A atuação dos intérpretes de Libras com educandos surdos no ensino fundamental

Luiz Antonio Zancanaro Junior, Tatiane Maria Lui Zancanaro

Resumo


O presente artigo visa discutir a atuação do intérprete de Libras em sala de aula com educando surdos dos anos iniciais do ensino fundamental que possuem vocabulário escasso dos sinais do contexto escolar. Além disso, busca promover uma reflexão sobre a problemática envolvida. Para a fundamentação teórica, utilizaram-se as concepções apresentadas por Lacerda (2013). Para efetivação da pesquisa, as bases metodológicas utilizadas foram observação e questionário. Participaram da pesquisa quatro sujeitos, sendo dois professores regentes com formação em pedagogia e dois intérpretes educacionais que atuam no ensino fundamental da rede municipal de ensino de Itajaí. Os educandos surdos inseridos nesse contexto possuem um conhecimento de Libras considerado insuficiente, o que desfavorece sua aprendizagem e o processo de inclusão escolar. Terminadas as entrevistas, descreveram-se os resultados e posteriormente discutiram-se os dados coletados. O IE apoia o professor no planejamento das atividades e desenvolvimento de estratégias para a prática pedagógica priorizando os recursos visuais. Cabe ressaltar que as atribuições do intérprete são diferenciadas, pois se trata de mais um profissional em sala de aula para mediar a comunicação com o educando surdo, que às vezes, também assume uma pequena parte de professor regente.


Palavras-chave


Intérprete educacional; Língua Brasileira de Sinais; educação inclusiva;

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5902/1984686X17734

CONTATO:

E-mail: revistaeducacaoespecial.ufsm@gmail.com

Universidade Federal de Santa Maria (UFSM)
Centro de Educação - Lapedoc
Av. Roraima, 1000 - Cidade Universitária
97105-900 - Santa Maria - RS, Brasil.
Telefone: +55 55 3220 8795

Link: https://periodicos.ufsm.br/educacaoespecial

 

ISSN eletrônico: 1984-686X

DOIhttp://dx.doi.org/10.5902/1984686X

Qualis/Capes: Educação A2

Periodicidade: Publicação contínua

O recebimento de artigos caracteriza-se por fluxo contínuo sem que seja possível prever a data de sua publicação.

 

A Revista Educação Especial agradece auxílio recebido por meio do Edital Pró-Revistas, da Pró-Reitoria de Pós-Graduação e Pesquisa, da Universidade Federal de Santa Maria. 

 

 Creative Commons License

This work is licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial 4.0 International (CC BY-NC 4.0)

Contador de visitas
click counter
Contador de visitas

Acessos a partir de 30/11/2016

__________________________________________________