Schizolobium parahyba var. amazonicum (Huber ex Ducke) Barneby pode ser utilizada em enriquecimento de clareiras de exploração florestal na Amazônia

Jaqueline Macedo Gomes, Joice Carolina Fernandes da Silva, Sabrina Benmuyal Vieira, João Olegário Pereira de Carvalho, Larissa Corrêa Lopes Quadros, Waldenei Travassos de Queiroz

Resumo


Avaliou-se a sobrevivência e o crescimento de mudas de Schizolobium parahyba var. amazonicum (Huber ex Ducke) Barneby (paricá) plantadas aleatoriamente em três tamanhos de clareiras causadas pela exploração florestal de impacto reduzido, na Fazenda Rio Capim, no município de Paragominas, Pará. As medições foram realizadas em cinco ocasiões (2005, 2006, 2008, 2010 e 2011). As clareiras foram classificadas em pequenas (200-400 m²), médias (401-600 m²) e grandes (> 600 m²). Com base na sobrevivência e no crescimento de mudas, nos seis primeiros anos após o plantio, sugere-se Schizolobium parahyba var amazonicum para plantios em clareiras, com áreas a partir de 200 m2 , causadas por exploração florestal de impacto reduzido.


Palavras-chave


Terra firme forest; Silvicultural treatments; Natural forest management

Texto completo:

PDF

Referências


BASTOS, T. X. et al. Características agroclimáticas do município de Paragominas. Belém: EMBRAPA Amazônia Oriental, 2005. 21 p. (Documentos, 228).

CARVALHO, J. O. P. et al. Mortality of girdled trees and survival of seedlings in canopy gaps after logging in a terra firme forest in brazilian amazon. Revista de Ciências Agrárias, Belém, v. 56, p. 48-52, 2013.

ENGEL, V. L.; FONSECA, R. C. B. OLIVEIRA, R. E. Ecologia de lianas e o manejo de fragmentos florestais. Série Técnica IPEF, Piracicaba, v. 12, n. 32, p. 43-64, 1998.

FREDERICKSEN, T.; PUTZ, F. Silvicultural intensification for tropical forest conservation. Biodiversity and Conservation, London, n. 12, p. 1445-1453, 2003.

GALEÃO, R. R. et al. Diagnóstico dos projetos de reposição florestal no estado do Pará. Revista de Ciências Agrárias, Belém, n. 45, p. 101-120, 2006.

HOWLETT, B. E.; DAVIDSON, D. W. Effects of seed availability, site conditions and herbivory on pioneer recruitment after logging in Sabah, Malaysia. Forest Ecology and Management, Amsterdam, n. 184, p. 369-383, 2003.

KEEFE, K. et al. Enrichment planting as a silvicultural option in the eastern Amazon: case study of Fazenda Cauaxi. Forest Ecology and Management, Amsterdam, n. 258, p. 1950-1959, 2009.

LAMPRECHT, H. Silvicultura nos trópicos: ecossistemas florestais e respectivas espécies arbóreas - possibilidades e métodos de aproveitamento sustentado. Eschborn: Deutsche Gesellschaft für Technische Zusammenarbeit (GTZ) GmbH, 1990. 343 p.

LEAL, G. L. R. Paragominas: a realidade do pioneirismo. 2. ed. Belém: Alves, 2000. 498 p.

MARQUES, T. C. L. L. S. M. et al. Exigências nutricionais do paricá (Schizolobium amazonicum, Herb.) na fase de muda. Cerne, Lavras, v. 10, n. 2, p. 167-183, 2004.

MENEZES-FILHO, L.C. DE L. et al. Comportamento de 24 espécies arbóreas tropicais madeireiras introduzidas no Parque Zoobotânico, Rio Branco – Acre. Rio Banco: Universidade Federal do Acre. Parque Zoobotânico, v.1, p.77-81, 1995.

OHASHI, S. T.; YARED, J. A. G.; FARIAS NETO, J. T. F. Variabilidade entre procedências de paricá Schizolobium parahyba var amazonicum (Huber ex Ducke) Barneby plantadas no município de Colares – Pará. Acta Amazonica, Manaus, v. 40, n. 1, p. 81-88, 2010.

RODRIGUES, T. E. et al. Caracterização e classificação dos solos do município de Paragominas, Estado do Pará. Belém: EMBRAPA Amazônia Oriental, 2003. 51 p. (Documentos, 162).

ROSA, L. S. Ecologia e silvicultura do paricá (Schizolobium amazonicum Huber ex Ducke) na Amazônia brasileira. Revista de Ciências Agrárias, Belém, n. 45, p. 121-134, 2006.

SABOGAL, C. et al. Silvicultura na Amazônia Brasileira: avaliação de experiências e recomendações para implementação e melhoria dos sistemas. Belém: CIFOR, 2006. 190 p.

SCHULZE, M. Technical and financial analysis of enrichment planting in logging gaps as a potential component of forest management in the eastern Amazon. Forest Ecology and Management, Amsterdam, n. 255, p. 866-879, 2008.

VATRAZ, S. et al. Efeitos de tratamentos silviculturais sobre o crescimento de Laetia procera (Poepp.) Eichler em Paragominas, PA, Brasil. Scientia Forestalis, Piracicaba, v. 40, n. 93, p. 95-102, 2012.

VELOSO, H. P.; RANGEL FILHO, A. L. R.; LIMA, J. C. A. Classificação da vegetação brasileira adaptada a um sistema universal. Rio de Janeiro: IBGE, 1991.124 p.

WATRIN, O. S.; ROCHA, A. M. A. Levantamento de vegetação natural e do uso da terra no Município de Paragominas (PA) utilizando imagens TM/Landsat. Belém: EMBRAPA; CPATU, 1992. 40 p. (Boletim de Pesquisa, 124).

YARED, J. A. G. Efeitos de sistemas silviculturais na florística e na estrutura de florestas secundária e primária na Amazônia Oriental. 1996. Tese (Doutorado) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa, MG, 1996.




DOI: http://dx.doi.org/10.5902/198050984793

Licença Creative Commons