Prática de conflitos sociopedagógicos em sala de Recursos Multifuncional para Altas Habilidades/Superdotação

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5902/1984686X67108

Palavras-chave:

Altas Habilidades/Superdotação, Ambiente cooperativo, Piaget.

Resumo

Estudantes com Altas Habilidades/Superdotação (AH/SD), são reconhecidos pelos comportamentos diferenciados relacionados à habilidade acima da média, criatividade e envolvimento com a tarefa. Considerando a necessidade de promover a interação social entre eles, o objetivo deste artigo é analisar uma prática de discussão de conflitos sociopedagógicos, realizada com estudantes que têm AH/SD, na sala de recursos multifuncional. Trata-se de uma pesquisa exploratória desenvolvida por meio de uma proposta de intervenção, baseada em conflitos sociopedagógicos, a partir da teoria piagetiana. As participantes foram duas estudantes com AH/SD, matriculadas na sala de recursos multifuncionais para Altas Habilidades/Superdotação dos anos finais do Ensino Fundamental. Os resultados demonstraram que a discussão de conflitos sociopedagógicos promoveu o envolvimento e a interação entre os estudantes. O estudo concluiu que é fundamental desenvolver práticas pedagógicas voltadas para a interação social dos estudantes por meio de ambientes cooperativos em que os estudantes com AH/SD possam ser agentes ativos, trazendo os seus conflitos para serem discutidos em sala de aula e construindo com eles interação social de qualidade. 

Biografia do Autor

Bernadete de Fatima Bastos Valentim, Universidade Estadual do Centro-Oeste, Guarapuava, PR

Professora doutora da Universidade Estadual do Centro-Oeste, Guarapuava, PR, Brasil.

Carla Luciane Blum Vestena, Universidade Estadual do Centro-Oeste, Guarapuava, PR

Professora doutora da Universidade Estadual do Centro-Oeste, Guarapuava, PR, Brasil.

Referências

BECKER, Fernando; MARQUES, Tania Beatriz Iwasko. Epistemologia genética e criança superdotada. In: MOREIRA, Laura. Ceretta.; STOLTZ, Tania. (Coords.). Altas habilidades/superdotação, talento, dotação e educação. Curitiba, PR: Juruá, 2012.

BRASIL. Ministério da Educação. Secretaria de Educação Especial. Marcos político-legais da educação especial na perspectiva da educação inclusiva. Brasília, DF: Secretaria de Educação Especial. 2010. 73p. Disponível em: http://portal.mec.gov.br/index.php?option=com_docman&view=download&alias=6726-marcos-politicos-legais&Itemid=30192 Acesso em: 19 set. 2021.

CARBONE, Renata Aparecida; MENIN, Maria Suzana de Estéfano. Injustiça na escola: representações sociais de alunos do ensino fundamental e médio. Educação e Pesquisa, São Paulo, v. 30, n. 2, p. 251-270, maio/ago. 2004. Disponível em https://www.redalyc.org/pdf/298/29830204.pdf. Acesso em: 8 ago. 2021.

FLEITH, Denise de Souza. Altas habilidades e desenvolvimento socioemocional. In.: FLEITH, Denise de Souza; ALENCAR, Eunice M. L. Soriano de. Desenvolvimento de talentos e altas habilidades: orientação a pais e professores (Orgs.) Porto Alegre: Artmed, 2007.

GERHARDT, Tatiana Engel; SILVEIRA, Denise Tolfo (orgs.) Métodos de Pesquisa. Porto Alegre: Editora da UFRGS, 2009, 120 p.

HEUSER, Brian L.; WANG, Ke; SHAHID, Salman. Global dimensions of gifted and talented education: the influence of national perceptions on policies and practices. Global Education Review, v. 4, n. 1, p. 4-21, 2017. Disponível em: https://files.eric.ed.gov/fulltext/EJ1137994.pdf. Acesso em: 7 jan. 2019.

MARTINS Bárbara Amaral. et al. Altas habilidades/superdotação: estudos no Brasil. Journal of Research in Special Education Needs, v. 16, n. 1, p. 135-139, 2016. Disponível em: https://nasenjournals.onlinelibrary.wiley.com/doi/epdf/10.1111/1471-3802.12275 Acesso em: 7 jan. 2019.

MARTINS, Bárbara Amaral; CHACON, Miguel Claudio Moriel; ALMEIDA, Leandro Da Silva. Estudo comparativo luso-brasileiro sobre a formação inicial de professores em altas habilidades/superdotação com enfoque nos conteúdos curriculares. Revista Brasileira Educação Especial, Marília, SP, v. 24, n. 3, p. 309-326, jul./set. 2018. Disponível em: http://www.scielo. br/. Acesso em: 7 jan. 2019.

