Escolarização de alunos com TEA: práticas educativas em uma rede pública de ensino

Luiza Pinheiro Leão Vicari, Mônica Maria Farid Rahme

Resumo


Esse estudo teve como objetivo analisar as práticas educativas adotadas no cotidiano escolar de dois alunos com Transtorno do Espectro Autista (TEA) em uma escola pública de Belo Horizonte/MG. O TEA é marcado por dificuldades na comunicação social, comportamentos repetitivos e interesses restritos. O número de matrículas desses alunos aumentou nos últimos anos e a legislação brasileira passou a prever a possibilidade do acompanhamento do profissional de apoio e/ou do professor do Atendimento Educacional Especializado (AEE). Com referência nesses dados, essa pesquisa foi desenvolvida a partir de uma abordagem qualitativa e buscou discutir as possibilidades e os limites do processo de inclusão escolar dos alunos com TEA. Utilizou-se como instrumentos de coleta de dados a observação sistemática em duas salas de aula, entrevistas semiestruturadas e a aplicação da Escala CARS. Os resultados indicam que as profissionais reconhecem um avanço no processo de inclusão, entretanto, demonstram insegurança quanto às estratégias de ensino a serem adotadas. Além disso, não identificam apoio efetivo dos órgãos responsáveis pelo processo de inclusão. Os alunos com TEA passam a maior parte do tempo em sala de aula, mas poucas atividades são direcionadas para as suas especificidades. Nesses períodos, contam com o acompanhamento de auxiliares de apoio à inclusão, cujas atuações variam conforme o grau de envolvimento com o trabalho. Tais profissionais não pertencem ao quadro do magistério e recebem poucas orientações. Das seis professoras entrevistadas, apenas duas evidenciaram práticas educativas inclusivas durante o período da pesquisa, ainda que com baixa frequência.


Palavras-chave


Transtorno do Espectro Autista; educação inclusiva; práticas educativas.

Texto completo:

PDF HTML

Referências


AMERICAN PSYCHIATRIC ASSOCIATION. Manual diagnóstico e estatístico de transtornos mentais. 5a. Ed. Porto Alegre: Artes Médicas, 2014.

AZEVEDO, Mariana Queiroz Orrico; NUNES, Débora Regina de Paula. Que sugerem as pesquisas sobre Métodos de Ensino para alunos com Transtorno do Espectro Autista? Uma revisão integrativa de literatura. Arquivos analíticos de políticas educativas, Vol. 26, n. 24, pp. 1-24, 2018.

BRASIL. Congresso Nacional. Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional. Lei nº 9493, de 20 de dezembro de 1196. Brasília/DF: Diário Oficial da União de 23 de dezembro 1996.

BRASIL. Ministério da Educação, Secretaria de Educação Especial. Política Nacional de Educação Especial na Perspectiva da Educação Inclusiva. Brasília/ DF, 2008.

BRASIL. Presidência da República. Casa Civil. Política Nacional de Proteção dos Direitos da Pessoa com Transtorno do Espectro Autista. Lei nº 12.764, de 11 de dezembro 2012, Brasília/DF, 2012.

BRASIL. Presidência de República. Secretaria Geral. Lei Brasileira de Inclusão da Pessoa com Deficiência (Estatuto da Pessoa com Deficiência), Lei nº 13.146, de 6 de julho 2015, Brasília/DF, DOU, 2015.

BRASIL. Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira. Censo Escolar, 2017. Disponível em: www.portal.mec.gov.br. Acesso em: 03 set. 2019.

CABRAL, Cristiane S; MARIN, Ângela Helena. Inclusão escolar de crianças com transtorno do espectro autista: uma revisão sistemática da literatura. Belo Horizonte: Educação em Revista.v. 33, pp. 01-30, 2017.

CENTER FOR DISEASE CONTROL AND PREVENTION. CDC: Saving Lives, Protecting People. Disponível em https://www.cdc.gov/ncbddd/autism/data.htmlhttps://www.cdc.gov/ncbddd/autism/data.html Acesso em: 29 mar. 2020.

DONVAN, John; ZUCKER, Caren. Outra Sintonia: A história do Autismo. São Paulo: Companhia das Letras, 2017.

FAVORETTO, Natália Caroline; LAMÔNICA, Dionísia Aparecida C. Conhecimento e Necessidades dos professores em relação aos transtornos do espectro autístico. Revista Brasileira de Educação Especial, Marília, v. 20, n.1, pp. 103-116, 2014.

GOMES, Camila Graciella Santos, MENDES, Enicéia G. Escolarização inclusiva de alunos com autismo na rede municipal de ensino de Belo Horizonte. Revista Brasileira de Educação Especial, Marília, v.16 n.3, pp.375-396, 2010.

GERHARDT, Tatiana E. et al. Estrutura do projeto de pesquisa. In: GERHARDT, Tatian Engel; SILVEIRA, Denise Tolfo (Orgs) Métodos de Pesquisa. Porto Alegre: Editora da UFRGS, 2009.

HORA, Cássia L. Procedimentos de dicas e correções de erros: para que servem e como utilizar? In: DUARTE; Cintia; SILVA; Luciana; VELLOSO; Renata. Estratégias da Análise do Comportamento Aplicada para pessoas com Transtornos do Espectro do Autismo. São Paulo: Memnon Edições Científicas, 2018.

KAUARK; Fabiana da Silva; MANHÃES; Fernanda Castro; MEDEIROS; Carlos Henrique. Metodologia da Pesquisa: um guia prático. Itabuna: Via Litterarum 2010.

LIMA, Stéfanie M.; LAPLANE, Adriana Lia F. Escolarização de Alunos com Autismo. Revista Brasileira de Educação Especial, Marília, v. 22, n. 2, pp. 269-284, 2016.

