Orientação profissional para estudantes universitários com deficiências: conceitos, políticas e práticas

Autores

  • Liz Amaral Saraiva Morgado Universidade Federal de São Carlos, São Carlos, São Paulo, Brasil. http://orcid.org/0000-0002-2872-9931
  • Leonardo Santos Amâncio Cabral Universidade Federal de São Carlos, São Carlos, São Paulo, Brasil.

DOI:

https://doi.org/10.5902/1984686X53123

Palavras-chave:

Educação Especial, Educação Superior, mundo do trabalho.

Resumo

As discussões inerentes às pessoas com deficiências que têm ingressado na Educação Superior e no mundo de trabalho incitam a necessidade de subsídios teóricos, políticos e práticos para a promoção de sua orientação acadêmico-profissional. Nesse sentido, a presente pesquisa objetivou: a) identificar produções científicas nacionais e internacionais que tiveram como foco temático a orientação profissional de estudantes universitários com deficiência; b) analisar a inter-relação entre os conteúdos das produções científicas e os documentos oficiais nacionais; e c) identificar e analisar elementos que possam constituir a elaboração e implantação de serviços de orientação profissional. Trata-se de uma revisão bibliográfica sistemática integrativa, valendo-se de descritores Thesaurus e operadores booleanos. Por meio do Portal de Periódicos Capes e Redalyc, foi possível a identificação, análise e discussões no âmbito das seguintes unidades temáticas: Documentos Norteadores Governamentais; Medidas Administrativas Institucionais; Estratégias Didático-Pedagógicas e Curriculares; Programas e Atividades de Extensão; Atores e Formação para a Orientação Profissional; Materiais e Instrumentos. A análise integrativa indicou que um programa adequado de orientação profissional para estudantes universitários com deficiência deva ser proposto sob uma perspectiva biopsicossocial, envolvendo as instituições de ensino e o mundo do trabalho, fomentando a autonomia, o reconhecimento de suas identidades, diferenças, expectativas profissionais e de vida, sob a perspectiva do lifelong learning.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Liz Amaral Saraiva Morgado, Universidade Federal de São Carlos, São Carlos, São Paulo, Brasil.

Doutoranda na Universidade Federal de São Carlos, São Carlos, São Paulo, Brasil.

Leonardo Santos Amâncio Cabral, Universidade Federal de São Carlos, São Carlos, São Paulo, Brasil.

Professor doutor na Universidade Federal de São Carlos, São Carlos, São Paulo, Brasil.

Referências

AGUIAR, Wanda Maria Junqueira; BOCK, Ana Maria Bahia; OZELLA, Sérgio. A orientação profissional com adolescentes: um exemplo de prática na abordagem sócio-histórica. In: BOCK, Ana Maria Bahia; GONÇALVES, Maria da Graça; FURTADO, Odair. (Org.), Psicologia sócio-histórica: uma perspectiva crítica em psicologia. São Paulo: Cortez, 2009.

ALFREDO, Raquel Antonio. Aproximações explicativas a partir da análise de sentidos e significados constituídos em espaços/ momentos/situações de escolha na escola. (Dissertação de Mestrado). Programa de Pós-Graduação em Educação, Pontifícia Universidade Católica de São Paulo – PUC. 2006.

AMBIEL, Rodolfo Augusto Matteo; POLLI, Mariana Fralleti. Análise da produção científica brasileira sobre avaliação psicológica em Orientação Profissional. Estudos Interdisciplinares em Psicologia, Londrina, v. 2, n. 1, p. 103-121, jun. 2011.

ARENDT, Hanna. A condição humana. Rio de Janeiro: Forense Universitária, 2018.

BOTELHO, Louise Lira Roedel; CUNHA, Cristiano Castro de Almeida; MACEDO, Marcelo. O método da revisão integrativa nos estudos organizacionais. Gestão e Sociedade, v. 5, n. 11, p. 121-136, 2 dez. 2011.

BRASIL. Constituição da República Federativa do Brasil, de 5 de outubro de 1988. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/constituicao/constituicao.htm. Acesso em: 23 set. 2020.

BRASIL. Decreto nº 3.298, de 20 de dezembro de 1999. Regulamenta a Lei nº 7.853, de 24 de outubro de 1989, que dispõe sobre a Política Nacional para a Integração da Pessoa Portadora de Deficiência, consolida as normas de proteção, e dá outras providências. Disponível em: https://www2.camara.leg.br/legin/fed/decret/1999/decreto-3298-20-dezembro-1999-367725-norma-pe.html. Acesso em: 23 set. 2020.

BRASIL. Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (INEP). Diretoria de Estatísticas Educacionais. Censo da Educação Superior: microdados. Rio de Janeiro. Disponível em: http://portal.inep.gov.br/web/guest/microdados. Acesso em: 20 fev. 2020.

