Professor de Educação Especial e as Dificuldades no Início da Prática Profissional

Autores

  • Maria Cristina Marquezine Universidade Estadual de Londrina
  • Viviane Tramontina Leonessa Universidade Estadual de Londrina
  • Rosângela Marques Busto Universidade Estadual de Londrina

DOI:

https://doi.org/10.5902/1984686X6714

Palavras-chave:

Educação, Educação Especial, Formação de professores, Avaliação do currículo.

Resumo

http://dx.doi.org/10.5902/1984686X6714

Após um amplo estudo sobre o que estava acontecendo nacionalmente sobre a formação de professores em Educação Especial, verificou-se a necessidade de reformular o Curso de Especialização em Educação Especial da Universidade Estadual de Londrina. Para que a reformulação do curso fosse baseada em dados científicos e influenciada pela percepção dos egressos sobre a formação recebida e também sobre as novas necessidades e cobranças do mercado de trabalho, o presente estudo objetivou identificar as dificuldades enfrentadas pelos professores de Educação Especial no início da profissão, com vistas a futuras alterações dos currículos dos cursos de formação de professor. Como participantes, foram entrevistados 50 professores de Londrina-PR, egressos do Curso de Especialização em Educação Especial da UEL. Os instrumentos utilizados foram um roteiro semiestruturado para a realização das entrevistas de coleta de dados e uma ficha de avaliação da categorização das falas, cuja finalidade foi calcular o índice de fidedignidade das categorias elaboradas e a distribuição das falas. Após as sessões de coleta de dados, as entrevistas foram transcritas e revisadas. Os dados coletados foram submetidos à análise de conteúdo. Verificou-se que as principais dificuldades enfrentadas foram o manuseio de comportamento, a comunicação e a falta de conhecimento e suporte pedagógico. Assim, compreendeu-se a necessidade de trabalhar tais dificuldades na academia e favorecer o aumento de publicações de cunho científico sobre atividades pedagógicas inclusivas.

 

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Maria Cristina Marquezine, Universidade Estadual de Londrina

Doutora em Educação, Mestre em Psicologia Escolar, Pedagoga e Psicóloga. Docente do Departamento de Educação da Universidade Estadual de Londrina. Londrina-PR

Viviane Tramontina Leonessa, Universidade Estadual de Londrina

Coordenadora da Unidade de Apoio à Família do Núcleo de Atividades de Altas Habilidades/Superdotaçao - NAAH/S - Londrina Pr

Aluna do curso de Mestrado em Educação da Universidade Estadual de Londrina

Rosângela Marques Busto, Universidade Estadual de Londrina

Doutora em Educação, docente de Educação Física e diretora do Centro de Educação Física da Universidade Estadual de Londrina -PR

Downloads

Publicado

2013-11-06

Como Citar

Marquezine, M. C., Leonessa, V. T., & Busto, R. M. (2013). Professor de Educação Especial e as Dificuldades no Início da Prática Profissional. Revista Educação Especial, 26(47), 699–712. https://doi.org/10.5902/1984686X6714

Edição

Seção

Artigos – Demanda contínua

Artigos Semelhantes

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.