As avaliações em larga escala como dispositivo do poder disciplinar e da biopolítica: uma análise intempestiva

Sirley Lizott Tedeschi, Ruth Pavan

Resumo


Neste artigo, discutimos as avaliações em larga escala. A análise é fruto de pesquisa realizada por meio de entrevista semiestruturada com professores/as que atuam do 6º ao 9º ano do Ensino Fundamental em uma escola pública estadual com alto Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (IDEB). Para a análise dos enunciados dos/as professores/as, aproximamo-nos dos estudos pós-estruturalistas. Problematizamos, em um primeiro momento, as avaliações em larga escala e a pretensão de se colocarem como uma das “verdades” da educação na atualidade e de medirem a “qualidade” da educação. Em um segundo momento, mostramos as avaliações em larga escala como um dispositivo do poder disciplinar e da biopolítica. Ao adotarem procedimentos do poder disciplinar e da biopolítica para o controle e normalização dos sujeitos escolares, essas avaliações forçam uma padronização curricular e deparam-se com movimentos de resistência de professores/as e alunos/as, que potencializam outros modos de pensar a avaliação, o currículo e os processos educacionais no contexto escolar.


Palavras-chave


Avaliação em Larga Escala; Currículo; Poder.

Texto completo:

PDF HTML

Referências


DELEUZE, Gilles. PARNET, Claire. Diálogos. São Paulo: Escuta, 1998.

DELEUZE, Gilles. Nietzsche e a Filosofia. São Paulo: n-1 edições, 2018.

DELEUZE, Gilles. Conversações. 3º ed. São Paulo: Editora 34, 2013.

DUARTE, André. Biopolítica e resistência: o legado de Michel Foucault. In: RAGO, Margareth; VEIGA-NETO, Alfredo (Orgs.). Figuras de Foucault. 2ª ed. Belo Horizonte: Autêntica, 2008. p. 45-55.

DUARTE, André. Foucault e as novas figuras da biopolítica: o fascismo contemporâneo. In: RAGO, Margareth; VEIGA-NETO, Alfredo (Orgs.). Para uma vida não fascista. Belo Horizonte: Autêntica, 2015. p. 35-50.

ESTEBAN, Maria Teresa. A avaliação no cotidiano escolar. In: ESTEBAN, Maria Teresa (Org.). Avaliação: uma prática em busca de novos sentidos. 5º ed. Petrópolis: DP et Alii, 2008. p. 7-23.

ESTEBAN, Maria Teresa. Encontros e desencontros no cotidiano escolar. Revista Teias, v. 14, nº 33, p. 168-175, 2012.

ESTEBAN, Maria Tereza. A negação do direito à diferença no cotidiano escolar. Avaliação, Campinas; Sorocaba, SP, v. 19, n. 2, p. 463-486, jul. 2014.

FOUCAULT, Michel. História da sexualidade: a vontade de saber. 13ª ed. Rio de Janeiro: Edições Graal, 1988.

FOUCAULT, Michel. Em defesa da Sociedade. São Paulo: Martins Fontes, 1999.

FOUCAULT, Michel. Microfísica do poder. 15ª ed. Rio de Janeiro: Edições Graal, 2000.

FOUCAULT, Michel. Nascimento da biopolítica. São Paulo: Martins Fontes, 2008.

FOUCAULT, Michel. Vigiar e punir. 14ª. ed. Petrópolis: Vozes, 1996.

FOUCAULT, Michel. Poderes e estratégias. In: FOUCAULT, Michel. Ditos e Escritos IV: Estratégia, poder-saber. 3ª ed. Rio de Janeiro: Forense Universitária, 2015. p. 236-246.

HYPÓLITO, Álvaro Moreira; IVO, Andressa. Aita. Políticas curriculares e sistemas de avaliação: efeitos sobre o currículo. Revista E-Curriculum, nº 11, v. 02, p. 376-392, agosto 2013.

