Funk na Escola: Corpo, Cultura e Movimento Juvenil em Pauta

Monique Bianchetti, Silvane Fensterseifer Isse

Resumo


Este texto tem como objetivo discutir a experiência realizada no estágio com o Ensino Médio, em uma escola pública estadual, durante o curso de Educação Física, Licenciatura. A proposta metodológica foi sustentada na perspectiva crítico-emancipatória. Um dos temas da cultura corporal trabalhado foi o funk. Nas quatro aulas ministradas, analisamos imagens, músicas e vídeos referentes ao funk. A experiência evidenciou que o debate sobre o funk na escola é relevante para os estudantes, pois, ao problematizarem letras, imagens e gestualidades, ampliaram a compreensão relativa a aspectos históricos, culturais e sociais que o constituem como manifestação da cultura popular.


Palavras-chave


Educação Física; Ensino Médio; Funk; Cultura Corporal

Texto completo:

PDF

Referências


BRACHT, Valter. Educação Física e aprendizagem social. Porto Alegre: Magister. 1992.

BRASIL. MEC. Parâmetros Curriculares Nacionais para o Ensino Médio: Educação Física. Brasília: SEF, 1998.

DAOLIO, Jocimar. Educação física e o conceito de cultura. Campinas: Autores Associados. 2004.

DAYRELL, Juarez. T. Juventude, grupos culturais e sociabilidade. Jóvenes – Revista

de Estudios sobre Juventud. México. 2007.

FILETTI, E. Da linguagem em seus aspectos orais e escritos. V 15. Goiânia: Solta a Voz. 2004.

ISSE, Silvane Fensterseifer; SANTIN, Silvino - Orientador. Corpo e feminilidade: um estudo realizado com meninas adolescentes no contexto da educação física escolar. 2003. 161 p. f. Dissertação (Mestrado em Educação Física) - Escola de Educação Física, Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 2003.

LOURO, Guacira L. Gênero, sexualidade e educação: uma perspectiva pós-estruturalista. Vozes, Petrópolis, 16. ed, 2016.

MACHADO, Fernanda. X. No Balanço do Funk: as tensões que envolvem o ritmo dentro do ambiente escolar. 2015. Dissertação ( Mestrado em Educação Física) – Universidade Federal do Espírito Santo, Vitória/ES, 2015.

NEIRA, Marcos. G.; NUNES, Mario. L. F. Educação Física, currículo e cultura. São Paulo: Phorte. 2009.

NECKEL, J. F. Erotização dos corpos infantis. In: LOURO, Guacira L.; NECKEL, Jane F.; GOELLNER, Silvana V. (org.). Corpo, gênero e sexualidade: um debate contemporâneo na educação. 4. ed. Petrópolis: Vozes, 2008, p.53-65.

PAULA, Luciane de. O SLA Funk de Fernanda de Abreu. Araquera, 2007.

PEDRO, Henrique. T. Como surgiu o funk? 2016. Disponível em: Acesso em: 29 de maio de 2017.

SCHWERTNER, Suzana. F. FISCHER, Rosa. M. B. Juventudes, conectividades múltiplas e novas temporalidades. Revista em Educação, Belo Horizonte, 2012.




DOI: http://dx.doi.org/10.5902/2316546431320



Avaliação Qualis Capes (2014):

B4- Educação Física / B3- Interdisciplinar e Psicologia / B5- Educação 

Periodicidade: contínua

ISSN: 2316-5464 online

DOI: 10.5902/23165464

email: kinesisrevista@ufsm.br

 

Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial-ShareAlike 4.0 International License.