BRASIL. Lei nº 5.692, de 11 de agosto de 1971. Fixa diretrizes e Bases para o ensino de 1° e 2º graus, e dá outras providências. Disponível em: https://www2.camara.leg.br/legin/fed/lei/1970-1979/lei-5692-11-agosto-1971-357752-norma-pl.html. Acesso em: 23 set. 2020.

BRASIL. Lei nº 8.213, de 24 de julho de 1991. Dispõe sobre os Planos de Benefícios da Previdência Social e dá outras providências. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/l8213cons.htm. Acesso em: 23 set. 2020.

BRASIL. Lei n. º 9.394/96, de 20 de dezembro de 1996. Estabelece as Diretrizes e Bases da Educação Nacional. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/l9394.htm. Acesso em: 23 set. 2020.

BRASIL. Lei nº 13.146, de 6 de julho de 2015. Institui a Lei Brasileira de Inclusão da Pessoa com Deficiência (Estatuto da Pessoa com Deficiência). Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2015-2018/2015/lei/l13146.htm. Acesso em: 23 set. 2020.

BRASIL. Ministério da Economia. 2019. Relação Anual de Informações Sociais [RAIS]. Disponível em: https://www.gov.br/economia/pt-br/assuntos/noticias/2019/02/contratacao-de-pessoas-com-deficiencia-bate-recorde-apos-fiscalizacao-do-trabalho. Acesso em: 29 jun. 2020.

BRASIL. Portal Educação. Consultor de Carreira: o que faz? Disponível em: https://www.portaleducacao.com.br/conteudo/artigos/conteudo/consultor/50651. Acesso em: 04 mar. 2019.

CABRAL, Leonardo Santos Amâncio; MENDES, Enicéia Gonçalves; ANNA, Lucia de. Orientação acadêmica e profissional dos estudantes com deficiência nas universidades italianas. Revista Ibero-Americana de Estudos em Educação, [S.l.], p. 615-630, ago. 2015.

CABRAL, Leonardo Santos Amâncio; SANTOS, Vivian; MENDES, Enicéia Gonçalves. Educação especial na educação superior: podemos falar em democratização do acesso? Educação e Fronteiras, Dourados, v. 8, n. 23, p. 111-126, ago. 2018.

CASTRO, Bianca Gomes da Silva Muylaert Monteiro; AMARAL, Shirlena Campos de Souza; BORGES, Luís Felipe Câmara. A inclusão da pessoa com deficiência no mercado de trabalho: perspectivas sobre a exclusão produtiva. Revista on line de Política e Gestão Educacional, [S.l.], p. 1433-1447, set. 2017.

CAVALCANTE, Roberta Maria Fernandes; RODRIGUES, Yangla Kelly Oliveira; NETTO, Raymundo. Enem Projeto de Vida: profissão e carreira. Fortaleza: Fundação Demócrito Rocha/Uane. 2015.

CHIAVENATO, Idalberto. Gestão de Pessoas: o novo papel dos recursos humanos nas organizações. São Paulo: Manole, 2014.

Department of Education and Science. Learning for Life: Paper on Adult Education. Dublin: Stationery Office. Commission of the European Communities: "Adult learning: It is never too late to learn". (2000). Disponível em: https://eur-lex.europa.eu/legal-content/EN/ALL/?uri=CELEX:52006DC0614. Acesso em 23 set. 2020.

EGIDO GÁLVEZ, Inmaculada; CERRILLO MARTIÍN, Rosario; CAMINA DURANTES, Asunción. La inclusión social y laboral de las personas con discapacidad intelectual mediante los programas de empleo con apoyo. Un reto para la Orientación. REOP - Revista Española de Orientación y Psicopedagogía, [S.l.], v. 20, n. 2, p. 135-146. 2009.

GANONG, Lawrence. Integrative reviews of nursing research. Research in Nursing & Health, v. 10, n. 11, p. 1-11. 1987.

GARCÍA, Maria Ángeles Segura; MARTÍNEZ-VICENTE, José Manuel; GARCÍA MARTÍNEZ, Isabel. Relación entre el desarrollo vocacional eficaz y los factores de elección en titulados universitarios con discapacidad activos laboralmente. Un estudio preliminar. REOP - Revista Española de Orientación y Psicopedagogía, [S.l.], v. 26, n. 3, p. 8-25, abr. 2015.

GONZÁLEZ, Manuel Álvarez; GARCÍA, Maria Fe Sanchez. Concepto, evolución y enfoques teóricos de la orientación professional. In: GARCÍA, Maria Fe Sanchez; GONZÁLEZ, Manuel Álvarez (Org). Bases teórico-prácticas de la orientación profesional. Madrid: UNED, 4-48. 2012.

GUILLAMÓN, José Rafael; RODRIGUEZ, Víctor. Atención y orientación a los estudiantes con discapacidad en la UNED. REOP - Revista Española de Orientación y Psicopedagogía, [S.l.], v. 21, n. 2, p. 391-400, jan. 2014.

