Atendimento Educacional Especializado: o caso de uma EMEF do Município de Cariacica-ES

Christine Avelar Borges Faria, Marcus Antonius da Costa Nunes, Isabel Matos Nunes, Fabrício Aigner Pinto

Resumo


O presente artigo trata de uma pesquisa exploratória que tem por objetivo verificar as especificidades do atendimento educacional especializado em uma Escola Municipal de Ensino Fundamental (EMEF) de Cariacica- ES, indicando o público alvo atendido, o trabalho das professoras da sala de recursos multifuncionais, bem como, as ressalvas das (os) professoras (os) regentes e colaboradoras neste âmbito de ensino, considerando as problemáticas enfrentadas pelos sujeitos que atuam nesta escola no contexto da educação especial. Este estudo faz uma reflexão sobre as Leis referentes à Educação Especial, esclarece as características da escola mencionada e conta com um questionário qualitativo com sete questões a fim de indagar os professores atuantes sobre a organização e os desafios inerentes ao atendimento educacional especializado na escola.


Palavras-chave


Educação Especial; Atendimento Educacional Especializado

Texto completo:

PDF HTML

Referências


BAPTISTA, Claudio Roberto; JESUS, Denise Meyrelles. Avanços em políticas de inclusão – O contexto da educação especial no Brasil e em outros Países. Editora Mediação. Porto Alegre, 2011.

BOSCO, Ismênia Carolina Mota Gomes; MESQUITA, Sandra Regina Stanziani Higino; MAIA, Shirley Rodrigues. Surdocegueira e Deficiência Múltipla. Fortaleza, Universidade Federal do Ceará, v. 5. Coleção: A Educação Especial na Perspectiva da Inclusão Escolar. 2010.

BRASIL. Constituição da República Federativa do Brasil. Brasília, DF: Senado Federal. Artigo 205, 1988.

BRASIL. Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional. Lei número 9394, 20 de dezembro de 1996.

BRASIL. Estratégias e orientações pedagógicas para a educação de crianças com necessidades educacionais especiais. Brasília: Ministério da Educação, 2002. Disponível em: http://portal.mec.gov.br/seesp/arquivos/pdf/livro10. Acesso em: 06 mai. 2018.

BRASIL. Secretaria de Educação Especial. Política Nacional de Educação Especial na Perspectiva da Educação Inclusiva. Brasília, DF, jan. 2008a.

BRASIL. Decreto n. 6.571/2008. Dispõe sobre o Atendimento Educacional Especializado, regulamenta o parágrafo único do artigo 60 da lei n. 9.394, de 20 de dezembro de 1996, e acrescenta dispositivo ao decreto n. 6.253, de 13 de novembro de 2007. Diário Oficial da União, Brasília, DF, 18 set. 2008b.

BRASIL. Conselho Nacional de Educação. Câmara de Educação Básica. Resolução n. 4, de 2 de outubro de 2009. Institui Diretrizes Operacionais para o Atendimento Educacional Especializado na Educação Básica, modalidade Educação Especial. Brasília, DF, 2009.

BRASIL. Decreto nº 7.611, de 17 de novembro de 2011. Dispõe sobre a educação especial, o atendimento educacional especializado e dá outras providências. Diário Oficial da União, Brasília, DF, 18 nov. 2011.

BRASIL. Lei nº 12.764 de 27 de dezembro de 2012. Política Nacional de Proteção dos Direitos da Pessoa com Transtornos do Espectro Autista. Presidência da República, Casa Civil.

CARIACICA, Prefeitura Municipal de. Secretaria Municipal de Educação- Coordenação de Diversidade e Inclusão Educaciona l- Orientações sobre a Educação Especial no Município de Cariacica. Cariacica, 2018.

CARIACICA. Resolução 007, de 27 de dezembro de 2011. Fixa normas para a Educação Básica no Sistema Municipal de Ensino do Município de Cariacica. Disponível em: http://www.legislacaocompilada.com.br/cariacica/consulta.aspx. Acesso em: 14 nov. 2017.

CARTOLANO, Maria Teresa Penteado. Formação do educador no curso de pedagogia: A educação especial. Cadernos CEDES vol.19 n.46 Campinas. 1998.

CASTILHO, Ana Flávia de Andrade Nogueira; STEFANO, Lara Bianca. Deficiência Intelectual e o direito fundamental à Educação no Brasil, Ano 3 (2017), nº 2, 71-91. RJLB. Disponível em: http://www.cidp.pt/publicacoes/revistas/rjlb/2017/2/2017_02_0071_0091.pdf. Acesso em: 14 nov. 2017.

