Tópicos sobre o ensino de campo e cidade: conhecimento substantivo e conhecimento sintático em Geografia

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5902/2236499467168

Palavras-chave:

Conhecimento do conteúdo, campo, ensino de geografia, professor

Resumo

O presente artigo reflete a importância do Conhecimento do Conteúdo em Geografia, considerando seu valor na caracterização da matéria escolar e, por consequência, na própria identificação do professor. Entendemos que não basta ter apenas o domínio do conhecimento específico, é necessário também ter condições de levar esse conhecimento à compreensão dos alunos. Shulman (1986) aponta a necessidade de os professores compreenderem as estruturas de suas áreas de conhecimento por meio do Conhecimento do Conteúdo, ou seja, terem um conhecimento substantivo e sintático da disciplina que ministram; sendo, de modo sucinto, o primeiro relacionado ao que se estuda, seus conceitos e princípios, e o segundo, ao método de investigação, regras e procedimentos. Ante a diversidade de conteúdos geográficos, escolhemos a temática campo e cidade por representar, entre outros motivos, tópico de ensino interessante, pois, independentemente do local onde residem os estudantes, todos carregam em sua história laços com o campo ou com a cidade. Por meio de pesquisa qualitativa buscamos compreender os conhecimentos docentes e realçar a função central do conteúdo geográfico.

Palavras-chave: conhecimento do conteúdo; campo; cidade; ensino de geografia; professor

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Valéria Rodrigues Pereira, Universidade Federal de Mato Grosso do Sul

Professora Doutora do Curso de Geografia da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul, Campus de Três Lagoas, atuando principalmente nos seguintes temas: formação docente, ensino e currículo de geografia. Líder do Grupo de Pesquisa Estudos de Formação Docente, Ensino e Produção do Conhecimento Geográfico- EFORGeo

Claudivan Sanches Lopes, Universidade Estadual de Maringá (UEM)

Professor Doutor do Departamento de Geografia e do Programa de Pós-Graduação em Geografia da Universidade Estadual de Maringá (UEM). Pesquisa com ênfase em questões relacionadas ao ensino e à formação do professor dessa disciplina. Coordenador do Grupo de Pesquisa Educação Geográfica e Formação de Professores de Geografia - EDUPROGEO

Referências

ALENTEJANO, Paulo Roberto R. As relações campo-cidade no Brasil do século XXI. Revista de Políticas Públicas, São Luís, v. 7, n. 2, p. 303-328, jul/dez. 2003.

ALVES, F. D. A relação campo-cidade na geografia brasileira: Apontamentos teóricos a partir de periódicos científicos. Geografia Ensino & Pesquisa, Santa Maria, RS, v. 16, n. 3, set./dez. 2012.

BARDIN, Laurence. Análise de conteúdo. São Paulo: Edições 70, 2016.

BOGDAN, R., BIKLEN, S. Investigação Qualitativa em Educação: Uma introdução à teoria e aos métodos. Porto: Porto Editora, 1994.

CASTELLAR, Sonia Maria V. A Formação de professores e o ensino de geografia. Terra Livre. As transformações do mundo da educação: Geografia, ensino e responsabilidade social. Revista da Associação dos Geógrafos Brasileiros, São Paulo, n. 14, p. 51-59, jan./jul., 1999

CAVALCANTI, Lana de Souza. Geografia, escola e construção do conhecimento. 16a. ed. Campinas: Papirus, 2010.

ENDLICH, Ângela Maria. Perspectivas sobre o urbano e o rural. In: SPOSITO, Maria E. B. (Org.). Cidade e Campo: Relações e contradições entre urbano e rural. São Paulo: Expressão Popular, 2006, p.11-31

GARCÍA, Carlos Marcelo. Formação de professores para uma mudança educativa. Porto: Porto Editora,1999.

