Indicadores na gestão universitária: uma metodologia de apoio

Autores

  • Antonio Carlos Miranda Centro Universitário Salesiano de São Paulo (UNISAL), campus Americana, SP.

DOI:

https://doi.org/10.5902/1984644413602

Palavras-chave:

Ensino Superior, avaliação, gestão

Resumo

O mote deste manuscrito é apresentar a construção e o uso de indicadores no processo de autoavaliação de uma universidade, como orientado pelo Sistema Nacional de Avaliação do Ensino Superior (SINAES). O uso de indicadores possibilita auxiliar a gestão da informação na instância decisória da instituição, principalmente em tempos em que a produção da informação é abundante. Neste estudo utilizaram-se dados da avaliação realizada pelo corpo discente entre 2008 e 2010 do Centro Universitário Salesiano de São Paulo (Unisal). Os resultados mostraram que a produção de indicadores deve ter legitimidade técnica, política e que deve ser produzido coletivamente dentro da instituição, pois somente a partir de um processo que reúne informações e dados coletivos, pode-se estimular a análise reflexiva das práticas em busca de melhorias em todos os níveis.

Biografia do Autor

Antonio Carlos Miranda, Centro Universitário Salesiano de São Paulo (UNISAL), campus Americana, SP.

Professor doutor no programa de Mestrado em Educação e na Graduação em Pedagogia.

 

Downloads

Publicado

2015-09-24

Como Citar

Miranda, A. C. (2015). Indicadores na gestão universitária: uma metodologia de apoio. Educação, 40(3), 631–644. https://doi.org/10.5902/1984644413602

Edição

Seção

Artigo Demanda Contínua

Artigos Semelhantes

1 2 3 4 > >> 

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.