Revista Digital do LAV https://periodicos.ufsm.br/revislav <div style="text-align: justify;"> <p>A <strong>Revista Digital do Laboratório de Artes Visuais (UFSM)</strong> destina-se à publicação de trabalhos inéditos e originais na área de Educação com entrecruzamento com as Artes, resultantes de pesquisas e experiências educativas problematizadas teoricamente. A Revista é organizada em sessões de<strong> Demanda Contínua e Dossiê. </strong>A revista tem o <strong>Português (Brasil) </strong>como idioma principal e o <strong>Espanhol e o inglês</strong> como idiomas secundários.</p> <p><strong>eISSN 1983-7348 | Qualis/CAPES (2017-2020) = A3</strong></p> </div> pt-BR revistadigitaldolav@ufsm.br (Revista Digital do Laboratório de Artes Visuais) revistadigitaldolav@ufsm.br (Revista Digital do Laboratório de Artes Visuais) Tue, 19 Mar 2024 00:00:00 -0300 OJS 3.3.0.10 http://blogs.law.harvard.edu/tech/rss 60 Artes Integradas: reflexões iniciais de uma tese acerca das percepções do fazer docente em Arte no Brasil https://periodicos.ufsm.br/revislav/article/view/86302 <p>Este estudo circunscreve uma reflexão sobre o conceito proposto pela Base Nacional Comum Curricular – BNCC no que se refere às Artes Integradas a partir das percepções de Licenciandos de Artes Visuais e Música na modalidade de Educação a Distância – EaD e semipresencial de uma Universidade Municipal e Professores de Arte de uma Rede Municipal de Ensino, ambas situadas na Região Metropolitana do Vale do Paraíba e Litoral Norte – SP. O presente artigo originou-se do extrato de uma dissertação que pesquisou o contexto e as inquietações da polivalência das linguagens artísticas no ensino de Arte e da problematização de uma tese que tem como escopo investigar o percurso de sistematização das Artes Integradas como unidade temática a partir das referências de professores da educação básica e expoentes da Arte Educação do Brasil. A metodologia da pesquisa foi de natureza qualitativa com base nos registros oficiais da BNCC e de referências bibliográficas e se complementa com uma pesquisa de campo para coleta sobre a percepção de licenciandos de Artes Visuais e Música e professores de Arte sobre a interpretação das Artes Integradas por meio de questionário. A análise qualitativa das informações ocorreu a partir de gráficos gerados pela plataforma Google <em>Forms</em> e do <em>software </em>Excel, assim como pelas nuvens de palavras produzidas pelo site <em>Jason Davies</em>. A reflexão revelou que os participantes concebem as Artes Integradas com uma abstração, assim como a própria BNCC.</p> Michael Santos Silva, Juliana Marcondes Bussolotti, Mirian Celeste Ferreira Dias Martins, Isabel Orestes Silveira Copyright (c) 2024 Revista Digital do LAV https://periodicos.ufsm.br/revislav/article/view/86302 Tue, 19 Mar 2024 00:00:00 -0300 Vídeo Educativo como ferramenta acessível e inclusiva para auxiliar os professores na seleção de filmes nas escolas https://periodicos.ufsm.br/revislav/article/view/87417 <p>O uso de recursos audiovisuais, para fins educativos, tem chamado a atenção de pesquisadores que buscam meios de manter o interesse dos alunos durante atividades pedagógicas. Este artigo tem como objetivo apresentar os resultados de uma pesquisa que investigou a avaliação de um grupo de pós-graduandos de um curso de mestrado em educação, por meio de um vídeo com recursos inclusivos e com ênfase nos princípios do Desenho Universal para a Aprendizagem (DUA). O vídeo em questão foi desenvolvido com a intenção de auxiliar professores no processo de seleção de filmes a serem utilizados como recurso pedagógico em sala de aula. Para isso, foi realizada uma pesquisa exploratória de abordagem qualitativa, no período de setembro de 2022 a fevereiro de 2023. Para a produção do conteúdo do vídeo, também foi realizada uma pesquisa bibliográfica sobre os passos para a seleção de filmes. O recurso inclusivo foi avaliado por meio de um questionário online com auxílio da ferramenta <em>Google Forms.</em> Participaram nove pós-graduandos que foram os sujeitos de pesquisa. Ao final, detectou-se que o recurso (vídeo educativo) conseguiu atender aos seus propósitos, apresentando e disseminando informações e os conceitos de uma forma didática, inclusiva e objetiva.</p> Augustho da Costa Soares, Cristiano Corrêa Ferreira Copyright (c) 2024 Revista Digital do LAV https://periodicos.ufsm.br/revislav/article/view/87417 Tue, 30 Apr 2024 00:00:00 -0300 Mundos diferentes: una propuesta de difusión de la cultura popular mexicana a través de talleres artísticos dirigidos a migrantes japoneses en México https://periodicos.ufsm.br/revislav/article/view/86839 <p>Os processos migratórios se caracterizam por ser fenômenos sociais complexos que implicam muito mais que a mudança de residência e o cruze de algum limite geográfico e administrativo específico, mas que traz consigo, profundas transformaçoes na vida sociocultural e emocional para quem imigra. Este artigo é um recorte de um projeto mais amplo intitulado como “Descubriendo a México”, cujo objetivo foi socializar aspectos da cultura mexicana para setores de distintas comunidades de imigrantes, mas que para este caso, se centrou em imigrantes japoneses que residem na cidade de Guanajuato, México. Portanto, nosso objetivo foi construir saberes, conhecimentos e desconstruir possíveis ideias preconcebidas sobre a cultura mexicana através de oficinas de arte. Gerando assim, um processo de diálogo, integração e encontro intercultural mediado por saberes artísticos.