A educação ambiental e atividades lúdicas: um incentivo a mudança de hábitos na geração de lixo

Autores

  • Leticia Mara Ceolin Antqueves Pontifícia Universidade Católica do Paraná, Curitiba, PR
  • Cláudia Regina Bosa Prefeitura Municipal de Curitiba, Curitiba, PR
  • Janete Dubiaski-Silva Pontifica Universidade Católica do Paraná, Curitiba, PR

DOI:

https://doi.org/10.5902/2236130818806

Palavras-chave:

Resíduos sólidos, Redução, Reutilização, Ensino fundamental

Resumo

Uma das metas da Educação Ambiental é sensibilizar a população para que se torne consciente e preocupada com o ambiente e seus problemas. Diante deste fato, com objetivo de chamar a atenção dos participantes das atividades do Acantonamento Ecológico quanto à percepção da quantidade de lixo produzida e descartada por eles, este trabalho propôs uma prática denominada “gincana do lixo” na qual os participantes (crianças de 5º ano da Rede Municipal de Ensino da cidade de Curitiba entre 9 a 12 anos), deveriam descartar os resíduos de forma correta nas lixeiras, Posteriormente houve uma discussão sobre os erros e acertos. Os participantes também foram provocados e observados durante a atividade e a partir dos resultados obtidos verificou–se a necessidade de trabalhar o tema não só na escola, mas, em conjunto com a família, pois apesar de todas as campanhas realizadas na mídia a fim de sensibilizar a população sobre a produção de resíduos, a prática das pessoas ainda está longe dos resultados esperados, para tanto deveremos investir em atividades que busquem a mudança de hábitos e podemos atingir esse objetivo por meio de jogos e atividades práticas que façam parte do cotidiano dos estudantes do ensino fundamental.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Leticia Mara Ceolin Antqueves, Pontifícia Universidade Católica do Paraná, Curitiba, PR

Possui graduação em Ciências Biológicas pela Pontifícia Universidade Católica do Paraná.

Cláudia Regina Bosa, Prefeitura Municipal de Curitiba, Curitiba, PR

Doutora em Microbiologia, Parasitologia e Patologia

Referências

Abralatas - Associação Brasileira dos Fabricantes de Latas de Alta Reciclabilidade [Internet] (BR) [cited 2015 jul 15] MUNDO: Índices de reciclagem da lata de alumínio para bebidas – 1991 a 2013 (em %) Available from: http://www.abralatas.org.br/grafico/grafico-8/

Alves, J. D. O luxo da casa do lixo: moradia e sustentabilidade. Goiânia: Ed da PUC Goiás; 2010.

Barbosa S. – 2000 – Classificação [Internet]. Lixo consciência sócio ambiental Jun 00 [cited 2013 Jul 8] Available from:

http://www.lixo.com.br/index.php?option=com_content&task=view&id=143&Itemid=

Bertoldo G, Lima DM. Levantamento sobre a separação de lixo na UTFPR - Câmpus Dois Vizinhos. In: II Seminário de Extensão e Inovação SEI'2012 [Internet]; 2012 set 17; Paraná, Brasil. 2012 [cited 2015 jul 03]. available at: http://www.sei.utfpr.edu.br/images/arquivos_2012/LEVANTAMENTO%20SOBRE%20A%20SEPARA%C3%87%C3%83O%20D %20LIXO%20NA%20UTFPR%20%E2%80%93%20C%C3%82MPUS%20DOIS%20VIZINHOS.pdf

Bidone FRA. Programa de pesquisa em saneamento básico. Metodologias e técnicas de minimização, reciclagem e reutilização de resíduos sólidos urbanos. Rio de Janeiro: ABES. 1999

Bosa CR. Franco JRS. Silva MET. Moraes SRM. Educação Ambiental: caminhos para mudar. Curitiba. Revista Acadêmica, 2007 v.5, n. 4, p. 425-435.

Bosa CR. Sobota AR. Educação Ambiental: no acantonamento ecológico, Curitiba, Paraná. Revista Monografias Ambientais [Internet]. 2011 [cited 2013 ago 13] v. 2, n. 2 (2011) Author’s manuscript available at: http://cascavel.ufsm.br/revistas/ojs-2.2.2/index.php/remoa/article/view/2651

Brasil. Lei 9.795, de 27 de abril de 1999. Publicada no Diário Oficial da União em 28 de abril de 1999

Comini GS. Honda IM. Fernandes JC. Maciel MSD. Digressão sobre a inserção da variável sustentabilidade socioambiental no planejamento estratégico das organizações. CEFET/RJ-CSF. Revista Tenda, 2007, n. 3.

Conselho Nacional do Meio Ambiente – CONAMA. Resolução CONAMA nº 275. Estabelece o código de cores para os diferentes tipos de resíduos. (Brasil): CONAMA 2001.

Dias GF. Educação Ambiental: Princípios e Práticas. São Paulo: Gaia. 2003.

Grippi S. Lixo: reciclagem e sua história: um guia para as prefeituras brasileiras. Rio de Janeiro: Interciência. 2001.

Kreppner K. [The child and the family: Interdependence in developmental pathways]. Psicologia: Teoria e Pesquisa, 2000, 16(1), 11-22.

Mafaldo MFG. Pinheiro KD. Ensinando técnicas de reciclagem, reutilização e redução dos resíduos sólidos urbanos para alunos do 4º ano do ensino fundamental da E E E F , Eduardo Vargas em Alegrete/RS. Revista Monografias Ambientais [Internet]. 2011 [cited 2013 jul 08] v. 3, n. 3 (2011) available at: http://cascavel.ufsm.br/revistas/ojs-2.2.2/index.php/remoa/article/view/3044/1824

Muniz C. – 2014 – Comunidade escolar será envolvida em programa de educação para sustentabilidade [internet]. Secretaria Municipal da Educação de Curitiba; [cited 2015 mar 7] Available from http://www.cidadedoconhecimento.org.br/cidadedoconhecimento/index.php?subcan=7&cod_not=41046

Rodrigues FL. Cavinatto MV. Lixo: De onde vem? Para onde vai? (2ª Ed) São Paulo: moderna 2003.

Secretaria de Estado do Meio Ambiente e Recursos hídricos (SEMA): Desperdício zero: comece não desperdiçando esta ideia. Paraná (Brasil): Governo do Estado do Paraná, 2009.

Simonetto EO, Borenstein D. Gestão operacional da coleta seletiva de resíduos sólidos urbanos – abordagem utilizando um sistema de apoio à decisão. Gest. Prod.[Internet]. 2006 [cited 2015 jul 03]; vol.13, n.3 Available from: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0104-530X2006000300008&lng=en&nrm=iso

Sociedade Brasileira de Zoologia (SBZ). Departamento de Zoologia, UFPR Curitiba, PR. 2012 Boletim informativo Número 103

Downloads

Publicado

2015-09-21

Como Citar

Antqueves, L. M. C., Bosa, C. R., & Dubiaski-Silva, J. (2015). A educação ambiental e atividades lúdicas: um incentivo a mudança de hábitos na geração de lixo. Revista Monografias Ambientais, 14(2), 183–192. https://doi.org/10.5902/2236130818806

Edição

Seção

PRÁTICAS EDUCATIVAS AMBIENTAIS

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

> >>