COLL, César; MARCHESI, Álvaro; PALACIOS, Jesús. Desenvolvimento Psicológico e Educação- Transtornos de desenvolvimento e necessidades educativas especiais. Volume 3. Artmed, Porto Alegre, 2004.

DECLARAÇÃO DE SALAMANCA. Adaptada pela Conferência Mundial sobre Necessidades Educativas Especiais: Acesso e Qualidade. UNESCO, 1994.

FERREIRA, Eliza Bartolozzi; OLIVEIRA, Dalila Andrade; VIEIRA, Lívia Fraga. O Trabalho Docente na Educação Básica no Espírito Santo. Fino Traço. Belo Horizonte, 2012.

GOMES, Adriana L. Limaverde (et al). Formação Continuada a Distância de Professores para o Atendimento Educacional Especializado: Deficiência mental. SEESP / SEED / MEC Brasília/DF – 2007.

GIL, Antonio Carlos. Como elaborar projetos de pesquisa. 4. ed. São Paulo: Atlas, 2002.

GOMES, Adriana Leite Lima Verde; POULIN, Jean-Robert; FIGUEIREDO, Rita Vieira de. O Atendimento Educacional Especializado para Alunos com Deficiência Intelectual. Fortaleza, Universidade Federal do Ceará, v. 2. Coleção: A Educação Especial na Perspectiva da Inclusão Escolar. 2010.

GONÇALVES, Samara Cunha. O TDAH (Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade) no contexto escolar: Uma Visão Psicopedagógica. Universidade Candido Mendes, Curso de Pós-Graduação em Psicopedagogia. Niterói. 2010.

VILARONGA, Carla Ariela Rios; MENDES, Eniceia Gonçalves; Ensino colaborativo para o apoio à inclusão escolar: práticas colaborativas entre os professores. Revista Brasileira de Estudos Pedagógicos (online), Brasília, v. 95, n. 239, p. 139-151, jan./abr. 2014.

MITTLER, Peter. Educação Inclusiva. Contextos sociais. Artmed. São Paulo, 2008.

NUNES, Isabel Matos; BORGES, Carline Santos; Atendimento Educacional Especializado: diversos olhares. In, OLIVEIRA, I. M. de; RODRIGUES, David e JESUS, D. M. (Orgs.) Formação de Professores, Práticas pedagógicas e inclusão escolar: Perspectivas luso-brasileiras. Vitória. Edufes, 2017.

OLIVEIRA, Ivone Martins de; RODRIGUES, David; JESUS, Denise Meyrelles de. Formação de professores, Práticas Pedagógicas e Inclusão Escolar. Edufes. Vitória, 2017.

PRIETO, Rosangela Gavioli; SOUSA, Sandra Zákia Lian. Educação Especial no município de São Paulo: acompanhamento da trajetória escolar de alunos no ensino regular. Rev. Bras. Ed. Esp., Marília, Mai.- Ago. 2006, v.12, n.2, p.187-202

SANTOS, Teresa Cristina Coelho dos; MARTINS, Lúcia de Araújo. Práticas de ProfessoresFrente ao Aluno com Deficiência Intelectual em Classe Regular. Rev. Bras. Ed. Esp., Marília, v. 21, n. 3, p. 395-408, Jul.-Set., 2015.

VASQUES, Carla Karnoppi. Alice na biblioteca mágica: uma leitura sobre o diagnóstico e a escolarização de crianças com autismo e psicose infantil. Tese de doutorado. Porto Alegre: PPGEDU/UFRGS, 2008.

VERGARA, Sylvia Constant. Projetos e relatórios de pesquisa em Administração. 2ª ed. São Paulo: Atlas 1988.




DOI: https://doi.org/10.5902/1984686X35228

CONTATO:

E-mail: revistaeducacaoespecial.ufsm@gmail.com

Universidade Federal de Santa Maria (UFSM)
Centro de Educação - Lapedoc
Av. Roraima, 1000 - Cidade Universitária
97105-900 - Santa Maria - RS, Brasil.
Telefone: +55 55 3220 8795

Link: https://periodicos.ufsm.br/educacaoespecial

 

ISSN eletrônico: 1984-686X

DOIhttp://dx.doi.org/10.5902/1984686X

Qualis/Capes: Educação A2

Periodicidade: Publicação contínua

O recebimento de artigos caracteriza-se por fluxo contínuo sem que seja possível prever a data de sua publicação.

 

A Revista Educação Especial agradece auxílio recebido por meio do Edital Pró-Revistas, da Pró-Reitoria de Pós-Graduação e Pesquisa, da Universidade Federal de Santa Maria. 

 

 Creative Commons License

This work is licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial 4.0 International (CC BY-NC 4.0)

Contador de visitas
click counter
Contador de visitas

Acessos a partir de 30/11/2016

__________________________________________________