A produção de sentidos num contexto de aproximação entre arte e vida

Luzia Renata da Silva

Resumo


O desenvolvimento desse texto desenvolve-se a partir do desejo de pensar a prática artística relacionada à propostas pedagógicas transformadoras. A partir desse interesse, problematiza-se alguns artistas que transformaram seus campos, contextos e formas de atuação por não filiarem-se a ideia de arte tradicionalmente aceita. Por consequência, a reflexão formulada reflete sobre a importância que o educador Rudolf Steiner teve na constituição e na visão de arte de Joseph Beuys e os possíveis desdobramentos do pensamento desse artista na atuação do professor artista José Luiz Kinceler que, na lida com a arte, propôs ações transformadoras em um contexto de ensino de arte.


Palavras-chave


Produção de sentido; Arte; Educação

Texto completo:

PDF

Referências


ABMA – Associação brasileira de medicina antroposófica. O ser humano segundo a Antroposofia. Acessado em: 21/12/2105. Disponível em: http://www.abmanacional.com.br/index.php?link=8&id=15.

BENJAMIN, Walter. Reflexões sobre a criança, o brinquedo e a educação. São Paulo: Duas cidades/34, 2005.

______. Magia e técnica, arte e política: ensaios sobre literatura e história da cultura. São Paulo,Brasiliense, 2012.

BORER, Alain. Joseph Beuys. São Paulo: Cosac & Naify Edições, 2001.

CAMPBELL, Joseph. O poder do mito. São Paulo: Palas Athena, 1990.

FAVARETTO, Celso. John Dewey I: a relevância da experiência (½). Video da Univesp. Disponível em: https://www.youtube.com/watch?v=-TcvEXvg1I. Acesso em: 14/01/2016.

KAPROW, Allan. A educação do An - Artista. Parte II. Concinnitas - Revista do Instituto de Artes da UERJ. Ano 5, n. 6, julho 2004, pp.167-181. Disponível em: www.concinnitas.uerj.br. Acesso em: 10/03/2015.

KINCELER, José Luiz. As noções de descontinuidade, empoderamento e encantamento no processo criativo de “vinho saber – arte Relacional em sua forma complexa”. AMPAP, 2008. Disponível em: http://anpap.org.br/anais/2008/artigos/162.pdf. Acessado em: 12/01/2016.

LYNTON, Norbert. Futurismo. In: STANGOS, Nikos (org.). Conceitos da arte moderna. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 2000.

MARCONDES, Renan. Matéria em Constante Movimento: Joseph Beuys e Tim Ingold. Performatus. Ed. 14, Ano 03, nº 14 Julho, 2015. Disponível em: http://performatus.net/joseph-beuys-tim-ingold/. Acessado em 12/01/2016.

STEINER, Rudolf. Abelhas: apicultura a partir do respeito pela vida. Tradução de Gerard Bannwart. Aracajú: Edições Micael, 2005.

______.A arte da educação II: metodologia e didática. Tradução de Rudolf Lanz. São Paulo: Antroposófica, 2003.

VINCINI, Magda Salete. Dimensões comunicacionais no conceito de escultura social de Joseph Beuys: um processo de tradução criativa. Disponível em: file:///C:/Users/luzia/Documents/lu%20renata/Arquivos_/UDESC/PROJETO%20ESCRITA/b

euys/Magda%20Salete%20Vicini%20tese%20escultura%20social.pdf. Acessado em: 20/12/2015.




DOI: https://doi.org/10.5902/1983734824339

 
 
 
DOI: Digital Object Identifier 10.5902/19837348

Qualis B1

Este trabalho está licenciado sob uma Licença Creative Commons Attribution 4.0 (CC BY 4.0).

This work is licensed under a Creative Commons Attribution 4.0 (CC BY 4.0).

Acessos a partir de 17/09/2015

CopySpider - Software Anti-plagio