Práticas pedagógicas interculturais: (re)conhecendo as diferenças em sala de aula

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5902/1984644440573

Palavras-chave:

Educação, Identidade, Interculturalidade

Resumo

A revisão bibliográfica proposta neste artigo dialoga com as contribuições de Candau (2008; 2011; 2012); Moreira (2008; 2012; 2013) e Walsh (2009), desenvolvendo uma reflexão sobre a escola básica e as diferentes culturas que habitam seus espaços. Este trabalho reflete sobre os papeis desenvolvidos na escola e sobre os aspectos culturais que permeiam esses espaços, os quais podem variar entre uma educação monocultural e/ou intercultural. Aponta a interculturalidade como uma forma diferenciada de elaborar teorias e práticas educativas, problematizando-se a urgência da valorização da diversidade cultural presente nos espaços escolares, (re)conhecendo e valorizando as culturas trazidas pelos sujeitos ao espaço escolar, estimulando comunicações dialógicas entre elas. Torna-se necessário que a igualdade e as diferenças sejam valorizadas, empoderadas e estimuladas a comunicarem-se democraticamente, despertando o interesse dos indivíduos, sujeitos do processo escolar, no sentido de compreender que não é possível resolver as diferenças e muito menos padronizar a igualdade como acontece nas práticas monoculturais. Nesse sentido, a escola tem o papel desafiador de tornar professores e alunos agentes multiplicadores de ideias e práticas mais inclusivas dentro e fora dos espaços escolares através de seus currículos prescritivos. Diante desse cenário, conclui-se que a interculturalidade surge como uma alternativa viável para que os conteúdos pedagógicos não homogeinizem a aprendizagem conforme analisado ao longo do artigo. Propõe-se que, através do diálogo e do reconhecimento das diferentes identidades em níveis de igualdade e diferença, seja possível constituir uma sociedade democrática a partir do chão da escola.

Biografia do Autor

Rosane Barreto Ramos dos Santos, Fundação Instituto Oswaldo Cruz - FIOCRUZ

Doutoranda na Fundação Instituto Oswaldo Cruz - FIOCRUZ no Programa de Ensino em Biociências e Saúde (2019 - atual); Mestre (CMPDI-UFF/ 2016); Psicopedagoga e Especialista em Supervisão Educacional (UCAM); Pedagoga (UNESA); Co-gestora da Fundação de Apoio à Escola Técnica (FAETEC) e Professora da Educação Básica do Município de Nova Iguaçu

Paulo Pires de Queiroz, Universidade Federal Fluminense - Faculdade de Educação - FEUFF

Professor e pesquisador no Departamento Sociedade, Educação e Conhecimento (SSE-FEUFF); Professor e pesquisador no Mestrado Profissional de Diversidade e Inclusão no Instituto de Biologia da UFF; Professor e pesquisador no Programa de Mestrado e Doutorado Acadêmico de Ensino em Biociências e Saúde da Fiocruz. 

 

Referências

CANDAU, Vera Maria. Educação em direitos humanos e formação de professores/as. In: CANDAU, Vera Maria; SACAVINO, Suzana (Org.). Educação em Direitos Humanos – temas, questões e propostas. Petrópolis, RJ: DP et Alli Editora, 2008. p. 73-92.

CANDAU, Vera Maria. Multiculturalismo e educação: desafios para a prática pedagógica. In: MOREIRA, Antonio Flávio; CANDAU, Vera Maria (Org.). Multiculturalismo: diferenças culturais e práticas pedagógicas. 2ª ed. Petrópolis, RJ: Vozes, 2008, p. 13-37.

CANDAU, Vera Maria. Multiculturalismo, educação e direitos humanos. In: SACAVINO, Suzana.; CANDAU, Vera Maria. (Org.). Educação em direitos humanos: temas, questões e propostas. Petrópolis, RJ: DP et Alli Editora, 2008. p. 108-118.