HOUAISS, Antonio. Dicionário Houaiss da Língua Portuguesa. Rio de Janeiro: Ed. Objetiva, 2001.

LEHMAN, Yvette Piha. Orientação profissional na pós-modernidade, In: LEVENFUS, Rosane Schotgues; SOARES, Dulce Helena Penna et al. (Org). Orientação Vocacional Ocupacional. Porto Alegre: Artmed, 2010.

ITÁLIA. Legge quadro nº 104, 05 febbraio 1992. Legge-quadro per l'assistenza, l'integrazione sociale e i diritti delle persone handicappate. Disponível em: https://archivio.pubblica.istruzione.it/news/2006/allegati/legge104_92.pdf. Acesso em: 23 set. 2019.

LISBOA, Marilu. Orientação profissional e mundo do trabalho: reflexões sobre uma nova proposta frente a um novo cenário. In: LEVENFUS, Rosane Schotgues; SOARES, Dulce Helena Penna (Org.) Orientação vocacional ocupacional: novos achados teóricos, técnicos e instrumentais para a clínica, a escola e a empresa. Porto Alegre: Art Med, 2002.

LLEDÓ, Gonzalo Lorenzo; CARRERES, Asunción Lledó; LLEDÓ, Alejandro Lorenzo; VERA, Graciela Arráez. La acción tutorial como acompañamiento en el alumnado universitário con discapacidad: hacia una educación inclusiva. International Journal of Developmental and Educational Psychology, v. 4, n. 1, p. 137-144. 2017.

MELNYK, Bernadette Mazurek; FINEOUT-OVERHOLT, Ellen; STILLWELL, Susan; WILLIAMSON, Kathleen. The Seven Steps of Evidence-Based Practice: Following this progressive, sequential approach will lead to improved health care and patient outcomes. American Journal of Nursing, v. 110, n. 1, p. 51-53. 2010.

MELO-SILVA, Lucy Leal. Ética e competência na prática da orientação profissional. In: MELO-SILVA, Lucy Leal; SANTOS, Manoel Antonio; SIMÕES, Joab Tenysson; AVI, Maria Cecília. Orientação profissional: teoria e prática - Arquitetura de uma ocupação. São Paulo: Vetor, p. 69-90. 2003.

MELO-SILVA, Lucy Leal; LASSANCE, Maria Célia Pacheco; SOARES, Dulce Helena Penna. A orientação profissional no contexto da educação e trabalho. Revista Brasileira de Orientação Profissional, São Paulo, v. 5, n. 2, p. 31-52, dez. 2004.

NAG, Sonali. Re-thinking support: the hidden school-to-work challenges for individuals with special needs. International Journal of Educational Vocational Guidance, v. 11, p. 125-137, jun. 2011.

NELSON, Theodor Holm. A file structure for the complex: the changing and the indeterminate. In: Proceedings of the ACM 20th National Conference. 1965. pp. 84-100.

NÉRICE, Imideo Giuseppe. Introdução à orientação educacional. 5ª Ed. São Paulo: Atlas, 1992.

PINTO, Telma Maranhão Gomes; CASTANHO, Marisa Irene Siqueira. Sentidos da escolha e da orientação profissional: um estudo com universitários. Estud. psicol., v. 29, n. 3, p. 395-413, set. 2012.

ROTHER, Edna Terezinha. Revisão sistemática x revisão narrativa. Acta Paul. enferm. São Paulo, v. 20, n. 2, p. 5-6, jun. 2007.

SÁNCHEZ, Maria Tamara Polo; JUSTICIA, Maria Dolores López. Transición al mundo laboral de estudiantes universitarios con discapacidad: experiencia de un programa formativo. REOP - Revista Española de Orientación y Psicopedagogía, [S.l.], v. 22, n. 3, p. 302-313, jan. 2014.

SOARES, Dulce Helena. O que é Orientação Profissional. São Paulo: Editora Brasiliense, 2009.

THE ECONOMIST. (2017, janeiro 14). Lifelong learning: how to survive in the age of automation – a special report. Equipping people to stay ahead of technological change. The Economist, Londres, Caderno 2, 1-8. Disponível em: https://learnmore.economist.com/story/585a4c7289933e0042490f8d/. Acesso em: 23 set. 2020.

WHITEMORE, Robin; KNAFL, Kathleen. The integrative review: updated methodology. Journal of Advanced Nursing, v. 52, n. 5, p. 546–553, dez. 2005.

Downloads

Publicado

2020-09-30

Como Citar

Morgado, L. A. S., & Cabral, L. S. A. (2020). Orientação profissional para estudantes universitários com deficiências: conceitos, políticas e práticas. Revista Educação Especial, 33, e45/ 1–20. https://doi.org/10.5902/1984686X53123

Edição

Seção

Artigos – Demanda contínua

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)