O uso da tecnologia assistiva pelo estudante com paralisia cerebral no contexto escolar

Camila Boarini dos Santos, Maria Lúcia Chicarelli Marques, Mirela Moreno Almeida de Andrade, Aila Narene Dahwache Criado Rocha

Resumo


O estudante com Paralisia Cerebral (PC) pode possuir limitações em suas atividades de vida diária, devido a patologia e a barreiras ambientais, que dificultam o seu desempenho em diferentes contextos. Este estudo teve como objetivo identificar quais recursos de Tecnologia Assistiva (TA) estão sendo utilizados por estudantes com PC na escola e analisar se as suas utilizações estão relacionadas com a função motora e comunicativa destes estudantes. Participaram deste estudo 20 estudantes com PC e 19 professores responsáveis por estes estudantes. Para a coleta de dados foram utilizados os dados referentes a TA coletados por meio do “Protocolo de Triagem para o trabalho colaborativo entre saúde e educação”, bem como os dados identificados nos instrumentos Gross Motor Function Measure Classification System (GMFCS), Manual Ability Classification System (MACS) e Sistema de Classificação da Função de Comunicação (CFCS). Em relação a análise dos resultados, foi realizada a organização de um banco de dados usando o Microsoft Excel e, posteriormente foi utilizado o software IBM SPSS Statistics, versão 22 para efetuar a análise estatística do estudo. Os resultados deste estudo permitiram concluir que os principais recursos de TA identificados no contexto escolar são os recursos de mobilidade e mobiliários adaptados. Sugere-se que seja realizado novos estudos com esta população a fim de ampliar o número de participantes e investigar outros aspectos que possam interferir no uso da TA no contexto escolar da criança com PC.


Palavras-chave


Terapia Ocupacional; Paralisia cerebral; Tecnologia assistiva.

Texto completo:

PDF

Referências


AFONSO, A. M.T.S et al. O ensino e a paralisia cerebral.2012. 105 p. Dissertação (Mestrado em Educação Especial) - Escola Superior de Educação Almeida Garrett, Lisboa, 2012.

BARDIN. L. Análise de conteúdo. Lisboa: Editora Edições 70, 1977.

BRACCALLI, L. M. P.; ARAÚJO, R. C. T.; ROCHA, A. N. D. C. TECNOLOGIA ASSISTIVA: PESQUISAS DESENVOLVIDAS EM PROGRAMAS DE PÓS-GRADUAÇÃO E SUA RELAÇÃO COM A EDUCAÇÃO ESPECIAL. Revista Diálogos e Perspectivas em Educação Especial, v.2, n.2, 2015.

Brasil. Ministério da Educação. Secretaria de Educação Básica. Diretrizes curriculares nacionais para a educação infantil / Secretaria de Educação Básica. – Brasília: MEC, SEB, 2010.

CARVALHO, E. O. R. Eficácia da realidade virtual no tratamento de crianças com paralisia cerebral: revisão sistemática. 2013. 45 f. Monografia (Bacharelado em Terapia Ocupacional) -Universidade de Brasília, Brasília, DF, 2013.

CARVALHO, L. M. G. As atividades lúdicas e a criança com paralisia cerebral: O jogo, o brinquedo e a brincadeira no cotidiano da criança e da família. 1998. Dissertação (Mestrado) -Faculdade de Educação Física, Universidade Estadual de Campinas, Campinas.

COSTER, W. J. et al. School function assessment. San Antonio, TX: The Psychological Corporation/Therapy Skill Builders, 1998.

DA SILVA, R. R.; IWABE-MARCHESE, C. Uso da realidade virtual na reabilitação motora de uma criança com Paralisia Cerebral Atáxica: estudo de caso. Fisioterapia e Pesquisa, v. 22, n. 1, p. 97-102, 2015.

DAY, S. M. et al. Change in ambulatory ability of adolescents and young adults with cerebral palsy. Developmental Medicine & Child Neurology, v. 49, n. 9, p. 647-653, 2007.

