Avaliação da linguagem em crianças com deficiência intelectual no contexto de escolarização formal

Adelyn Barbosa de Aquino, Tícia Cassiany Ferro Cavalcante

Resumo


As crianças com deficiência intelectual, que por muito tempo foram estigmatizadas em relação à aprendizagem, apresentam prejuízo no desenvolvimento da capacidade expressiva, principalmente na expressão oral. Por isso, fazem uso por mais tempo da linguagem gestual. Esta pesquisa buscou analisar as habilidades comunicativas das crianças com deficiência intelectual na etapa da Educação Infantil. Para tanto, tomou-se como base teórica o sociointeracionismo, concebendo a linguagem como um construto social resultado de trocas interativas. Como sujeitos, a pesquisa contou com a participação de duas crianças com deficiência intelectual com impedimentos comunicativos, estudantes de escolas públicas da cidade de Igarassu-PE. Como instrumentos de coleta de dados realizou-se entrevistas com profissionais da escola e pais; também observações da sala de aula; e uma sessão de intervenção com o uso de recursos de Comunicação Alternativa. Foi possível perceber que a comunicação com as crianças muitas vezes é realizada através de gestos, bem como da importância de se conhecer a dinâmica de vida de cada criança, para que se trace um plano de comunicação. Com os resultados do presente estudo pode-se pensar em diretrizes para uma comunicação mais efetiva dos estudantes com deficiência intelectual no contexto da educação infantil.


Palavras-chave


Inclusão escolar; aquisição da linguagem; deficiência Intelectual.

Texto completo:

PDF HTML

Referências


ANHÃO, Patrícia Páfaro Gomes; PFEIFER, Luiza Iara; SANTOS, Jair Lício. Interação social de crianças com Síndrome de Down na Educação Infantil. Rev. Bras. Ed. Esp., Marília, v.16, n.1, p.31-46, Jan.-Abr, 2010.

BARDIN, Laurence. Análise de Conteúdo. Lisboa, Portugal: Edições 70, LDA, 2009.

BERGAMASCO, et al. Registro em vídeo na Pesquisa em psicologia: reflexões a partir de relatos de experiência. Revista Psicologia: Teoria e pesquisa. Set-Dez. Vol. 12 n.3 pp. 261-267 1996.

CAVALCANTE, Tícia Cassiany Ferro. Dialogismo e impedimentos cognitivos: reflexões sobre a comunicação entre adulto e estudantes com deficiência intelectual. Rev. educ. PUC-Camp., Campinas, 22(3):425-439, set./dez., 2017.

CAVALCANTE, Tícia Cassiany Ferro; FERREIRA, Sandra Patrícia Ataíde. Impedimentos cognitivos e a acessibilidade comunicacional na escola: contribuições da teoria de Vygotsky. Ciência & Cognição, v.16, n.3, p.43-56, 2011.

DE PAULA, Raquel. Desenvolvimento de um protocolo para avaliação de habilidades comunicativas de alunos não-falantes em ambiente escolar. 2007. Dissertação (Mestrado em Educação) - Universidade Estadual Paulista, Faculdade de Filosofia e Ciências, 2007.

DELAGRACIA, Joyce Degaspari. Desenvolvimento de um protocolo para avaliação de habilidades comunicativas para alunos não-falantes em situação familiar. 2007. Dissertação (Mestrado em Educação) - Universidade Estadual Paulista, Faculdade de Filosofia e Ciências, 2007.

DELIBERATO, Débora. Comunicação Alternativa na Educação Infantil: instrumentos para aquisição de competências do aluno com deficiência. In: D. DELIBERATO; D. NUNES; M. J. GONÇALVES (Orgs). Trilhando juntos a Comunicação Alternativa. Marília: ABPEE, 2017.

DUARTE, Cíntia Perez; VELLOSO, Renata de Lima. Linguagem e comunicação de pessoas com deficiência intelectual e suas contribuições para a construção da autonomia. Revista Inclusão Social. Brasília, DF, v.10 n.2, p.88-96, jan./jun. 2017.

