Crescimento da acácia-negra, Acacia mearnsii De Wild em diferentes espaçamentos.

Paulo Renato Schneider, Frederico Dimas Fleig, César Augusto Guimarães Finger, Jorge Euclides Mayer Klein

Resumo


No presente trabalho, foi estudada a influência do espaçamento inicial sobre o crescimento da Acacia mearnsii De Wild. O experimento foi instalado em blocos casualizados, com quatro repetições e cinco tratamentos, definidos pelos espaçamentos  entre  plantas de 1 x 1 m, 2 x 1 m, 3 x 1 m, 3 x 1,33 m e 3 x 2 m. Os resultados permitiram concluir que quanto menor o espaçamento maior a produção de madeira e casca por hectare, porém, com menor diâmetro médio. O crescimento em diâmetro e altura total foi diretamente proporcional ao tamanho do espaçamento, mas a área basal, volume com casca e peso de casca verde por hectare foram inversamente proporcionais ao tamanho do espaçamento. A altura dominante não foi afetada pelos espaçamentos utilizados.


Palavras-chave


crescimento; espaçamento; <i>Acacia mearnsii.</i>

Texto completo:

PDF

Referências


ASSMANN, E. Waldertragskunde. Muenchen: BLV Verlagsgessellschaft, 1961. 435 p.

LEMOS, R. C.; AZOLIN, M. A. D.; ABRÃO, P. V. R. et al. Levantamento de reconhecimento dos solos do Estado do Rio Grande do Sul. Recife: Ministério da Agricultura, Departamento de Pesquisas Agropecuárias – Divisão de Pesquisas Pedológicas, 1973. 431 p.

BRASIL. Ministério do Inferior. Levantamento dos recursos naturais. Rio de Janeiro: Radan, 1986. v. 33.

MORENO, J. A. Clima do Rio Grande do Sul. Porto Alegre: Secretária da Agricultura – RS, 1961. 34 p.

POSENATO, R. E. Ensaio de espaçamento em acácia-negra. Roessleria, v. 1, n. 1, p. 125-130, 1977.

RICHARDS, F. J. A flexible growth function for empirical use. Jor. Agr. Pres., v. 46, n. 7, p. 632-638, 1959.

SCHNEIDER, P. R. & HOSOKAWA, R. T. Estudo de equações volumétricas para tabela de volumes com e sem casca para acácia-negra. Silvicultura. Anais do 3. Congresso Florestal Brasileiro.Manaus, v. 2, 1978.

SCHNEIDER, P.R. Modelos de equações e tabelas para avaliar o peso de casca de acácia-negra. 1978. 149 p. Dissertação (Mestrado em Ciências Florestais) – Universidade Federal do Paraná, Curitiba.

SCHOENAU, A. P. G. A site evolution study in Black Wattle (Acacia mearnsii De Wild). Ann. Univ. von Stellenbosh, v. 44, n. 2A, p. 79-214, 1969.

SCHOENAU, A. P. G. Height growth and site index curves for Acacia mearnsii on the Uasingishu Plateau of Kenya. Commonwealth Forestry Review, v. 52, n. 153, p. 245-253, 1973.

SHERRY, S. P. The Black Wattle (Acacia mearnsii). Pietermoritzburg: University of Natal Press, 1971. 402 p.

STASTISTICAL ANALYSIS SYSTEM – SAS. Institute Inc. North Carolina. 1996. (versão 6.0).




DOI: https://doi.org/10.5902/19805098484

Licença Creative Commons