. In: Revista Brasileira de Educação, n.12, p. 59-73, set/out/nov/dez, 1999.

LAPLANE, A.L.F. Condições para o ingresso e permanência de alunos com deficiência na escola. Cad. CEDES, Campinas, v. 34, n. 93, p. 191-205, mai. 2014. Disponível em: . Acesso em 19 de mar. 2016.

LIMA, F. O.; SILVA, N.R. Educação inclusiva de jovens e adultos em um município do interior de São Paulo. R e v i s t a C a d e r n o s d e E d u c a ç ã o., n.5 2, p.1-21, 2015. Disponível em: https://periodicos.ufpel.edu.br/ojs2/index.php/caduc/article/viewFile/7312/5120. Acesso em: 01 fev. 2016.

MELETTI, S. M. F. A inclusão de alunos com necessidades educacionais especiais no sistema regular de ensino no município de Londrina. In: 32ª Reunião Anual da ANPED: Sociedade, cultura e educação: novas regulações. Caxambu. 2009. p. 01- 12.

MOREIRA, L. C.; CARVALHO, A. P. de. (Des)continuidade nos estudos de alunos com deficiência na trajetória do Ensino Fundamental ao Médio: uma análise inicial dos microdados MEC/INEP. Revista Educação Especial, Santa Maria, p. 283-298, jun. 2014. Disponível em: . Acesso em: 30 jan. 2017.

SANTOS, W. R. Deficiência e BPC: o que muda na vida das pessoas atendidas? Revista

Ciência e Saúde coletiva. v. 16, supl. 1. P. 787 – 796, 2011. Disponível em: < http://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttex&pid=S1413-81232011000700009&Ing=pt&nrm=iso&tlng=pt. >Acesso em 13 mai. 2014.




DOI: http://dx.doi.org/10.5902/1984686X27878

CONTATO:

E-mail: revistaeducacaoespecial.ufsm@gmail.com

Universidade Federal de Santa Maria (UFSM)
Centro de Educação - Lapedoc
Av. Roraima, 1000 - Cidade Universitária
97105-900 - Santa Maria - RS, Brasil.
Telefone: +55 55 3220 8795

Link: https://periodicos.ufsm.br/educacaoespecial

 

ISSN eletrônico: 1984-686X

DOIhttp://dx.doi.org/10.5902/1984686X

Qualis/Capes: Educação A2

 

 

Periodicidade – Publicação contínua


O recebimento de artigos caracteriza-se por fluxo contínuo sem que seja possível prever a data de sua publicação.

 

 Creative Commons License

This work is licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial 4.0 International (CC BY-NC 4.0)

Contador de visitas
click counter
Contador de visitas

Acessos a partir de 30/11/2016

____________________________________________________