GROSSMAN, Pamela L; WILSON, Suzzane M; SHULMAN, Lee S. Profesores de sustancia: El conocimiento de la matéria para la enseñanza. Profesorado. Revista de currículum y formación del profesorado. Granada, España, v. 9, n. 2, p. 1-25, 2005. Disponível em: https://recyt.fecyt.es/index.php/profesorado/article/download/42833/24723. Acesso em: 14 jun. 2017.

HESPANHOL, Rosangela Ap. de Medeiros. Campo e cidade, rural e urbano no Brasil contemporâneo. Revista Mercator, Fortaleza, v. 12, número especial (2), p. 103-112, set. 2013. Disponível em: http://www.mercator.ufc.br/index.php/mercator/article/viewFile/1177/499. Acesso em: 18 set. 2018.

IBGE- Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Classificação e caracterização dos espaços rurais e urbanos do Brasil: uma primeira aproximação, 2017. Disponível em: https://biblioteca.ibge.gov.br/visualizacao/livros/liv100643.pdf. Acesso em: 10 jan. 2020.

LEFEBVRE, Henri. O direito à cidade. 5.ed. São Paulo: Centauro, 2006.

LOPES, C. S.; PONTUSCHKA, N. N. Mobilização e construção de saberes na prática pedagógica do professor de geografia. Geosaberes, Fortaleza, v. 2, n. 3, p. 89-104, 2011.

LOPES, C. S.; PONTUSCHKA, N. N. O conhecimento pedagógico do conteúdo na prática profissional de professores de geografia. GEOUSP Espaço E Tempo (Online), 19(1), 76-92, 2015. Disponível em: https://doi.org/10.11606/issn.2179-0892.geousp.2015.79809. Acesso em: 21 set. 2017.

MARQUES, Marta Inez Medeiros. O conceito de espaço rural em questão. Terra Livre, São Paulo, v. 18, n. 19, p. 95-112, jul./dez. 2002.

MATO GROSSO DO SUL (ESTADO). Referencial Curricular do Mato Grosso do Sul. SED/Mato Grosso do Sul, 2012.

OLIVEIRA, A. U. (Org.). Para onde vai o ensino de Geografia? 4. ed. São Paulo: Contexto, 1994.

ROLDÃO, Maria do Céu. Função docente: natureza e construção do conhecimento profissional. Revista Brasileira de Educação. São Paulo, n. 34, v. 12, 2007, p. 94-103. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/rbedu/v12n34/a08v1234.pdf. Acesso em: 19 set. 2016.

SANTOS, Milton. A Natureza do Espaço: Técnica, Razão e Emoção. 3ª Edição. São Paulo: Edusp (Editora da USP), 2003.

SANTOS, Milton. Metamorfoses do espaço habitado. 6ª.ed. 2. reimp. São Paulo: Edusp, 2014.

SÃO PAULO (ESTADO). Currículo de Ciências Humanas: Geografia. São Paulo: SEE, 2012.

SÃO PAULO (ESTADO). Material de apoio ao currículo do Estado de São Paulo: Caderno do professor Geografia, ensino médio, 2ª série. São Paulo: SE, 2014. Volume 1, 112 p.

SAQUET, Marcos. Por uma abordagem territorial das relações urbano-rurais no Sudoeste paranaense. In: SPOSITO, Maria E. B.; WHITACKER, Arthur M. (Org.). Cidade e campo: relações e contradições entre urbano e rural. São Paulo: Expressão Popular, 2010. p. 157-186.

SCHWAB, J. J. Structure of the Disciplines: Meanings and Significances. In: FORD, G.W.; PUGNO, L. The Structure of Knowledge and the Curriculum. Chicago: Rand McNally & Company, 1964. p. 6-30.

Downloads

Publicado

2022-07-20

Como Citar

Pereira, V. R., & Lopes, C. S. (2022). Tópicos sobre o ensino de campo e cidade: conhecimento substantivo e conhecimento sintático em Geografia. Geografia Ensino & Pesquisa, 26, e15. https://doi.org/10.5902/2236499467168

Artigos Semelhantes

1 2 3 > >> 

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.