DEVILLE, C. et al. Knowledge Translation of the Gross Motor Function Classification System Among Pediatric Physical Therapists. Pediatric Physical Therapy, v. 27, n. 4, p. 376-384, 2015.

ELIASSON, A. C. et al. The Manual Ability Classification System (MACS) for children with cerebral palsy: scale development and evidence of validity and reliability. Developmental Medicine and Child Neurology, v. 48, p. 549-554, 2006.

GUNEL, M. K. et al. Relationship among the Manual Ability Classification System (MACS), the Gross Motor Function Classification System (GMFCS), and the functional status (WeeFIM) in children with spastic cerebral palsy. European Journal of Pediatrics, v. 168, p. 477- 485, 2009.

HIDECKER, M. J. C. et al. Developing and validating the Communication Function Classification System (CFCS) for individuals with cerebral palsy. Developmental Medicine and Child Neurology, v. 53, n. 8, p. 704-710, 2011.

HIDECKER, M. J. C. et. al. Inter-relationships of funcional status in cerebral palsy: analyzing gross motor function, manual ability, and communication function classification systems in children. Developmental medicine & child neurology, v.54, p.737–742, 2012.

JURDI, A. P. S, et al. Terapia Ocupacional e propostas de intervenção na rede pública de ensino. Revista de Terapia Ocupacional, v. 15, n. 1 p. 26-32, 2004.

LAUAND, G. B. A. Fontes de informação sobre tecnologia assistiva para favorecer a inclusão escolar de alunos com necessidades especiais. 217 f. Tese (Doutorado em Educação Especial) -Universidade Federal de São Carlos, São Carlos, 2005.

LINO, C. C. A.; GONÇALVES, A. G.; LOURENÇO, G. F. O uso de recursos de tecnologia assistiva no atendimento educacional especializado: considerações sobre a sala de recursos multifuncionais e escolas especializadas. Temas sobre Desenvolvimento, v. 20, p. 110-111, 2015.

MARQUES, M. L. C.; SANTOS, C. B.; ROCHA, A. N. D. C. Identificação da interação e do brincar da criança com deficiência física no contexto escolar sob a visão dos professores. Disponível em: . Acesso em: 22 out. 2016.

PELOSI, M. B.; NUNES, L. R. D. P. A ação conjunta dos profissionais da saúde e da educação na escola inclusiva. Revista de Terapia Ocupacional, v. 22, n. 1, p. 52-59, Jan. /Abr. 2011.

PIOVEZANNI, M. A. T; ROCHA, A. N. D. C.; BRACCIALLI, L. M. P. Eficácia de mobiliário escolar adaptado de baixo custo no desempenho funcional de criança com paralisia cerebral. Revista Educação Especial, v. 27, n. 49, maio/ago. 2014.

PLOTEGHER, C. B.; EMMEL, M. L. G; DA CRUZ, D. M. C. Utilização de dispositivos assistivos por alunos com deficiência em escolas públicas. Cadernos de Terapia Ocupacional da UFSCar, v. 21, n. 1, 35 - 42, 2013.

RAMIRES, L. O. et al. Como a tecnologia assistiva tem auxiliado o processo de ensino/aprendizagem? mapeamento sistemático a partir dos trabalhos publicados no SBIE. In: SIMPÓSIO BRASILEIRO DE INFORMÁTICA NA EDUCAÇÃO, XXIV, 2013, Porto Alegre. Anais. Porto Alegre. Ed. Sociedade Brasileira de Computação, 2013. p. 447.

REBEL, M. F. et al. Prognóstico motor e perspectivas atuais na paralisia cerebral. Revista Brasileira de Crescimento e Desenvolvimento Humano, v. 20, n. 2, p. 342-350, 2010.

ROCHA, A. D. C.; DELIBERATO, D. Tecnologia assistiva para a criança com paralisia cerebral na escola: identificação das necessidades. Revista Brasileira de Educação Especial, Marília, v. 18, n. 1, p. 71-92, mar. 2012. Disponível em . Acesso em: 7 nov. 2016.