MANZINI, Eduardo José. Entrevista semi-estruturada: análise de objetivos e de roteiros. SEMINÁRIO INTERNACIONAL SOBRE PESQUISA E ESTUDOS QUALITATIVOS. Bauru, 2004.

MENDES, Enicéia G. A radicalização do debate sobre inclusão escolar no Brasil. Revista Brasileira de Educação, Rio de Janeiro, v. 11, n. 33, pp. 387-405, set/dez, 2006.

MENDES, Enicéia G.; PASIAN, Maria Sílvia; GONÇALVES, Adriana G. Pesquisa qualitativa em educação especial. In: COSTAS, A. T. C.; Pavão, S. M. O. (Org.). Pesquisa qualitativa em educação especial. 1ed., v. 1, pp. 123-146, 2015.

MOUSINHO, Renata et al. Mediação Escolar e Inclusão: revisão, dicas e reflexões. Revista Psicopedagogia, Rio de Janeiro, v. 27, n. 82, pp. 92-108, 2010.

NASCIMENTO, Fabiana Ferreira; CRUZ, Mara Monteiro; BRAUN, Patrícia. Escolarização de Pessoas com Transtorno do Espectro do Autismo a partir da Análise da Produção Científica Disponível na SciELO Brasil (2005 – 2015). Arquivos Analíticos de Políticas Educativas, Vol. 25, n. 125, pp. 1- 29. 2016.

NUNES, Débora Regina; AZEVEDO, Mariana Queiroz; SCHMIDT, Carlo. Inclusão educacional de pessoas com Autismo no Brasil: uma revisão da literatura. Revista Educação Especial, vol 26, n.47, pp 557 – 572. 2013.

ORGANIZAÇÃO MUNDIAL DE SAÚDE. Classificação de Transtornos Mentais e de Comportamento da CID-10: descrições clínicas e diretrizes diagnósticas. Porto Alegre: Artes Médicas, 1993.

PAULA, Cristiane S et al. Brief report: Prevalence of pervasive developmental disorder in Brazil: A pilot study. Journal of Autism and Developmental Disorders, v. 12, pp. 1738-1742, 2011.

PEREIRA, Alessandra; RIESGO, Rudimar; WAGNER, Mário. Autismo infantil: tradução e validação da escala Childhood Autism Rating Scale para o uso no Brasil. Jornal de Pediatria, Rio de Janeiro, v. 86, n. 6, 2008.

REIS, Patrícia Ferreira. A comunicação da criança com transtorno do espectro do autismo (TEA). In: BORGES, Adriana Araújo; NOGUEIRA, Maria Luisa Magalhães. O aluno com autismo na escola. Campinas: Mercado das Letras, 2018, cap. 4, pp. 111-137.

RIBEIRO, Daniela M.; MELO, Ninive R.; SELLA, Ana Carolina. A inclusão de estudantes com autismo na rede municipal de ensino de Maceió. Revista de Educação Especial, Santa Maria/RS, v. 30, n.58, p.425-440, 2017. Disponível em: https://periodicos.ufsm.br/educacaoespecial/article/view/25264 Acesso em: 05 jan. 2020.

RODRIGUES, Sônia Maria. A construção de práticas pedagógicas inclusivas em uma escola pública de Belo Horizonte, 2013. 266 p. Tese (Doutorado em Educação) - Universidade Federal de Minas Gerais, Faculdade de Educação, Belo Horizonte, 2013.

SANTOS, Vivian; ELIAS, Nassim Chamel. Caracterização das Matrículas dos Alunos com Transtorno do Espectro do Autismo por Regiões Brasileiras. Revista Brasileira de Educação Especial, Santa Maria/RS, v.24, n.4, p.465-482, 2018.

SCHMIDT, Carlo. Transtorno do Espectro Autista: Onde estamos para onde vamos. Psicologia em Estudo, Maringá, v. 22, n. 2, pp. 221-230, abri/jun. 2017. Disponível em: http://periodicos.uem.br/ojs/index.php/PsicolEstud/article/view/ 34651/pdf Acesso em: 03 jan. 2020.

SCHOPLER, Eric; REICHLER, Robert Jay; RENNER, Barbara R. The Childhood Autism Rating Scale (CARS) for Diagnostic Screening and Classification of Autism, Western Psychological Services, Los Angeles, Calif, USA, 1988.

ZANATTA, Joana; MARCON, Vera Inês; MARASCHIN; Maria Lucia Marocco. O processo de transição da educação infantil para os anos iniciais do ensino fundamental: Desafios e possibilidades. In: XII CONGRESSO NACIONAL DE EDUCAÇÃO, 2015.




DOI: https://doi.org/10.5902/1984686X43296

CONTATO:

E-mail: revistaeducacaoespecial.ufsm@gmail.com

Universidade Federal de Santa Maria (UFSM)
Centro de Educação - Lapedoc
Av. Roraima, 1000 - Cidade Universitária
97105-900 - Santa Maria - RS, Brasil.
Telefone: +55 55 3220 8795

Link: https://periodicos.ufsm.br/educacaoespecial

 

ISSN eletrônico: 1984-686X

DOIhttp://dx.doi.org/10.5902/1984686X

Qualis/Capes: Educação A2

Periodicidade: Publicação contínua

O recebimento de artigos caracteriza-se por fluxo contínuo sem que seja possível prever a data de sua publicação.

 

A Revista Educação Especial agradece auxílio recebido por meio do Edital Pró-Revistas, da Pró-Reitoria de Pós-Graduação e Pesquisa, da Universidade Federal de Santa Maria. 

 

 Creative Commons License

This work is licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial 4.0 International (CC BY-NC 4.0)

Contador de visitas
click counter
Contador de visitas

Acessos a partir de 30/11/2016

__________________________________________________