Resposta de mudas de Senna macranthera cultivadas em Argissolo Vermelho-Amarelo a macronutrientes

Cezar Augusto Fonseca e Cruz, Haroldo Nogueira de Paiva, Ana Catarina M. Carvalho Mori da Cunha, Júlio César Lima Neves

Resumo


Senna macranthera tem grande ocorrência natural, com potencial uso na recuperação de áreas degradadas. Entretanto, existe necessidade de informações sobre a nutrição das espécies florestais nativas. Assim, o objetivo deste trabalho foi avaliar o efeito de doses de N, P, K, Ca, Mg e S sobre o crescimento e índices de qualidade de mudas de fedegoso e determinar a dose a ser recomendada para estes. No trabalho, conduzido em casa de vegetação, utilizou-se amostras de Argissolo Vermelho Amarelo, retirado da camada abaixo de 20 cm de profundidade, como substrato. Delimitou-se o experimento por meio de matriz baconiana, avaliando-se três doses dos seis macronutrientes e dois tratamentos adicionais, um com doses de referência (adubação usada como padrão para espécies nativas) e outro sem adição de nutrientes. Adotou-se o delineamento inteiramente casualizado com quatro repetições. Foram analisados os parâmetros morfológicos e os índices de qualidade de mudas. Verificou-se, por meio de análise dos contrastes ortogonais, resposta significativa de todas as variáveis estudadas à aplicação dos macronutrientes. A espécie mostrou-se mais exigente em P e K em comparação aos demais macronutrientes, sendo recomendada dose de 600 mg dm-3 de P e 200 mg dm-3de K. Recomendam-se estudos adicionais com os nutrientes N, Ca, Mg e S, com doses inferiores às menores doses testadas, tendo em vista que, segundo dados deste estudo, as melhores doses desses nutrientes se encontram entre os teores originais do solo usado como substrato e as menores doses aplicadas.

Palavras-chave


nutrição de planta; características morfológicas; reflorestamento; produção de mudas

Texto completo:

PDF

Referências


ALVAREZ V., V. H. Equilíbrio de formas disponíveis de fósforo e enxofre em dois Latossolos de Minas Gerais. 1974. 125 p. Dissertação (Mestrado em Solos e Nutrição de Plantas)–Universidade Federal de Viçosa, Viçosa, 1974.

BALIEIRO, F. C. et al. Formação de mudas de Acacia holosericea e Acacia auriculiformis: Resposta à calagem, fósforo, potássio e enxofre. Revista Árvore, Viçosa, v. 25, n. 2, p. 183-191, mar./abr.2001.

BERNARDINO, D. C. de S. et al. Influência da saturação por bases e da relação Ca:Mg do substrato sobre o crescimento inicial de jacarandá-da-bahia (Dalbergia nigra (Vell.) Fr. All. Ex Benth.). Revista Árvore, Viçosa, v. 31, n. 4, p. 567-573, jul./ago. 2007.

CARNIEL, T. et al. Resposta à adubação no campo de cinco espécies arbóreas nativas do sudeste brasileiro. In: CONGRESSO BRASILEIRO DE CIÊNCIA DO SOLO, 24., 1993. Goiânia. Anais... Goiânia: SBCS, 1993. p. 211-212.

CECONI, D. E. et al. Crescimento de mudas de açoita-calavo (Luehea divaricata Mart.) sob influência da adubação fosfatada. Cerne, Lavras, v.12, n.3, p.292-299, jul./set. 2006.

CECONI, D. E. et al. Exigência nutricional de mudas de erva-mate (Ilex paraguariensis A. St.-Hil.) à adubação fosfatada. Ciência Florestal, Santa Maria, v.17, n.1, p. 25-32, jan./abr. 2007.

CRUZ, C. A. F. et al. Efeito de diferentes níveis de saturação por bases no desenvolvimento e qualidade de mudas de ipê-roxo (Tabebuia impetiginosa (Mart.) Standley). Scientia Forestalis, Piracicaba, n. 66, p. 100-107, set./dez. 2004.

