Sustentabilidade em instituições de ensino superior

Autores

  • Pedro Túlio de Resende Lara Universidade Federal do ABC, Santo André, SP

DOI:

https://doi.org/10.5902/223613085341

Palavras-chave:

Sustentabilidade, Ensino Superior, Gestão Ambiental

Resumo

As universidades possuem o papel histórico de transmissão do conhecimento científico e, em grande parte, da sua própria produção. Através do acúmulo de conhecimento e elaboração de técnicas e tecnologias mais sofisticadas ao longo do tempo, a natureza vem sendo cada vez mais explorada, alcançando níveis altíssimos de extrativismo nos últimos dois séculos. Essa cultura de exploração persiste no mundo globalizado e, acredita-se que através da educação a consciência sustentável possa ser despertada. De fato, a mudança de postura ocorre no momento em que as instituições de ensino (básico e superior) apresentam a preocupação com o desenvolvimento sustentável. Embora desempenhe papel fundamental na busca pela sustentabilidade, a educação sozinha não levará ao objetivo proposto. Para tanto, além de atividades acadêmicas que propiciem a educação ambiental, bem como a formação do pensamento crítico com relação à exploração racional do meio ambiente, é necessário que as instituições de ensino superior (IES) trabalhem em torno de um sistema integrado de gestão ambiental, abrangendo impactos sócio-ambientais causados por sua própria atividade. O presente artigo aborda a importância do ensino superior como o despertar da consciência sustentável, bem como sua relevância como ferramenta de construção de integração social em prol da sustentabilidade, fornecendo infraestrutura e modelos de gestão ambiental, incentivando programas e iniciativas sócio-ambientais.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Pedro Túlio de Resende Lara, Universidade Federal do ABC, Santo André, SP

Graduado em Ciências Biológicas, Pós-Graduando em Gestão Sustentável, Graduando em Ciência e Tecnologia.

Referências

ARAÚJO, M. I de O. A universidade e a formação de professores para a educação ambiental. Revista Brasileira de Educação Ambiental, Brasília, n. 0, p.71-78, nov. 2004. Trimestral.

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS. ABNT NBR ISO 14001: Sistemas da gestão ambiental – Requisitos com orientações para uso. Rio de Janeiro, 2004. 35 p.

BARBIERI, J. C. Gestão Ambiental Empresarial: Conceitos, Modelos e Instrumentos. 1. ed. São Paulo: Saraiva, 2006.

BENFICA, G. Sustentabilidade e Educação. Seara: Revista Virtual de Letras e Cultura, Salvador, n. , p.1-9, 2007. Disponível em: http://www.seara.uneb.br/sumario/professores/gregoriobenfica.pdf. Acesso em: 25 fev. 2012.

CARLETTO, M. R.; VON LINSINGEN, I.; e DELIZOICOV, D. Contribuições a uma educação para a sustentabilidade. I Congresso Ibero-americano de CTS+I, Mesa 16, Palácio de Minería, 2006.

CEP TECH (Brasil). Os 14 princípios de Deming. Disponível em: http://www.datalyzer.com.br/site/suporte/administrador/info/arquivos/info80/80.html. Acesso em: 9 mar. 2012.

DROPA, Murilo Fortunato et al. A importância da utilização da ferramenta PDCA relacionado a aplicação de uma ferramenta de Gestão Ambiental Empresarial. In: CONGRESSO INTERNACIONAL DE ADMINISTRAÇÃO, 7., 2010, Ponta Grossa. Anais... . [s. L.]: Admpg, 2010. p. 1 - 12.

FERREIRA, A. J. D.; LOPES, M.; MORAIS, P. Implicações educativas da implementação de um sistema e gestão ambiental numa instituição do ensino superior. Centro de Estudos dos Recursos Naturais, Ambiente e Sociedade, Escola Superior Agrária de Coimbra, P-3040-316 Coimbra, Portugal, 2006. Disponível em: http://www.esac.pt/emas@school/Publicacoes/Comunicacoes/CNA04/Aferreira_com.pdf. Acesso em: 22 fev. 2012.

FOUTO, A. R. F. O papel das universidades rumo ao desenvolvimento sustentável: das relações internacionais às práticas locais. Dissertação. (Mestrado em Gestão e Políticas Ambientais Relações Internacionais do Ambiente), 2002.

HIGUCHI, M. I. G.; AZEVEDO, G. C. de. Educação como processo na construção da cidadania ambiental. Revista Brasileira de Educação Ambiental, Brasília, n. 0, p. 63-70, nov. 2004. Trimestral.

JACOBI, P. Educação ambiental, cidadania e sustentabilidade. In: Cadernos de Pesquisa. São Paulo: Autores Associados, 2003, no. 118: 189-205.

JUCKER, R. “Sustainability? Never heard of it” Some basics we shouldn’t ignore when engaging in education for sustainability. International Journal of Sustainability in Higher Education, 3, 1, 8-18. 2002.

MAYOR, F. Preparar um futuro viável: ensino superior e desenvolvimento sustentável. In: Conferência mundial sobre o ensino superior. Tendências de educação superior para o século XXI. Anais. Paris: 1998.

TAUCHEN, J.; BRANDLI, L. L. A gestão ambiental em instituições de ensino superior: modelo para implantação em campus universitário. Gestão e Produção, São Carlos, v. 13, n. 3, p.503-515, 30 nov. 2006. Quadrimestral.

ZITZKE, V. A. Educação Ambiental e Ecodesenvolvimento. Revista eletrônica do Mestrado em Educação Ambiental. Carreiros, Rs. v. 09, p. 175-188, julho a dezembro de 2002.

Downloads

Publicado

2012-06-11

Como Citar

Lara, P. T. de R. (2012). Sustentabilidade em instituições de ensino superior. Revista Monografias Ambientais, 7(7), 1646–1656. https://doi.org/10.5902/223613085341

Edição

Seção

ARTIGOS

Artigos Semelhantes

> >> 

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.