Para acabar de vez com a Educação Artística

Teresa Torres Eça

Resumo


As terminologias usadas em português e espanhol para designar a educação através da apreciação, análise crítica e produção artística são extremamente ambíguas e conflituosas levando a interpretações por vezes redutoras das potencialidades desse tipo de educação. Proponho que se abandonem de uma vez por todas os termos educação artística que releva da formação de artistas e o termo anglo-saxónico arte educação que é extremamente ambíguo. Parto da ideia de que debaixo de um conceito comum de Educação Cultural poderíamos afastar-nos de vez dos circuito  novecentistas das artes e nos aproximar da esfera dos estudos culturais e pergunto se o termo Educação da Cultura Visual poderá ser mais consensual e apropriado às nossas sociedades.


Palavras-chave


Educação artística; Arte educação; Educação para a cultura visual

Texto completo:

PDF

Referências


Arriaga, Imanol Aguirre ( 2007) ‘arte, educacion e cidadania’ Comunicação apresentada nas XORNADAS ARTE EN CONTEXTO. C.G.A.C. y Universidad de Santiago de Compostela.

Barbosa, Ana Mae (2008) Prefácio do livro ‘Interdisciplinary Dialogues in Art Education’

Eça, Teresa & Mason, Rachel (Orgs.) UK: Intellectbooks.

Barbosa, Ana Mae (2002). (Org.) ‘Inquietações E Mudanças no Ensino da Arte’ . Brasil, São Paulo: Cortez.

Giroux, H. (1990) Los profesores como intelectuales. Hacia una pedagogía crítica del aprendizaje. Barcelona: Paidós.

Giroux, H. (2002) Cine y entretenimiento. Elementos para una crítica política del film. Barcelona: Paidós.

Lessig, Lawrence (2004) ‘Free Culture: How Big Media Uses Technology And The Law To Lock Down Culture And Control Creativity’. USA: New York: The Penguin Press.

Martins, Raimundo ( 2007) ‘A Cultura Visual e a Construção Social da Arte, da Imagem e das Práticas do ver’. In: Oliveira , Marilda Oliveira de (0rg.) Arte. Educação e Cultura.

Brasil, Santa Maria: Ed. da USFM.

Hernández, Fernando (2007). ‘Catadores da Cultura Visual: Proposta para uma nova narrativa educacional’. Brasil, Porto Alegre: Editora Mediação.

Savater, Fernando ( 2005). «L’ignorance totalitaire», Le Portique, Numéro 4 - 1999 - Eduquer : un métier impossible?, [On Line], Acedido em 2005. URL : http://leportique.revues.org/document282.html. Consulté le 5 novembre 2007.




DOI: https://doi.org/10.5902/198373482155

 
 
 
DOI: Digital Object Identifier 10.5902/19837348

Qualis B1

Este trabalho está licenciado sob uma Licença Creative Commons Attribution 4.0 (CC BY 4.0).

This work is licensed under a Creative Commons Attribution 4.0 (CC BY 4.0).

Acessos a partir de 17/09/2015

CopySpider - Software Anti-plagio