MCCLAIN, Mary-Catherine; PFEIFFER. Steven. Identificacion of gifted studets in the United States today: a look at state definitions, policies, and practices. Journal of Applied Scholl Psychology, v. 28, n. 1, p. 59-88, 2012. Disponível em: https://www.academia.edu/. Acesso em: 23 jan. 2017.

NAKANO, Tatiane de Cássia; SIQUEIRA, Luciana Gurgel Guida. Revisão de publicações periódicas brasileiras sobre superdotação. Revista de Educação Especial, Santa Maria, v. 25, n. 43, p. 249-266, 2012. Disponível em: https://periodicos.ufsm.br/educacaoespecial/article/view/3615 Acesso em: 20 jan. 2021.

PÉREZ, Suzana Graciela Pérez Barrera; FREITAS, Soraia Napoleão. Encaminhamentos pedagógicos com alunos com altas habilidades/superdotação na educação básica: o cenário brasileiro. Educar em Revista, Curitiba/PR, n. 41, p. 109-124, 2011. Disponível em: https://www.scielo.br/j/er/a/hv87YLFWx6BGY7C8JCNqWjP/abstract/?lang=pt Acesso em: 10 jan. 2021.

PIAGET, Jean. O julgamento moral na criança. Tradução Élzon Lenardon. São Paulo: Mestre Jou, 1932/1977a.

PIAGET, Jean. A tomada de consciência. São Paulo: Melhoramentos, 1977b.

PIAGET, Jean. Relações entre a afetividade e a inteligência no desenvolvimento mental da criança. Tradução Cláudio J. P. Saltini e Doralice B. Cavenaghi. Rio de Janeiro: Wak Editora, 1962/2014.

RENZULLI, Joseph Salvatore. O que é esta coisa chamada superdotação, e como a desenvolvemos? Uma retrospectiva de vinte e cinco anos. Educação, v. 27, n. 52, p. 75-131, 2004. Disponível em: https://www.redalyc.org/pdf/848/84805205.pdf Acesso em: 10 jan. 2021.

RENZULLI, Joseph Salvatore. A concepção de superdotação no modelo dos três anéis: um modelo de desenvolvimento para a promoção da produtividade criativa. In: VIRGOLIM, Ângela Mágda Rodrigues; KONKIEWITZ, Elisabete Castelon. Altas habilidades/superdotação, inteligência e criatividade: uma visão multidisciplinar. Campinas, SP: Papirus, 2014.

ROCHA, Maria Lopes Da; AGUIAR, Kátia Faria De. Pesquisa-intervenção e a produção de novas análises. Psicologia Ciência e Profissão, v. 23, n.4, p. 64-73, 2003. Disponível em: http://pepsic.bvsalud.org/pdf/pcp/v23n4/v23n4a10.pdf. Acesso em 13 set. 2019.

SUMIDA, Manabu. Emerging trends in Japan in education of the gifted: a focus on science education. Journal for the Education of the Gifted, v. 36, n. 3, p. 277-289, 2013. Disponível em: http://journals.sagepub.com. Acesso em: 23 jan. 2017.

TRIVIÑOS, Augusto Nibaldo Silva. Introdução à pesquisa em Ciências Sociais: a pesquisa qualitativa em educação. São Paulo: Atlas, 2011.

VALENTIM, Bernadete Fatima Bastos. Estudantes com altas habilidades/superdotação: uma proposta de intervenção com base em conflitos sociopedagógicos. 2019. 237f. Tese (Doutorado em Educação) – Universidade Federal do Paraná. Setor de Educação, Programa de Pós-Graduação em Educação, Curitiba, 2019.

VALENTIM, Bernadete Fatima Bastos.; VESTENA, Carla Luciane Blum. Análise da noção de justiça em estudantes com altas habilidades/superdotação: uma contribuição educacional. Revista de Educação Especial de Santa Maria, v. 32, p. 1-21, 2019. Disponível em: https://periodicos.ufsm.br/educacaoespecial/article/view/20149. Acesso em: 4 ago. 2021.

VINHA, Telma Pileggi. Os conflitos interpessoais na escola. In: GARCIA, Joe; TOGNETTA, Luciene Regina Paulino; VINHA, Telma Pileggi. Indisciplina, conflitos e bullying na escola. Campinas, SP: Mercado das Letras, 2013.

VIRGOLIM, Angela. Altas habilidades/superdotação: um diálogo pedagógico urgente. Curitiba: Editora Intersaberes, 2019.

Downloads

Publicado

2021-12-27

Como Citar

Valentim, B. de F. B., & Vestena, C. L. B. (2021). Prática de conflitos sociopedagógicos em sala de Recursos Multifuncional para Altas Habilidades/Superdotação. Revista Educação Especial, 34, e61/1–19. https://doi.org/10.5902/1984686X67108

Edição

Seção

Dossiê: Atendimento educacional especializado e práticas pedagógicas inclusivas

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)