LARA, Nuria Pérez de. Pensar muito além do que é dado, pensar a mesmidade a partir do outro que está em mim. In: SKLIAR, Carlos. Pedagogia (improvável) da diferença: e se o outro não estivesse aí? Rio de Janeiro: DP&A, 2003. p. 11-15.

MACHADO, Eusébio André. Avaliar é ser sujeito ou sujeitar-se? Elementos para uma genealogia da avaliação. Portugal: Edições Pedago, 2013.

MACHADO, Roberto. Deleuze, a arte e a filosofia. Rio de Janeiro: Zahar, 2009.

PACHECO, José. Augusto. MARQUES, Micaela. Governamentalidade curricular: ação dos professores em contextos de avaliação externa. In: OLIVEIRA. Maria Rita. (Org.). Professor: formação, saberes e problemas. Porto: Porto Editora, 2014. p. 105-136.

PAVAN, Ruth. Currículo, a construção das identidades de gênero e a formação de professores. Revista Contrapontos, vol.13, nº2, p. 102-111, mai/ago 2013.

PELBART, Peter Pál. O avesso do niilismo: cartografias do esgotamento. São Paulo: n-1 edições, 2013.

SILVA, Tomaz Tadeu. Documentos de Identidade: uma introdução as teorias do currículo. 2ª. ed. Belo Horizonte: Autêntica, 2007.

SKLIAR, Carlos. Pedagogia (improvável) da diferença: e se o outro não estivesse aí? Rio de Janeiro: DP&A, 2003.

SKLIAR, Carlos. Desobedecer a linguagem: educar. Belo Horizonte: Autêntica Editora, 2014.

TRAVERSINI, Clarice Salete. BELLO, Samuel Edmundo. López. O numerável, o mensurável e o auditável: estatística como tecnologia para governar. Educação e Realidade. 34(2), p. 135-152, mai/ago 2009.

TRAVERSINI, Clarice Salete. Currículo e avaliação na contemporaneidade: Há lugar para a diferença em tempos de imperativo dos números? In.: FAVACHO, André Marcio Picanço;

PACHECO, José Augusto; SALES, Shirlei Rezende (Orgs.). Currículo: conhecimento e avaliação divergências e tensões. Curitiba: CRV, 2013. p.177- 187.

VEIGA-NETO, Alfredo. Coisas de governo. In: RAGO, Margareth;

ORLANDI Luis Benedicto Lacerda; VEIGA-NETO, Alfredo (Orgs.). Imagens de Foucault e Deleuze: Ressonâncias nietzschianas. Rio de Janeiro: DP&A, 2002. p. 13-34.

VEIGA-NETO, Alfredo. Educação e governamentalidade neoliberal: novos dispositivos, novas subjetividades. In: PORTOCARRERO, Vera;

CASTELO BRANCO, Guilherme (Orgs.). Retratos de Foucault. Rio de Janeiro: NAU, 2000. p. 179-217.




DOI: https://doi.org/10.5902/1984644435702

CONTATO:

E-mail: revistaeducacaoufsm@gmail.com

Universidade Federal de Santa Maria (UFSM)
Centro de Educação - Lapedoc - Prédio 16
Av. Roraima, 1000 - Cidade Universitária
97105-900 - Santa Maria - RS, Brasil.
Telefone: +55 55 3220 8795

Link: https://periodicos.ufsm.br/reveducacao


ISSN Eletrônico: 1984-6444

DOI: http://dx.doi.org/10.5902/19846444

Qualis/Capes: Educação A1

Periodicidade: Publicação contínua

O recebimento de artigos caracteriza-se por fluxo contínuo sem que seja possível prever a data de sua publicação.

 

A Revista Educação (UFSM) agradece auxílio recebido por meio do Edital Pró-Revistas, da Pró-Reitoria de Pós-Graduação e Pesquisa, da Universidade Federal de Santa Maria. 

This work is licensed under a Creative Commons Attribution 4.0 International (CC BY 4.0).

Contador de visitas
click counter
Contador de visitas

Acessos a partir de 30/11/2016

____________________________________________________

    

SalvarSalvarSalvarSalvarSalvarSalvar