CANDAU, Vera Maria. Diferenças culturais, cotidiano escolar e práticas pedagógicas. Currículo sem Fronteiras, v.11, n.2, p. 240-255, Jul./ Dez. 2011. Disponível em: http://www.curriculosemfronteiras.org/vol11iss2articles/candau.pdf Acesso em ago. 2017.

CANDAU, Vera Maria. Diferenças culturais, interculturalidade e educação em direitos humanos. Educação e Sociedade, Campinas, v. 33, n. 118, p. 235-250, jan./mar. 2012.

CANDAU, Vera Maria; LEITE, Mirian Soares. A didática na perspectiva multi/intercultural em ação: construindo uma proposta. Cadernos de Pesquisa, v. 37, n. 132, p. 731-758. Set./ Dez. 2007. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/cp/ v37n132/a1137132.pdf. Acesso em jun. 2017.

FORQUIN, Jean Claude. Escola e cultura: as bases sociais e epistemológicas do conhecimento escolar. Editora Artes Médicas, 1993. 201 p.

GABRIEL, Carmen Teresa. Conhecimento escolar, cultura e poder: desafios para o campo do currículo em “tempos pós”. In: MOREIRA, Antonio Flávio; CANDAU, Vera Maria (Org.). Multiculturalismo: diferenças culturais e práticas pedagógicas. 2ª ed. Petrópolis, RJ: Vozes, 2008, p. 212-245.

LOCKE, John. Ensaio acerca do entendimento humano. Os pensadores. 2. ed. São Paulo: Abril Cultural, 1978.

MOREIRA, Antonio Flávio. Identidade e Currículo. In: I SEMINÁRIO INTERNACIONAL DE EDUCAÇÃO, Porto Alegre: RS. Resumos... p. 1-16. 2008. Disponível em: http://www.educacao.rs.gov.br/dados/seminariointernacional/anto nio_moreira_identidade_curric.pdf Acesso em: 12 de jun. 2017.

MOREIRA, Antonio Flávio; CÂMARA, Michelle Januário. Reflexões sobre o currículo e identidade: implicações para a prática pedagógica. In:

MOREIRA, Antonio Flávio Moreira; CANDAU, Vera Maria. (Org.). Multiculturalismo: Diferenças culturais e práticas pedagógicas. 2ª ed. Petrópolis, RJ: Vozes. 2008. p. 38-66

MOREIRA, Antonio Flávio. Os princípios norteadores de políticas e decisões curriculares. Revista Brasileira de Política e Administração da Educação, v. 28, p. 180-194. jan./ abr. 2012. Disponível em: http://seer.ufrgs.br/index.php/rbpae/ article/view /36149/23337. Acesso em mar. 2017.

MOREIRA, Antonio Flávio. Currículo e gestão: propondo uma parceria. Revista Ensaio: Avaliação e Políticas Públicas em Educação, v. 21, n. 80, p. 547-562. Jul./ set. 2013. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/ensaio/v21n80/a09v21n80.pdf. Acesso em: abr. 2017.

SANTOS, Boaventura de Sousa. A gramática do tempo: para uma nova cultura política. São Paulo: Cortez, 2006.

SANTOS, Boaventura de Sousa. Pela mão de Alice: o social e o político na pós-modernidade. 14. Ed. São Paulo: Cortez, 2013.

SANTOS, Boaventura de Sousa. A difícil democracia: reinventar as esquerdas. 1ª ed. São Paulo: Boitempo, 2016.

WALSH, Catherine. Interculturalidade crítica e pedagogia decolonial: in-surgir, re-existir e re-viver. In: CANDAU, Vera Maria (Org.). Educação intercultural na América Latina: entre concepções, tensões e propostas. Rio de Janeiro: 7 letras, 2009. p. 12-42.

Downloads

Publicado

2021-05-05

Como Citar

Santos, R. B. R. dos, & Queiroz, P. P. de. (2021). Práticas pedagógicas interculturais: (re)conhecendo as diferenças em sala de aula. Educação, 46(1), e42/ 1–18. https://doi.org/10.5902/1984644440573

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)