A educação do garoto selvagem de Aveyron e a proposta contemporânea de escolarização de alunos com transtorno do espectro autista: possibilidades de leitura

Taís Guareschi, Maria Inês Naujorks

Resumo


Neste artigo, temos como objetivo analisar a experiência pedagógica de Jean Itard com o menino selvagem, refletindo sobre a presença do ideário desse médico-pedagogo na proposta contemporânea de escolarização de alunos com transtorno do espectro autista. Itard, ao contrário de outros médicos, apostou na educabilidade de Victor, supondo que suas dificuldades eram decorrentes do longo abandono vivenciado. A proposta de Itard era de caráter eminentemente educativo, tendo como premissas orientadoras que o conhecimento e as ideias advêm das sensações e que cada sentido deveria ser estimulado isoladamente. Com base na análise empreendida sobre essa experiência pedagógica, refletimos sobre a presença desse ideário na educação de alunos com autismo. Para tanto, propomos a discussão a partir de um ponto central: a primazia do método de ensino na proposta pedagógica de Itard. Na contemporaneidade, a inclusão escolar de alunos com transtorno do espectro autista impele os professores a demandar um método de ensino, que garanta como resultado a aprendizagem dos conhecimentos escolares. Atentamos para a possibilidade dessa demanda repetir o cerne da proposta de Itard, que era o método. Tendo este como foco central, as manifestações singulares poderão ser apagadas ou tomadas como um entrave a ser superado na educação desses sujeitos.


Palavras-chave


Garoto Selvagem de Aveyron; Transtorno do Espectro Autista; Educação Inclusiva.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5902/1984686X23725

CONTATO:

E-mail: revistaeducacaoespecial.ufsm@gmail.com

Universidade Federal de Santa Maria (UFSM)
Centro de Educação - Lapedoc
Av. Roraima, 1000 - Cidade Universitária
97105-900 - Santa Maria - RS, Brasil.
Telefone: +55 55 3220 8795

Link: https://periodicos.ufsm.br/educacaoespecial

 

ISSN eletrônico: 1984-686X

DOIhttp://dx.doi.org/10.5902/1984686X

Qualis/Capes: Educação A2

Periodicidade: Publicação contínua

O recebimento de artigos caracteriza-se por fluxo contínuo sem que seja possível prever a data de sua publicação.

 

A Revista Educação Especial agradece auxílio recebido por meio do Edital Pró-Revistas, da Pró-Reitoria de Pós-Graduação e Pesquisa, da Universidade Federal de Santa Maria. 

 

 Creative Commons License

This work is licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial 4.0 International (CC BY-NC 4.0)

Contador de visitas
click counter
Contador de visitas

Acessos a partir de 30/11/2016

__________________________________________________