ROCHA, A. N. D. C.; DELIBERATO, D. Atuação do terapeuta ocupacional no contexto escolar: o uso da tecnologia assistiva para o aluno com paralisia cerebral na educação infantil. Revista de Terapia Ocupacional da Universidade de São Paulo, v. 23, n. 3, p. 263-273, 2013.

ROCHA, A. N. D. C. Recursos e estratégias da Tecnologia Assistiva a partir do ensino colaborativo entre os profissionais da saúde e da educação. 2013. 222 p. Tese (Doutorado em Educação) -Faculdade de Filosofia e Ciências, Universidade Estadual Paulista, Marília, 2013.

ROCHA, A. N. D. C.; DELIBERATO, D.; ARAÚJO, R. C. T. Procedimentos para a prescrição dos recursos de tecnologia assistiva para alunos da educação infantil com paralisia cerebral. Revista Educação Especial, v. 38, n. 58, p. 691-708, 2015.

ROCHA, A. N. D. C.; SANTOS, C. B.; MARQUES, M. L. C. Identificação das demandas do estudante com deficiencia física na escola para o trabalho colaborativo entre saúde e educação. No prelo.

ROSA, S. S. Brincar, conhecer e ensinar. São Paulo: Cortez, 1998.

ROSENBAUM, P.; PANETH, N.; LEVITON, A.; GOLDSTEIN, M.; BAX, M. A report:the definition and classification of cerebral palsy – April 2006. Developmental medicine & Child Neurology, v. 49, s. 109, 2007.

SANTOS, C. B.; MARQUES, M. L. C.; ROCHA, A. N. D. C. Percepção de professores sobre o trabalho colaborativo entre profissionais da saúde e educação no contexto escolar. Pesquisa em Educação Ambiental, 2015. Disponível em: . Acesso em: 22 out. 2016.

SANTOS, C. B. et al. Desempenho de alunos com deficiência física durante atividades de vida diária realizadas no ambiente escolar. In: CONGRESSO BRASILEIRO DE EDUCAÇÃO ESPECIAL, VI, 2014, São Carlos. Anais: ISSN: 2359-2104. Disponível em: . Acesso em: 22 set. 2016.

SARAIVA, L. L. O.; MELO, F. R. L. V. Avaliação e participação do fisioterapeuta na prescrição do mobiliário escolar utilizado por alunos com paralisia cerebral em escolas estaduais públicas da rede regular de ensino. Revista Brasileira de Educação Especial, Marília, v. 17, n. 2, p. 245-262, 2011.

VASCONCELOS, R. L. M et al. Avaliação do desempenho funcional de crianças com paralisia cerebral de acordo com níveis de comprometimento motor. Revista Brasileira de Fisioterapia, v. 13, n. 5, p. 390-397, 2009.




DOI: https://doi.org/10.5902/1984686X30018

CONTATO:

E-mail: revistaeducacaoespecial.ufsm@gmail.com

Universidade Federal de Santa Maria (UFSM)
Centro de Educação - Lapedoc
Av. Roraima, 1000 - Cidade Universitária
97105-900 - Santa Maria - RS, Brasil.
Telefone: +55 55 3220 8795

Link: https://periodicos.ufsm.br/educacaoespecial

 

ISSN eletrônico: 1984-686X

DOIhttp://dx.doi.org/10.5902/1984686X

Qualis/Capes: Educação A2

Periodicidade: Publicação contínua

O recebimento de artigos caracteriza-se por fluxo contínuo sem que seja possível prever a data de sua publicação.

 

A Revista Educação Especial agradece auxílio recebido por meio do Edital Pró-Revistas, da Pró-Reitoria de Pós-Graduação e Pesquisa, da Universidade Federal de Santa Maria. 

 

 Creative Commons License

This work is licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial 4.0 International (CC BY-NC 4.0)

Contador de visitas
click counter
Contador de visitas

Acessos a partir de 30/11/2016

__________________________________________________