Notícias

DOSSIÊ TEMÁTICO

 

Normas para publicação na Revista Digital do Laboratório de Artes Visuais Centro de Educação/UFSM

Um dossiê se compõe de um conjunto de artigos em torno de um tema que expressa uma contribuição julgada relevante para a área de escopo da revista. Aconselhamos, por isso, os eventuais proponentes a lerem com atenção, no endereço eletrônico da revista, quais os seus focos de interesse disciplinar e os seus campos derivados inter e transdisciplinares.

A Revista Digital do Laboratório de Artes Visuais publicará seu dossiê temático no mês de agosto de cada ano, julgando assim ampliar as possibilidades de publicação de mais investigadores que, de forma crescente, nos procuram. Articulou-se, desta forma, uma estratégia de publicação que passa a contemplar a inclusão de um dossiê temático em paralelo com a demanda contínua.

Consideramos que a concentração de textos científicos à volta de problemáticas contemporâneas bem específicas, pode ajudar a comunidade não só a encontrar material de cultura atual, previamente validado e selecionado, como, também, a identificar “quem” investiga o quê e “como” se investiga em nível nacional e internacional.

1. Todos os artigos devem apresentar uma clara interlocução com o tema, tendo como cenário de fundo a área de escopo da revista, originalidade no tratamento desse tema, consistência e rigor argumentativo, riqueza conceitual na formulação dos eventuais problemas e irreprimível qualidade científica do texto. Na sua submissão deve claramente mencionar “proposta para dossiê”.

2. Por razões de ordem técnica a Revista Digital do LAV apenas pode compor dossiês temáticos com um mínimo de sete e um máximo de nove artigos científicos, os quais deverão ser alvo de uma articulação e ordenação temática, teórica e metodológica pelos editores da revista, após a aprovação pela revisão cega de pares.

3. Os artigos encaminhados à revista devem ser inéditos, tanto em meios impressos como eletrônicos, devendo vir acompanhados, se for aplicável, das devidas autorizações de copyrights no caso de incluir imagens ou excertos de autores externos que exijam tal procedimento. Por conseguinte, os autores são inteiramente responsáveis por todos os conteúdos do artigo.

4. A revista publica trabalhos em português, espanhol ou inglês, na modalidade da demanda contínua. Da mesma forma os artigos para a composição do dossiê devem ser redigidos nestas três línguas. A ausência de abstract em inglês e espanhol, ou a falta de qualidade da tradução, são motivos para devolução aos proponentes dos textos propostos. O seu reenvio deverá ser efetuado sempre dentro dos prazos estipulados para cada dossiê temático sob pena de exclusão.

5. Quanto às regras de estilo e apresentação formal (tipo e tamanho de letra, margens, referências bibliográficas, etc.) os artigos submetidos para o dossiê devem seguir exatamente as mesmas normas dos artigos submetidos na demanda contínua e que estão detalhadamente desenvolvidas no endereço eletrônico da revista. O não cumprimento destas normas implica a exclusão da proposta.

6. Os Editores, após consulta aos elementos do comitê cientifico da revista, os que estiverem ativos na respectiva avaliação, reservam-se no direito de resolverem qualquer caso omisso que venha a ocorrer, salvaguardando, em particular, a qualidade cientifica da revista, assim como o cumprimento do prazo oficial regular de publicação.

Temas e prazos

Dossiê para publicação agosto 2020

Dossiê: Gênero, Sexualidade, Cultura Visual e Educação.

Organizador: Prof. Dr. Anderson Ferrari (Universidade Federal de Juiz de Fora)

Editoras: Profa. Dra. Marilda Oliveira de Oliveira, Profa. Dra. Vivien Kelling Cardonetti e Profa. Dra. Francieli Regina Garlet.

A proposta do dossiê é articular três áreas do conhecimento que estão em diálogo nas construções dos sujeitos: os estudos de gênero e sexualidade, o campo da cultura visual e os processos educativos. Essas áreas nos provocam a pensar como as imagens ampliaram sua veiculação, passando a ser discutidas em espaços que até então não se dedicavam a pensá-las, como por exemplo, a Educação e a constituição dos sujeitos detentores de gênero e sexualidade. A noção de cultura visual ganhou força como um terreno a ser explorado para além do campo disciplinar das Artes, possibilitando a emergência de temas a serem problematizados na articulação das artes visuais com as relações de gênero, sexualidade e educação. As imagens passaram a ser foco de atenção nos processos educativos, associando discussão intelectual, reflexão teórica e prática do cotidiano, uma vez que eram entendidas como um aspecto importante e predominante no que estamos construindo como cultura contemporânea. Nos tornamos, gradativamente, uma sociedade em que as imagens se fazem presentes, construindo nosso cotidiano e sujeitos, assim, nos educam, nos ensinam coisas sobre o mundo, sobre as outras pessoas e sobre nós mesmos. São essas questões que queremos ver abordadas nos artigos deste dossiê. Portanto, trata-se de um convite para pensar as relações que somos capazes de produzir nos encontros entre gênero e sexualidade, cultura visual e educação.

Prazo limite para envio: 30 de abril de 2020.


Instruções Aos Autores

 

Ler material completo 

 
Publicado: 2018-05-26 Mais...
 

Instruções gerais para publicação na revista

 

Ler material completo 

 
Publicado: 2017-12-21 Mais...
 

Instruções Aos Avaliadores

 
Ler material completo   
Publicado: 2017-12-21 Mais...
 
1 a 3 de 3 itens