O efeito da água residuária da suinocultura no desenvolvimento e qualidade de mudas de Eucalyptus urophylla

Raquel Oliveira Batista, Mauro Aparecido Martinez, Haroldo Nogueira de Paiva, Rafael Oliveira Batista, Paulo Roberto Cecon

Resumo


http://dx.doi.org/10.5902/1980509813330

Este trabalho teve como objetivo avaliar o efeito de diferentes proporções de ARS (Água Residuária da Suinocultura) e duas idades das mudas de Eucalyptus urophylla na sua qualidade morfológica. O experimento foi instalado na Área Experimental de Hidráulica, Irrigação e Drenagem do Departamento de Engenharia Agrícola da Universidade Federal de Viçosa (UFV), em Viçosa, MG, dentro de casa de vegetação. O experimento foi composto por 10 tratamentos em um esquema fatorial 5 x 2 (5 proporções de ARS complementadas com adubação nitrogenada de cobertura e 2 idades das mudas), com número de repetições diferentes, o delineamento estatístico utilizado foi o de blocos casualizados. Para acompanhar o crescimento das mudas da espécie estudada foram avaliadas, aos 75 e 90 dias após a semeadura, as seguintes características morfológicas: altura da parte aérea (H), diâmetro do coleto (DC), massa seca da parte aérea (MSPA), massa seca da raiz (MSR), massa seca total (MST), relação da altura da parte aérea/diâmetro do coleto (H/DC), relação da massa seca da parte aérea/massa seca da raiz (MSPA/MSR) e o índice de qualidade de Dickson (IQD). Os resultados obtidos permitiram concluir que a proporção correspondente a 50% de ARS é a que resulta em melhores características morfológicas das mudas de eucalipto. As mudas apresentaram-se aptas ao plantio no campo somente aos 90 dias após a semeadura.


Palavras-chave


fertirrigação; eucalipto; qualidade das mudas

Texto completo:

PDF

Referências


ALFENAS, A.C. et al. Mofo-cinzento, causado por Botrytis cinerea (Persoon ex Fries) em estacas e microestacas de Eucalyptus sp., resistência a benomil e erradicação de inóculo do patógeno com água quente. Revista Árvore, Viçosa. v. 4, n. 23, p. 497-500, 1999.

ARAÚJO, A.P.; MACHADO, C.T. de T. Fósforo. In: FERNANDES, M.S. Nutrição mineral de plantas. Viçosa-MG: Sociedade Brasileira de Ciência do Solo, 2006. Cap. 10, p. 253-280.

AUGUSTO, D.C.C. et al. Utilização de águas residuárias provenientes do tratamento biológico de esgotos domésticos na produção de mudas de Eucalyptus grandis Hill. Ex. Maiden. Revista Árvore, Viçosa, v. 31, n. 04, 8 p., 2007.

BARROSO, D.G.; CARNEIRO, J.G.de A.; LELES, P.S.S. Qualidade de mudas de Eucalyptus camaldulensis e Eucalyptus urophylla produzidas em tubetes e em blocos prensados, com diferentes substratos. Floresta e Ambiente. v. 7, n. 1, p.238 - 250, 2000.

BATISTA, R.O. Desempenho de sistema de irrigação por gotejamento utilizado na aplicação de água residuária de suinocultura. 2007. 146 f. Tese (Doutorado em Engenharia Agrícola) – Universidade Federal de Viçosa. Viçosa, 2007.

BINOTTO, A.F. Relação entre variáveis de crescimento e o Índice de Qualidade de Dickson em mudas de Eucalyptus grandis W. Hill ex Maid e Pinus elliottii var. elliottii – Engelm. 2007. 54 f. Dissertação (Mestrado em Engenharia Florestal) - Universidade Federal de Santa Maria. Santa Maria.

BOTELHO, S.A. Princípios e métodos silviculturais. Lavras, MG: FAEPE, 2003. 151 p.

CARNEIRO, J.G.A. Produção e controle de qualidade de mudas florestais. Curitiba: UFPR/FUPEF, 1995. 451 p.

CRUZ, C.A.F.; PAIVA, H.N.; GUERRERO, C.R.A. Efeito da adubação nitrogenada na produção de mudas de sete-cascas (Samanea inopinata (Harms) Ducke). Revista Árvore, Viçosa, v. 30, n. 4, 2006.