CRUZ, C. A. F. et al. Efeito da adubação nitrogenada na produção de mudas de sete-cascas (Samanea inopinata (Harms) Ducke) Revista Árvore, Viçosa, v. 30, n. 4, p. 537-546, jul./ago. 2006.

DIAS, L. E. et al. Formação de mudas de Acacia mangium Willd: 2. Resposta a nitrogênio e potássio. Revista Árvore, Viçosa, v. 15, n.1, p. 11-22, jan./fev. 1991.

DIAS, L. E. et al. Formação de mudas de táxi-branco (Sclerolobium paniculatum Voguel): II. Resposta a nitrogênio, potássio e enxofre. Revista Árvore, Viçosa, v. 16, n. 2, p. 135-143, mar./abr. 1992.

DICKSON, A. et al.. Quality appraisal of white spruce and white pine seedling stock in nurseries. Forestry Chronicle, v. 36, p. 10-13, 1960.

DUBOC, E. et al. Nutrição do jatobá (Hymenaea courbaril L. var. Stilbocarpa (Hayne) Lee et Lang.). Cerne, Lavras, v. 2, n. 1, p. 31-47, jan./mar. 1996.

EUCLYDES, R. F. Manual de utilização do programa SAEG (Sistema para análises estatísticas e genéticas), Viçosa, MG: UFV, 1997. 59 p.

FARIA, J. M. R. Comportamento de espécies florestais em diferentes sítios e adubações de plantio. 1996. 108 p. Dissertação (Mestrado em Fitotecnia)-Universidade Federal de Lavras, Lavras, 1996.

FERNANDES, A. R. et al. Efeito do fósforo e do zinco sobre o crescimento de mudas de freijó (Cordia goeldiana Huber.). Revista de Ciências Agrárias, Belém, n. 37, p. 123-131, jan./jun. 2002.

FERNANDES, A. R. et al. Crescimento e absorção de nutrientes por mudas de freijó (Crodia goeldiana Huber) em função de doses de fósforo e zinco. Revista Árvore, Viçosa, v. 31, n.4, p.599-608, jul./ago. 2007.

GOMES, J. M. Parâmetros morfológicos na avaliação da qualidade de mudas de Eucalyptus grandis, produzidas em diferentes tamanhos de tubete e de dosagens de N-P-K. 2001. 126 p. Tese (Doutorado em Ciência Florestal)–Universidade Federal de Viçosa, Viçosa, 2001.

GOMES, K. C. de O. et al. Crescimento de mudas de garapa em reposta à calagem e ao fósforo. Revista Árvore, Viçosa, v. 32, n. 3, p. 387-394, jul./ago. 2008.

GONÇALVES, J. L. M.; BENEDETTI, V. Nutrição e fertilização florestal. Piracicaba: IPEF, 2000. 427 p.

GONÇALVES, E. de O. et al. Crescimento de mudas de angico-vermelho (Anadenanthera macrocarpa (Benth.) Brenan) sob diferentes doses de macronutrientes. Revista Árvore, Viçosa, v. 32, n. 6, p. 1029-1040, nov./dez. 2008.

LORENZI, H. Árvores brasileiras: manual de identificação e cultivo de plantas arbóreas nativas do Brasil. Nova Odessa: Plantarum, 1992. 352 p.

MARQUES, V. B. et al. Efeito de fontes e doses de nitrogênio no crescimento de mudas de sabiá (Mimosa caesalpiniaefolia Benth.). Scientia Forestalis, Piracicaba, n.71, p.77-85, mai./ago. 2006a.

MARQUES, V. B. et al. Efeito de fontes e doses de nitrogênio sobre o crescimento de inicial e qualidade de mudas de jacarandá-da-bahia (Dalbergia nigra (Vell.) Fr. All. Ex Benth.). Revista Árvore, Viçosa, v. 30, n. 5, p. 725-735, set./out. 2006b.

MARQUES, L. S. et al. Crescimento de mudas de jacaré (Piptadenia gonoacantha J. F. Macbr.) em diferentes tipos de solos e fontes e doses de nitrogênio. Revista Árvore, Viçosa, v. 33, n. 1, p. 81-91, jan./fev. 2009.

