O uso de textos filosóficos em sala de aula: o que os professores pensam sobre isso?

Fábio Antonio Gabriel, Ana Lúcia Pereira

Resumo


Este artigo tem como objetivo analisar as percepções de professores de Filosofia em serviço sobre o uso de textos dos filósofos em sala de aula. O referencial teórico está relacionado à compreensão do papel da Filosofia na sociedade segundo Jaspers (1971) e a importância do uso de textos filosóficos em sala de aula. A pesquisa é de natureza qualitativa e os sujeitos são 32 professores de Filosofia da rede pública do Estado do Paraná, Brasil. Os dados foram coletados por meio de questionários e organizados e analisados por intermédio da análise de conteúdo, de onde foi possível identificar cinco categorias. Os resultados apontam que as percepções dos professores sobre o uso de textos dos filósofos em sala de aula estão relacionadas às questões sobre o ensino da Filosofia de forma reflexiva, como uma construção histórica e fundamental, para que o aluno viva uma experiência filosófica. 


Palavras-chave


Ensino de Filosofia; Leitura de textos filosóficos; Experiência filosófica

Texto completo:

PDF HTML

Referências


BARDIN, Laurence. Análise de conteúdo. São Paulo: Edições 70, 2011.

BOGDAN, Robert; BIKLEN, Sari. Investigação qualitativa em educação: uma introdução à teoria e aos métodos. Portugal: Porto Editora, 1994.

GABRIEL, Fábio Antonio. A aula de Filosofia enquanto experiência filosófica. Rio de Janeiro: Multifoco, 2017.

HORN, Geraldo Balduino; VALESE, Rui. O texto filosófico nas aulas de Filosofia do Ensino Médio: análise e proposição a partir da experiência paranaense. Filosofia e Educação, Campinas, v. 4, n. 1, p. 159-176, abr./set. 2012. DOI: https://doi.org/10.20396/rfe. v4i1.8635442

JASPERS, Karl. Introdução ao pensamento filosófico. Tradução de Leônidas Hegenberg e Octanny Silveira da Mota. São Paulo: Cultriz, 1971. MENDES, Ademir Aparecido Pinhelli; REZENDE, Edson Teixeira de. O uso de mapas conceituais para leitura de textos filosóficos em sala de aula no Ensino Médio. NESEF – Filosofia e Ensino, Curitiba, v. 3, n. 3, p. 35-48, jun./set. 2013. DOI: http://dx.doi.org/10.5380/nesef. v3i3.54667

NIETZSCHE, Friedrich. Obras incompletas. Tradução de Rubens R. Torres Filho. São Paulo: Abril Cultural, 1978 (Coleção Os Pensadores).

SEVERINO, Antônio Joaquim. Como ler um texto de Filosofia. 2. ed. São Paulo: Paulus, 2009.




DOI: https://doi.org/10.5902/2448065738631

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2020

URL da licença: https://creativecommons.org/licenses/by-nc-sa/4.0/

A Revista Digital de Ensino de Filosofia - REFilo agradece auxílio recebido por meio do Edital Pró-Revistas, da Pró-Reitoria de Pós-Graduação e Pesquisa, da Universidade Federal de Santa Maria. 

_____________________________________________________________