DIESEL, R.; MIRANDA, C.R.; PERDOMO, C.C. Coletânea de tecnologias sobre dejetos de suínos. Concórdia, SC: EMBRAPA – CNPSA/EMATER-RS, 2002. 31 p. (Boletim informativo, 14)

EMBRAPA FLORESTA. Produção de mudas de eucalipto. Disponível em: . Acesso em: 20 outubro/2009.

EMPRESA BRASILEIRA DE PESQUISA AGROPECUÁRIA - EMBRAPA. Manual de métodos de análise de solo. 2.ed. Rio de Janeiro, Centro Nacional de Pesquisa de Solos, 1997. 212p.

FONSECA, E.P. Padrão de qualidade de mudas de Trema micrantha (L.) Blume., Cedrela fissilis Vell. E Aspidosperma polyneuron Müll. Arg. produzidas sob diferentes períodos de sombreamento. 2000. 113f. Tese (Doutorado em Agronomia) – Universidade Estadual Paulista. Jaboticabal.

GOMES, J.M. Parâmetros morfológicos na avaliação da qualidade de mudas de Eucalyptus grandis, produzidas em diferentes tamanhos de tubete e de dosagens de N-P-K. 2001. 126f. Tese (Doutorado em Ciência Florestal) – Universidade Federal de Viçosa. Viçosa, 2001.

GONÇALVES, J.L.M.; POGGIANI, F. Substratos para produção de mudas florestais. In: CONGRESSO LATINO AMERICANO DE CIÊNCIA DO SOLO, 13., 1996, Águas de Lindóia. Anais... Águas de Lindóia: USP/ESALQ/SBCS/CEA/SLACS/SBM, 1996. 1 CD ROM.

GRUBER, Y.B.G. Otimização da lâmina de irrigação na produção de mudas clonais de eucalipto (Eucalyptus urophylla x Eucalyptus urophylla var. plathyphylla). 2006. 145 p. Universidade de São Paulo – Escola Superior de Agricultura “Luiz de Queiroz”. São Paulo.

GUERREIRO, C.A.; COLLI JÚNIOR, G. Controle de qualidade de mudas de Eucalyptus spp. na Champion Papel e Celulose S. A. In: SIMPÓSIO INTERNACIONAL DE MÉTODOS DE PRODUÇÃO E CONTROLE DE QUALIDADE DE SEMENTES E MUDAS FLORESTAIS, 1984, Curitiba: UFPR/FUPEF. Anais... 1984, p. 127-133.

KOZLOWSKI, T.T.; KRAMER, P.J., PALLARDY, S.G. The physiological ecology of woody plants. New York: Academic Press, 1991. 657 p.

LOPES, J.L.W. Qualidade de mudas clonais do híbrido de Eucalyptus grandis vs. Eucalyptus urophylla, submetidas a diferentes regimes hídricos. 2008. 171 p. Tese (Doutorado em Agronomia) – Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho” - Faculdade de Ciências Agronômicas. Botucatu.

LOPES, J.L.W.; GUERRINI, I.A.; SAAD, J.C.C. Qualidade de mudas de eucalipto produzidas sob diferentes lâminas de irrigação e dois tipos de substrato. Revista Árvore, Viçosa, v. 31, n. 5, p. 835-843, 2007.

MAEDA, S. et al. Resíduos Industriais e Dejetos da Caprinocultura como Componentes de Substratos para Produção de Mudas de Eucalyptus badjensis. Boletim de Pesquisa Florestal, Colombo, n. 53, p.3-20, 2006.

MATOS, A.T. Disposição de Águas Residuárias no Solo. Viçosa-MG: AEAGRI, n. 38, 2007. 141p.

MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO (MAPA), Instrução Normativa SDA Nº 17. Diário Oficial da União- Seção 1, nº 99, 24 de maio de 2007. Métodos Analíticos Oficiais para Análise de Substratos para Plantas e Condicionadores de Solo. Brasília, 2007.

PELISSARI, R.A.Z. et al. Lodo Têxtil e água residuária da suinocultura na produção de mudas de Eucalyptus grandis. (W, Hill ex Maiden). Revista Engenharia Agrícola, Jaboticabal, v.29, n.2, p.288-300, 2009.

REZENDE, A.A.P. Fertirrigação do eucalipto com efluente tratado de fábrica de celulose Kraft branqueada. 2003. 161 p. Tese (Doutorado em Engenharia Agrícola) - Universidade Federal de Viçosa. Viçosa.

SAEG. Sistema para Análises Estatísticas, Versão 9.1: Fundação Arthur Bernardes - UFV – Viçosa, 2007.




DOI: http://dx.doi.org/10.5902/1980509813330

Licença Creative Commons