</p> Valeria Estefania Meza Aguirre, Jaqueline Alexandra Miramontes López, Nicole Padilla Alfaro, Vanessa Freitag Copyright (c) 2024 Revista Digital do LAV https://periodicos.ufsm.br/revislav/article/view/86839 Thu, 09 May 2024 00:00:00 -0300 A multissensorialidade nos museus: um percurso histórico https://periodicos.ufsm.br/revislav/article/view/86354 <p>Este artigo considera a predominância da visualidade na sociedade ocidental contemporânea, que se estende para os campos das artes e da museologia. Aborda-se o tema da multissensorialidade na museologia a partir de uma perspectiva histórica, localizando propostas que buscaram romper com o paradigma da visualidade nesses contextos. Também são discutidas as relações entre a multissensorialidade e a acessibilidade no âmbito museológico.</p> Nicole Palucci Marziale Copyright (c) 2024 Revista Digital do LAV https://periodicos.ufsm.br/revislav/article/view/86354 Thu, 09 May 2024 00:00:00 -0300 A Barbie ‘cai na real’: ressonância cultural e performatividade no filme Barbie https://periodicos.ufsm.br/revislav/article/view/84637 <p>O presente texto busca interrogar acerca da ressonância cultural e do poder performativo da boneca Barbie, tendo como objeto de estudo o filme <em>Barbie</em> (2023). Entre seus objetivos estão: tecer relações entre Barbie e as questões de gênero; especular sobre o poder performativo da Barbie como imagem; refletir sobre pedagogia cultural a partir dos investimentos afetivos em práticas de uso de artefatos culturais populares. No referencial teórico encontram-se autoras(es) da cultura visual, como Mitchell (2015) e Martins e Tourinho (2011); da filosofia, Butler (2017); dos estudos culturais, Giroux (2003; 1999); do patrimônio cultural, Gonçalves (2019), e da comunicação, Bentes (2023). A abordagem metodológica utilizada é a bricolagem (KINCHELOE, 2007) em seu caráter especulativo e interpretativo, possibilitando o uso de descrições do objeto, imagens e referências teóricas de diferentes áreas como as mencionadas, para produzir análises multidirecionais e interdisciplinares. A reflexão chega a instigantes considerações sobre o poder e o querer da imagem-Barbie, as projeções humanas sobre ela, e aventa o desenvolvimento de processos criativos e pedagógicos a partir das práticas de uso da Barbie e outros artefatos culturais populares que incitam investimentos afetivos.</p> Odailso Sinvaldo Berte Copyright (c) 2024 Revista Digital do LAV https://periodicos.ufsm.br/revislav/article/view/84637 Wed, 26 Jun 2024 00:00:00 -0300 Ateliê de mundos: políticas do tempo e sentidos da escola https://periodicos.ufsm.br/revislav/article/view/87872 <p>Os gregos antigos entendiam escola como uma qualidade temporal: <em>scholé</em> é o tempo livre, não porconvite à inação, mas por abertura à indeterminação. No mundo Clássico, escola é o tempo-espaço não determinado pelo tempo da produtividade e, por isso mesmo, propício ao pensamento criador. Com a formação da modernidade, os tempos da produtividade e da aprendizagem foram se tornando cada vez mais indistintos, a ponto de coincidirem: a escola passa a ser, em grande medida, o espaço que prepara e antecipa o trabalho produtivo. No presente artigo, essa realidade é analisada, investigando-se a categoria tempo e suas implicações políticas, traçando conexões com os sentidos da escola. Sustenta-se a possibilidade de a escola recuperar sua afinidade com a indeterminação, recusando ser pautada pelo tempo da produção e afirmando sua conexão com o tempo da criação. São abordados os conceitos de desencantamento e reencantamento do mundo, bem como com a pluralidade de conceitos de tempo próprios a distintas culturas, investigando a complexidade político-social desses fenômenos. Dialoga-se com o conceito de pensamento poético e evoca-se, por fim, uma educação com arte, compreendendo que,para além de uma fábrica de trabalhadores, há a urgência política de pensar a escola como um grande espaço de criação: um ininterrupto ateliê de mundos.</p> Priscilla Menezes de Faria, Amanda de Faria Sánchez Copyright (c) 2024 Revista Digital do LAV https://periodicos.ufsm.br/revislav/article/view/87872 Wed, 26 Jun 2024 00:00:00 -0300 Olindas Inventadas: analisando um filme realizado por crianças https://periodicos.ufsm.br/revislav/article/view/85885 <p>Este artigo investiga a invenção de paisagens em Olinda por meio do filme "Praça do Terror", produzido por crianças de 8 anos em uma escola pública na periferia da cidade, as quais desenvolvem narrativas que exploram a cidade de Olinda sem recorrer a estereótipos. O filme aborda questões como restrições à mobilidade urbana e busca por autonomia. O referencial teórico adotado fundamenta-se na noção de devir-criança de Deleuze e Guattari, assim como nas contribuições de Walter Kohan. Explora-se também a perspectiva cinematográfica de Deleuze, juntamente com as contribuições de Migliorin e Pipano no campo do cinema-educação. A metodologia adotada foi nomeada experiência “cartográfica-artística-educativa". Ao final, sugere-se que Olinda, tradicionalmente conhecida em escala global pelo olhar do colonizador, emerge aqui como um território de invenção a partir das imagens, desdobrando-se em histórias de emancipação ancoradas nas experiências das crianças. Assim, a cidade é apresentada não apenas como um patrimônio histórico, mas como um espaço permeado por afetos diversos.</p> Ana Julia Lacerda Meira Menezes, Patrícia Maria Uchôa Simões Copyright (c) 2024 Revista Digital do LAV https://periodicos.ufsm.br/revislav/article/view/85885 Mon, 15 Jul 2024 00:00:00 -0300