Atuação dos professores de Atendimento Educacional Especializado junto aos estudantes com deficiência durante a pandemia do COVID-19

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5902/1984686X64174

Palavras-chave:

Educação Inclusiva, Atendimento Educacional Especializado, Pandemia.

Resumo

A educação inclusiva acolhe a diversidade no ambiente escolar e as ações do Professor do Atendimento Educacional Especializado (AEE) são importantes para a efetivação da inclusão dos estudantes público-alvo da Educação Especial, que são os que apresentam deficiências, transtornos globais do desenvolvimento ou Altas habilidades/superdotação. Em 2020, as escolas precisaram suspender as aulas presenciais devido à pandemia do COVID-19. Assim, propôs-se esta pesquisa com o objetivo de analisar a atuação dos professores do AEE junto aos estudantes com deficiência da Educação Básica durante o período de isolamento social imposto pela pandemia do COVID-19. Este estudo consiste numa pesquisa descritiva, quantitativa e qualitativa desenvolvida por meio da aplicação de questionário virtual junto aos Professores do AEE. Participaram 100 professores do AEE que atuavam na Educação Básica. Nos resultados e discussão deste estudo apresenta-se, primeiramente, o perfil dos professores de AEE participantes e na sequência sua atuação durante o período da pandemia junto aos estudantes e suas famílias, bem como sua atuação em relação às demandas escolares inerentes a função. Os professores demonstraram preocupação que os estudantes mantivessem uma rotina de estudos para sua aprendizagem, bem como, demonstram sensibilidade às dificuldades que muitas famílias enfrentam em relação à internet e equipamentos para as aulas on-line. Buscavam, então, alternativas viáveis em cada realidade para que isso não fosse mais um aspecto de exclusão, diante de tantos obstáculos já enfrentados pelas famílias neste período. Recomenda-se a ampliação de pesquisas com a participação do Professor do AEE em diferentes regiões do país.

Biografia do Autor

Fernanda Matrigani Mercado Gutierres de Queiroz, Universidade Federal da Bahia, Salvador, BA

Professora doutora da Universidade Federal da Bahia, Salvador, BA, Brasil.

Márcia Helena da Silva Melo, Universidade de São Paulo, São Paulo, SP

Professora doutora da Universidade de São Paulo, São Paulo, SP, Brasil.

Referências

BRASIL. Resolução nº1 de 8 de junho de 2007. Estabelece normas para o funcionamento de cursos de pós-graduação lato sensu, em nível de especialização. Brasília, DF, 2007.

BRASIL. Resolução nº 4 de 2 de outubro de 2009. Institui Diretrizes Operacionais para o Atendimento Educacional Especializado na Educação Básica, modalidade Educação Especial, Brasília, DF, 2009.

BRASIL. Decreto nº7.611/2011. Promulgado pela Presidência da República. Dispõe sobre a educação especial, o atendimento educacional especializado e dá outras providências, Brasília, DF, 2011.

BRASIL, Parecer CNE/CP nº 5 de 28 de abril de 2020. Reorganização do Calendário Escolar e da possibilidade de cômputo de atividades não presenciais para fins de cumprimento da carga horária mínima anual, em razão da Pandemia da COVID-19, Brasília, DF, 2020.

CARMO, Bruno Cleiton Macedo do. et al. Políticas públicas educacionais e formação de professores: convergências e distanciamentos na área de Educação Especial. Revista Educação Especial, v. 32, 2019. Disponível em: https://periodicos.ufsm.br/educacaoespecial/article/view/39223

FERREIRA, Luciana Haddad; BARBOSA Andreza. Lições de quarentena: limites e possibilidades da atuação docente em época de isolamento social. Revista Práxis Educativa. v. 15, p. 1-24, Ed. UEPG, 2020. Disponível em: https://www.revistas2.uepg.br/index.php/praxiseducativa/issue/view/694. Acesso em: 18 nov. 2020.

GADOTTI. Moacyr. Boniteza de um sonho. Ensinar e aprender com sentido. Curitiba, Positivo. 2011.

IBGE. (2018). Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. PNAD contínua. Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua. Disponível em: https://biblioteca.ibge.gov.br/visualizacao/livros/liv101631_informativo.pdf. Acesso em 18 nov. 2020

INSTITUTO RODRIGO MENDES. Protocolos sobre Educação Inclusiva durante a pandemia da Covid-19: um sobrevoo por 23 países e organismos internacionais. 2020. Disponível em: https://institutorodrigomendes.org.br/wp-content/uploads/2020/07/protocolos-educacao-inclusiva-durante-pandemia.pdf.Acesso em 05 fev 2021.

MENEZES, Karina Moreira. P2H: pirâmide da pedagogia hacker: [vivências do (in)possível]. Tese (Doutorado em Educação) – Universidade Federal da Bahia. Faculdade de Educação, Salvador, 2018.

MIRANDA, Theresinha Guimarães. Articulação entre o Atendimento Educacional Especializado e o Ensino Comum: construindo sistemas educacionais inclusivos. Revista Cocar. Belém-Pará, Edição Especial, n.1, jan- jul. 2015. p. 81-100. Disponível em: https://periodicos.uepa.br/index.php/cocar/article/view/614. Acesso em: 18 de jul 2020.

OLIVEIRA, Ana Augusta. Sampaio de; LEITE, Lúcia. Pereira. Construção de um sistema educacional inclusivo. Ensaio: Avaliação e Políticas Públicas em Educação, v. 15, 2007, p. 511-524. Disponível em: https://www.scielo.br/pdf/ensaio/v15n57/a04v5715.pdf. Acesso em: 06 fev.2021.

PAGAIME, Adriana et al. Inclusão escolar em tempos de pandemia. Fundação Carlos Chagas, 2020. Disponível em: https://www.fcc.org.br/inclusao-escolar-em-tempos-de-pandemia/index.php. Acesso em: 18 nov. 2020.

QUEIROZ, Fernanda Matrigani Mercado Gutierres de. Tecnologia Assistiva e perfil funcional dos alunos com deficiência física nas salas de recursos multifuncionais. Dissertação (Mestrado em Educação). Universidade Estadual Paulista “JULIO DE MESQUITA FILHO.” Campus de Marília, 2015.

STAINBACK, Susan.; STAINBACK, William. Inclusão: um guia para educadores. Artmed, Ed. Porto Alegre: trad. Magda França Lopes, 1999.

TELLES, Priscila Moreira Corrêa (Org.) Guia Orientativo: Elaboração de materiais educativos acessíveis. NAPNE/ IFSP. 2020. Disponível em: https://www.ifsp.edu.br/ultimas-noticias/1660-napne-ifsp-lanca-guia-com-orientacoes-para-elaboracao-de-materiais-acessiveis. Acesso em 18 nov. 2020.

VIEIRA, Sonia. Como elaborar questionários. Ed. Atlas. São Paulo, 2009.

Downloads

Publicado

2021-07-27

Como Citar

Queiroz, F. M. M. G. de, & Melo, M. H. da S. (2021). Atuação dos professores de Atendimento Educacional Especializado junto aos estudantes com deficiência durante a pandemia do COVID-19. Revista Educação Especial, 34, e35/1–24. https://doi.org/10.5902/1984686X64174