Reflexões sobre estágio na formação de professores de Educação Física: o Ensino Médio em questão

Autores

  • Márcia Cristina Rodrigues da Silva Coffani Coffani FACULDADE DE EDUCAÇÃO FÍSICA - UNIVERSIDADE FEDERAL DE MATO GROSSO

DOI:

https://doi.org/10.5902/2316546438784

Palavras-chave:

Estágio, Educação Física, Ensino Médio

Resumo

Este trabalho tece reflexões sobreo planejamento e supervisão de processos de Estágios Supervisionados na formação inicial em Educação Física, no Ensino Médio. Discutem-se os sentidos formativos do estágio na formação de professores, a importância do reconhecimento das peculiaridades históricas e sociais da “escola jovem” no Brasil e a reflexão da função social da Educação Física no Ensino Médio. Apontam-se reflexões e princípios orientadores para o planejamento e supervisão dos processos de estágio no Ensino Médio com a Educação Física, a fim de contribuir com o debate sobre a formação de professores.

Biografia do Autor

Márcia Cristina Rodrigues da Silva Coffani Coffani, FACULDADE DE EDUCAÇÃO FÍSICA - UNIVERSIDADE FEDERAL DE MATO GROSSO

Professora Doutora em Educação IE/UFMT.

Professora Adjunto I da FEF/UFMT. 

Atualmente atua com as disciplinas de Estágio Supervisionado, Projeto de Pesquisa e Trabalho de Curso na FEF/UFMT.

 

 

Referências

BAUMAN, Z. 44 cartas do mundo líquido moderno. [Tradução Vera Pereira]. Rio de Janeiro: Zahar, 2011.

BENEDET, O. M. Percepções sobre a qualidade do ensino médio: uma avaliação na região sul de Santa Catarina. Dissertação de Mestrado apresentada ao Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Produção. Universidade Federal de Santa Catarina. Florianópolis: UFSC, 2000.

BRASIL. Constituição Federal. Brasília: Senado Federal, 1988. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/constituicao.htm> Acesso em 20 fev. de 2013.

BRASIL. Emenda Constitucional n. 14, de 12 de setembro de 1996. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/constituicao/emendas/emc/emc14.htm Acesso em 20 fev. de 2013.

BRASIL. Emenda Constitucional n. 59, de 11 de novembro de 2009. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/constituicao/emendas/emc/emc59.htm Acesso em 20 fev. de 2013.

BRASIL. Decreto Lei n. 10793/2003. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/2003/L10.793.htm. Acesso em 30 nov. 2014.

BRASIL. Parecer n. 15/1998 da CEB/CNE. Ministério da Educação. Disponível em: http://portal.mec.gov.br/cne/arquivos/pdf/1998 /pceb015_98.pdf. Acesso em 30 nov. 2014.

BRASIL. Resolução n. 3/1998 da CEB/CNE. Ministério da Educação. Diretrizes Curriculares Nacionais para o Ensino Médio. Disponível em: http://portal.mec.gov.br/seb/arquivos/pdf/res0 398.pdf. Acesso em 30 nov. 2014.

BRASIL. Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional n. 9.394/1996. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/Leis/L9394.htm. Acesso em 20 jan. 2015.

BRASIL, Ministério da Educação. Secretaria de Educação Básica. Ensino Médio Inovador. Brasília: Ministério da Educação, 2009.

BRASIL, Ministério da Educação. Secretaria de Educação Média e Tecnológica. Parâmetros Curriculares Nacionais: Ensino Médio. Brasília: Ministério da Educação, 1999.

BRASIL. Resolução n. 02 de 01 de julho de 2015. Diretrizes Curriculares Nacionais para a formação inicial em nível superior (cursos de licenciatura, cursos de formação pedagógica para graduados e cursos de segunda licenciatura) e para a formação continuada. Acesso em 30 de dez. 2018.

BRASIL. Ministério da Educação. Secretaria de Educação Básica. Orientações curriculares para o ensino médio: linguagens, códigos e suas tecnologias. Brasília: Ministério da Educação, 2006, vol. 1, 240 p.

BRASIL. Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira. Censo Escolar da Educação Básica 2013: resumo técnico. Brasília: O Instituto, 2014ª.

CARRANO, Paulo Cesar Rodrigues. Proposta Pedagógica. IN: BRASIL. Boletim Salto para o futuro. Debate – Juventudes em rede: Jovens produzindo educação, trabalho e cultura. Brasília: SEED-MEC, 2007. p. 03 - 11

CHAVES-GAMBOA, M.; TAFFAREL, C.; GAMBOA, S. S. Prática de Ensino: formação profissional e emancipação. 3. ed. Maceió: EdUFAL, 2011.

DAOLIO, J. Educação Física e o conceito de cultura. Campinas: Autores Associados, 2004.

DAYRELL, J. T. O jovem como sujeito social. IN: BRASIL. Juventude e Contemporaneidade. Brasília: UNESCO, MEC, ANPEd, 2007a. (Coleção Educação para Todos; 16). p. 155 - 176.

DAYRELL, J. T. A escola “faz” as juventudes? Reflexões em torno da socialização juvenil. IN: Educ. Soc., Campinas, vol. 28, n. 100 - Especial, p. 1105 - 1128, out. 2007b. Disponível em: http://www.cedes.unicamp.br. Acesso em 10 jan. 2014.

DAYRELL, J. A escola como espaço sócio-cultural. In: DAYRELL, Juarez (org.). Múltiplos

olhares sobre educação e cultura. Belo Horizonte: Editora UFMG, 1996.

FIGUEIREDO, Z. C. C. Formação docente em Educação Física: experiências sociais e relação com o saber. In: Revista Movimento, vol. 10, n. 01. Porto Alegre: UFRGS, 2004.

KRAWCZYK, N. Uma roda de conversa sobre os desafios do Ensino Médio. IN: IN: DAYRELL, J. T.; CARRANO, P. C. R.; MAIA, C. L. (Orgs.). Juventude e Ensino Médio: sujeitos e currículos em diálogo. Belo Horizonte: Editora UFMG, 2014. p. 75 – 98.

KUNZ, E. Pressupostos de uma Teoria Educacional crítica para a Educação Física. In: Revista Movimento, ano V, n. 10. Porto Alegre: UFRGS, 1999.

MORAES, A. C. Educação Física. In: BRASIL, Ministério da Educação, Secretaria de Educação Básica. Departamento de Políticas de Ensino Médio. Orientações Curriculares do Ensino Médio. Brasília: Ministério da Educação, 2004.

VAGO, T. M. Início e fim do século XX: maneiras de fazer Educação Física na escola. In: Caderno CEDES, n°. 48, Campinas, 1999.

TOMAZETTI, Elisete Medianeira et. al. Entre o “gostar” de estar na escola e a invisibilidade juvenil: um estudo sobre jovens estudantes de Santa Maria, RS. IN: Educação, Santa Maria, v. 36, n. 1, p. 79-94, jan./abr. 2011.

Downloads

Publicado

03/12/2021

Como Citar

Coffani, M. C. R. da S. C. (2021). Reflexões sobre estágio na formação de professores de Educação Física: o Ensino Médio em questão. Kinesis, 39(1). https://doi.org/10.5902/2316546438784

Edição

Seção

Ensaios

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)