FUJIHIRA, Carolina Yuki (Org.) Mude seu falar que eu mudo o meu ouvir: Acessibilidade: Um livro escrito por pessoas como Síndrome de Down. Associação Carpe Diem. São Paulo: Associação Carpe Diem, 2012.

LOURENÇO, Gerusa Ferreira. Sala de recursos multifuncionais e os desafios para a parceria com a sala comum nas práticas com tecnologia assistiva e comunicação alternativa e ampliada. In: D. DELIBERATO; D. NUNES, D; GONÇALVES, M. J. (Org). Trilhando juntos a Comunicação Alternativa. Marília: ABPEE, 2017.

LURIA, Alexander Romanovich. Pensamento e linguagem: as últimas conferencias de Luria. Porto Alegre: Artes Médicas, 1987.

MANZINI, Eduardo José; DELIBERATO, Débora. Recursos para a comunicação alternativa. BRASIL. Portal de ajudas técnicas para a Educação: Equipamento e material pedagógico para a educação capacitação e recreação da pessoa com deficiência física. Secretaria de Educação Especial, Brasília – MEC: SEES, 2004.

MARCUSCHI, Antônio. Análise da Conversação. São Paulo: Editora Ática, 2000.

NUNES, Leila Regina Oliveira de Paula. Favorecendo o desenvolvimento da comunicação em jovens com necessidades educacionais especiais. Rio de Janeiro: Dunya, 2003.

PASSERINO, Liliana Maria; BEZ, Maria Rosângela. Comunicação Alternativa: Mediação para uma inclusão social a partir do Scala. Passo Fundo: Ed. Universitária de Passo Fundo, 2015.

REILY, Lucia. Escola Inclusiva: Linguagem e mediação (Série Educação Especial). Campinas, São Paulo: Papirus, 2004.

SANTOS, Daísy Cléia Oliveira dos. Potenciais dificuldades e facilidades na educação de alunos com deficiência intelectual. Revista Educação e Pesquisa. São Paulo, v. 38, p. 935-948, out/dez, 2012.

SARTORETTO, Mara Lúcia; BERSCH, Rita. Comunicação Alternativa. 2014. Disponível em: http://www.assistiva.com.br/ca.html. Acessado em: 20 de janeiro de 2015.

SCARPA, Ester Miriam. Aquisição da linguagem. In: A. C. BENTES; F. MUSSALIM (Orgs.) Introdução à linguística 2: domínios e fronteiras. São Paulo: Cortez, 2001. p. 203-232.

TETZCHNER, Stephen Von; MARTINSEN, Harald. Introdução à comunicação aumentativa e Alternativa. Porto: Porto Editora, 2000.

VIANNA, Heraldo Marelim. Pesquisa em educação: a observação. Liber Livro Editora Ltda. Brasília, DF. 2003.

VYGOTSKI, Lev Semyonovich. Obras escogidas V: fundamentos da defectologia. Madrid: Visor, 1997.

VYGOTSKI, Lev Semyonovich. A Construção do Pensamento e da Linguagem. São Paulo: Martins Fontes, 2001.




DOI: https://doi.org/10.5902/1984686X39733

CONTATO:

E-mail: revistaeducacaoespecial.ufsm@gmail.com

Universidade Federal de Santa Maria (UFSM)
Centro de Educação - Lapedoc
Av. Roraima, 1000 - Cidade Universitária
97105-900 - Santa Maria - RS, Brasil.
Telefone: +55 55 3220 8795

Link: https://periodicos.ufsm.br/educacaoespecial

 

ISSN eletrônico: 1984-686X

DOIhttp://dx.doi.org/10.5902/1984686X

Qualis/Capes: Educação A2

Periodicidade: Publicação contínua

O recebimento de artigos caracteriza-se por fluxo contínuo sem que seja possível prever a data de sua publicação.

 

A Revista Educação Especial agradece auxílio recebido por meio do Edital Pró-Revistas, da Pró-Reitoria de Pós-Graduação e Pesquisa, da Universidade Federal de Santa Maria. 

 

 Creative Commons License

This work is licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial 4.0 International (CC BY-NC 4.0)

Contador de visitas
click counter
Contador de visitas

Acessos a partir de 30/11/2016

__________________________________________________