Formas de conhecer em Educação Especial: mal-estar, discurso médico e vida ordinária na escola

André Luís de Souza Lima, Carla Karnoppi Vasques

Resumo


Este artigo busca questionar a pertinência e a premência do discurso médico em relação ao trabalho em sala de aula, propondo a discussão de seus efeitos e aventando uma alternativa epistêmica e discursiva fundamentada em uma experiência de formação em nível de extensão universitária. Como ponto de partida, o reconhecimento de um mal-estar evidenciado pelas queixas de angústia, desamparo e despreparo ante as demandas por ação pedagógica segundo uma epistemologia naturalista e reducionista. Escapar ao reducionismo do pensamento naturalista, do qual participa o ideal médico, pode passar por outra forma de construir conhecimento em educação e pelo fortalecimento da figura do professor, reafirmando seu protagonismo em assuntos pedagógicos e tomando o espaço educacional como manifesto na complexidade da vida e da linguagem ordinárias, incluindo suas manifestações ilógicas. São diferentes posições enunciativas que imprimem percursos escolares também diversos, cifrando destinos distintos para o conhecimento produzido em educação especial, bem como para alunos, escolas e professores.


Palavras-chave


Educação especial; Formação de Professores; Conhecimento.

Texto completo:

PDF

Referências


ALMEIDA, J. J. R. L. Algumas Considerações Filosóficas Sobre Delírio e Alucinação no DSM-IV. In: AIRES, S.; RIBEIRO, C. Ensaios de Filosofia e Psicanálise. Campinas: Mercado de Letras, 2008. p. 251-268. Disponivel em: . Acesso em: 2 março 2017.

APA. AMERICAN PSYCHIATRIC ASSOCIATION. Manual diagnóstico e estatísticos de transtornos mentais. 5ª. ed. Porto Alegre: Artmed, 2014.

BIRMAN, J. Estilo e modernidade em psicanálise. São Paulo: Ed. 34, 1997.

CLAVREUL, J. A ordem médica: poder e impotência do discurso médico. São Paulo: Brasiliense, 1983.

KIM, J. Fisicismo. Crítica na rede, 9 março 2006. Disponivel em: . Acesso em: 17 junho 2017. Artigo traduzido por Vitor Guerreiro.

MOSCHEN, S. Z.; GURSKI, R.; VASQUES, C. K. De jogos, profanações e gambiarras – por uma educação especial subversiva. Educação, Porto Alegre, v. 38, n. 2, p. 203-211, maio-ago 2015.

MUSIL, R. O homem sem qualidades. Rio de Janeiro: Nova Fronteira. 2006.

PEREC, G. A vida modo de usar: romances. São Paulo: Companhia das Letras. 2009.

PEREC, G. Aproximações do quê? Alea. v. 12, n. 1, jan-jun 2010. p. 178-180.

SKRTIC, T. La crisis en el conocimiento de la educación especial: una perspectiva sobre la pespectiva. In: FRANKLIN, B. Interpretación de la discapacidad: teoría e historia de la educación especial. Barcelona: Pomares-Corredor, 1996. p. 35-72.

TORRES, J. C. B. Atualidade da filosofia. In: REIS, R. R. D.; FAGGION, A. Um filósofo e a multiplicidade de dizeres: homenagem aos 70 anos de vida e 40 de Brasil de Zeljko Loparic. Campinas: UNICAMP - CLE, v. 57, 2010. p. 19-44.

ULLRICH, W. O outro na educação especial: uma abordagem pela lente do reconhecimento. Dissertação (Mestrado em Educação) – Pós-Graduação em Educação, Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 2016.

VOLTOLINI, R. Miséria ética na educação inclusiva: por uma inclusão política mais do que social. Educação, Porto Alegre, v. 38, n. 2, p. 222-229, maio-ago 2015.

WITTGENSTEIN, L. Livro Azul. Tradução de Jorge Mendes. Lisboa: Edições 70, 1958.

WITTGENSTEIN, L. Investigações filosóficas. Tradução de José Carlos Bruni. São Paulo: Abril Cultural, 1979.




DOI: http://dx.doi.org/10.5902/1984686X30118

CONTATO:

E-mail: revistaeducacaoespecial.ufsm@gmail.com

Universidade Federal de Santa Maria (UFSM)
Centro de Educação - Lapedoc
Av. Roraima, 1000 - Cidade Universitária
97105-900 - Santa Maria - RS, Brasil.
Telefone: +55 55 3220 8795

Link: https://periodicos.ufsm.br/educacaoespecial

 

ISSN eletrônico: 1984-686X

DOIhttp://dx.doi.org/10.5902/1984686X

Qualis/Capes: Educação A2

 

 

Periodicidade – Publicação contínua


O recebimento de artigos caracteriza-se por fluxo contínuo sem que seja possível prever a data de sua publicação.

 

 Creative Commons License

This work is licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial 4.0 International (CC BY-NC 4.0)

Contador de visitas
click counter
Contador de visitas

Acessos a partir de 30/11/2016

____________________________________________________