PRODUTIVIDADE DE MINICEPAS E ENRAIZAMENTO DE MINIESTACAS DE HÍBRIDOS DE Eucalyptus globulus LABILL. EM RESPOSTA A NITROGÊNIO

Alex Ferreira de Freitas, Haroldo Nogueira de Paiva, Aloisio Xavier, Júlio César Lima Neves

Resumo


O objetivo deste trabalho foi avaliar a produtividade de minicepas e o enraizamento de miniestacas de clones híbridos de Eucalyptus globulus em resposta a concentrações de nitrogênio em fertirrigação de minijardim clonal. Para isso, utilizaram-se cinco clones, sendo: dois clones de Eucalyptus urophylla x Eucalyptus globulus (C-04 e C-16); dois clones de Eucalyptus grandis x Eucalyptus globulus (C-26 e C-30) e um clone de Eucalyptus urophylla x Eucalyptus grandis (1213) como referência. Foram testadas cinco concentrações de N (36, 72, 109, 164 e 218 mg L-1) no arranjo de parcelas subdivididas com três repetições, em delineamento estatístico de blocos ao acaso. Seis meses após a implantação do minijardim, utilizando solução nutritiva padrão, em sistema de fertirrigação, aplicaram-se os tratamentos por 30 dias, quando iniciaram-se as coletas das miniestacas semanalmente e o estaqueamento a cada 15 dias, durante 90 dias. Avaliou-se a sobrevivência e produtividade das minicepas e a sobrevivência das miniestacas, porcentagem de enraizamento e porcentagem de miniestacas com raízes visíveis na extremidade inferior do tubete. Verificou-se a existência de efeito significativo das concentrações de nitrogênio para produtividade mensal das minicepas dos clones C-16 (169,05 mg L-1), C-26 (146,67 mg L-1) e para C-04 e 1213, efeito linear positivo. Entretanto, não foi observado efeito significativo das concentrações para a percentagem de miniestacas com raízes visíveis na extremidade inferior do tubete, enraizamento e sobrevivência das miniestacas aos trinta dias em casa de vegetação.


Palavras-chave


minijardim clonal; nutrição mineral; propagação vegetativa.

Texto completo:

PDF

Referências


ALFENAS, A. C. et al. Clonagem e doenças do eucalipto. 2. ed. Viçosa: Editora UFV, 2009. 500 p.

ASSIS, T. F.; FETT-NETO, A. G.; ALFENAS, A. C. Current techniques and prospects for the clonal propagation of hardwood with emphasis on Eucalyptus. In: WALTER, C.; CARSON, M. Plantation forest biotechnology for the 21th century. New Delhi: Research Sign Post, 2004. v. 1, p. 303-333.

ASSIS, T. F.; FETT-NETO, A. G.; ALFENAS, A. C.; MAFIA, R. G. Hibridação e clonagem. In: BORÉM, A. (Ed.). Biotecnologia Florestal. Viçosa: [s.n.], 2007. p. 93-121.

BORGES, S. R. et al. Enraizamento de miniestacas de clones híbridos de Eucalyptus globulus. Revista Árvore, Viçosa, MG, v. 35, n. 3, p. 425-434, 2011.

BRONDANI, G. E. et al. Miniestaquia de Eucalyptus benthamii × Eucalyptus dunnii: (II) Sobrevivência e enraizamento de miniestacas em função das coletas e estações do ano. Ciência Florestal, Santa Maria, v. 20, n. 3, p. 453-465, 2010.

CUNHA, A. C. M. C. M. et al. Relação do estado nutricional de minicepas com o número de miniestacas de eucalipto. Scientia Forestais, Piracicaba, v. 36, n. 79, p. 203-213, 2008.

CUNHA, A. C. M. C. M. Relação do estado nutricional de minicepas com o enraizamento de miniestacas de eucalipto. Revista Brasileira de Ciência do Solo, Viçosa, MG, v. 33, p. 591-599, 2009.

CUNHA, A. C. M. C. M.; WENDLING, I.; SOUZA-JÚNIOR, L. Produtividade e sobrevivência de minicepas de Eucalyptus benthamii Maiden et Cambage em sistema de hidroponia e em tubetes. Ciência Florestal, Santa Maria, v. 15, n. 3, p. 307-310, 2005.

FONSECA, S. M. et al. Manual prático de melhoramento genético do eucalipto. Viçosa: Editora UFV, 2010. 200 p.

HAISSIG, B. E. Metabolic processes in adventitious rooting of cuttings. In: JACKSON, M. B. New root formation in plants and cuttings. Dordrecht: Martinus Nijhoff, 1986. p. 141-189.

HARTMANN, H. T. et al. Plant propagation: principles and pratices. 7. ed. New Jersey: Prentice-Hall, 2011.

HIGASHI, E. N.; SILVEIRA, R. L. V. A.; GONÇALVES, A. N. Monitoramento nutricional e fertilização em macro, mini e microjardim clonal de Eucalyptus. In: GONÇALVES, J. L. M.; BENEDETTI, V. (Eds.). Nutrição e fertilização florestal. Piracicaba: IPEF, 2000. p. 191-217.

HIGASHI, E. N.; SILVEIRA, R. L. V. A.; GONÇALVES, A. N. Nutrição e adubação em minijardim clonal hidropônico de Eucalyptus. Piracicaba: IPEF, 2002. 24 p.

IBGE. [Site institucional]. 2010. Disponível em: . Acesso em: 12 jul. 2012.

OLIVEIRA, L. S. et al. Enraizamento de miniestacas e microestacas de clones de Eucalyptus urophylla x E. globulus e de Eucalyptus grandis x E. globulus. Scientia Forestalis, Piracicaba, v. 40, n. 96, p. 507-516, 2012.

PAIM, D. C. et al. Physiological characterization of adventitious rooting in Eucalyptus globulus x E. maidenii minicuttings. In: CONGRESSO BRASILEIRO DE FISIOLOGIA VEGETAL, 10., 2005, Recife. Anais... Campinas: SBFV, 2005, p. 34-37.

ROSA, L. S. Adubação nitrogenada e substratos na miniestaquia de Eucalyptus dunnii Maiden. 2006. 89 f. Dissertação (Mestrado em Engenharia Florestal) – Setor de Ciências Agrárias, Universidade Federal do Paraná, Curitiba, PR, 2006.

Campinas: SBFV, 2005, p. 34-37.

ROSA, L. S et al. Efeito da dose de nitrogênio e de formações de substratos na miniestaquia de Eucalyptus dunnii Maiden. Revista Árvore, Viçosa, MG, v. 33, n. 6, p. 1025-1035, 2009.

SCHAWAMBACH, J.; FADANELLI, C.; FETT-NETO, A. G. Mineral nutrition and adventitious rooting in microcuttings of Eucalyptus globulus. Tree Physiology, New York, v. 25, p. 487-494, 2005.

SOUZA, C. C. Padrões de miniestacas e densidade de minicepas na propagação clonal de Eucalyptus grandis x E. urophylla. 2012, 57 f. Dissertação (Mestrado em Ciência Florestal) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa, 2012.

STEEL, R. G. D.; TORRE, J. H.; DICKEY D. A. Principles and procedures of statics: a biometrical approach. 3. ed. New York: McGraw Hill, 1997. 666 p.

XAVIER A.; WENDLING, I.; SILVA, R. L. Silvicultura clonal: princípios e técnicas. 2. ed. Viçosa: Editora UFV, 2013. 278 p.




DOI: https://doi.org/10.5902/1980509826458

Licença Creative Commons