MARSCHNER, H. Mineral nutrition of higher plants. 2nd ed. London: Academic Press, 1995. 889 p.

MELLO, A. H. de et al. Influência de substratos e fósforo na produção de mudas micorrizadas de Acacia mearnsii de Wild. Ciência Florestal, Santa Maria, v.18, n.3, p.321-327, jul./set. 2008.

MENDONÇA, A. V. R. et al. Exigências nutricionais de Myracroduon urundeuva Fr. All (Aroeira do Sertão). Cerne, Lavras, v. 5, n. 2, p. 65-75, abr./jun. 1999.

NEVES, J. C. L. et al. Efeito do alumínio em amostras de dois Latossolos sob cerrado sobre o crescimento e absorção de nutrientes de mudas de Eucalyptus spp. Revista Árvore, Viçosa, v. 6, n. 1, p. 17-28, jan./fev. 1982.

OLIVEIRA, J. M. F. et al. Respostas de mudas de Angelim-pedra (Dinizia excelsa Ducke) a nitrogênio e fósforo. Pesquisa Agropecuária Brasileira, Brasília, v. 33, n. 9, p. 1-5, set. 1998.

PAIVA, H. N. et al. Viveiros florestais. 2. ed. Viçosa: UFV, 2000. 69 p. (Cadernos didáticos, 72).

PARON, M. E. et al. Fundo micorrízico, fósforo e nitrogênio no crescimento inicial da trema do fedegoso. Revista Brasileira de Ciência do Solo, Viçosa, v. 21, p. 567-574, 1997.

PEREIRA, E. G. et al. Efeitos da micorriza e do suprimento de fósforo na atividade enzimática e na resposta de espécies arbóreas ao nitrogênio. Revista Brasileira de Fisiologia Vegetal, Campinas, v. 8, n. 1, p. 59-65, jan./abr. 1996a.

PEREIRA, E. G. et al. Influência do nitrogênio mineral no crescimento e colonização micorrízica de mudas de árvores. Pesquisa Agropecuária Brasileira, Brasília, v.31, n.9, p.653-662, set., 1996b.

REIS, M. G. F. et al. Exigências nutricionais de mudas de Dalbergia nigra (Vell.) Fr. Allem (Jacarandá-da-Bahia) produzidas em dois níveis de sombreamento. Revista Árvore, Viçosa, v. 21, n. 4, p. 463-471, jul./ago. 1997.

RESENDE, A. V. et al. Crescimento inicial de espécies florestais de diferentes grupos sucessionais em resposta a doses de fósforo. Pesquisa Agropecuária Brasileira, Brasília, v. 34, n. 11, p. 2071-2081, nov. 1999.

SILVA, I. R. et al. Crescimento inicial de quatorze espécies florestais nativas em resposta à adubação potássica. Pesquisa Agropecuária Brasileira, Brasília, v. 32, n. 2, p. 205-212, fev. 1997.

SOUZA, C. A. M. de et al. Crescimento em campo de espécies florestais em diferentes condições de adubações. Ciência Florestal, Santa Maria, v. 16, n. 3, p. 243-249, jul./set. 2006.

SOUZA, P. H. de Crescimento e qualidade de mudas de pau-jacaré (Piptadenia gonoacantha (Mart.) Macbr.), bido-de-pato (Machaerium nictitans (Vell.) Benth.) e fedegoso (Senna macranthera (Collad.) Irwin et Barn.) em reposta à calagem. 2006. 62 p. Dissertação (Mestrado em Ciência Florestal)–Universidade Federal de Viçosa, Viçosa, 2006.

SOUZA, P. H. de et al. Influência da saturação por bases do substrato no crescimento e qualidade de mudas de Machaerium nictitans (Vell.) Benth. Revista Árvore, Viçosa, v. 32, n. 2, p. 193-201, mar./abr. 2008.

TURRENT, F. A. Uso de una matriz mixta para la optimización de cinco a ocho factores controlables de la producción, Chapingo: Rama de Suelos, Colégio de Postgraduados, 1979. 65 p. (Boletim técnico, 6).




DOI: http://dx.doi.org/10.5902/198050982748

Licença Creative Commons