O ensino de filosofia na Educação Básica: uma problematização à luz da filosofia antiga

Augusto Rodrigues, Rodrigo Pelloso Gelamo

Resumo


O objetivo deste texto consiste em problematizar os limites da filosofia na Educação Básica, uma vez que o ensino de filosofia na atualidade propicia uma formação bastante empobrecida. O propósito, do ponto de vista das políticas públicas, é desenvolver, através da transmissão da história da filosofia, competências e habilidades comunicativas (discursivo-filosóficas) que possibilitem uma formação voltada para a dimensão argumentativa e reflexiva da filosofia, a fim de preparar o pensar crítico ante o contemporâneo. Embora esse objetivo esteja demasiadamente reduzido à dimensão discursiva da tradição filosófica, essas capacidades nem chegam a ser desenvolvidas em sala de aula. De fato, o que acontece é uma formação restrita à ordem da compreensão, assimilação e repetição dos discursos filosóficos. Por um lado, ensinar consiste no movimento de transmissão das representações que o professor tem de determinado recorte da história da filosofia. Por outro, aprender seria reproduzir aquilo que foi transmitido, aplicando o conhecimento filosófico como fórmulas para se pensar determinadas questões. Deste contexto escolar, começa-se a problematizar a efetividade da transmissão de conhecimentos para propiciar uma formação minimamente filosófica. Indaga-se se é a apropriação discursiva dos conteúdos filosóficos que fundamentaria os processos de uma formação filosófica. Tem-se como hipótese que não é a posse de discursos o que fundamenta uma formação filosófica e que este modo de formar não encontra ressonância na própria tradição filosófica. Para tanto, recupera-se os movimentos iniciais da filosofia antiga, principalmente, com a figura de Sócrates e os textos de Platão, a fim de mostrar outras possibilidades para uma formação filosófica.

Palavras-chave


ensino de filosofia; educação básica; filosofia antiga

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5902/1984644430328

CONTATO:

E-mail: revistaeducacaoufsm@gmail.com

Universidade Federal de Santa Maria (UFSM)
Centro de Educação - Lapedoc - Prédio 16
Av. Roraima, 1000 - Cidade Universitária
97105-900 - Santa Maria - RS, Brasil.
Telefone: +55 55 3220 8795

Link: https://periodicos.ufsm.br/reveducacao


ISSN Eletrônico: 1984-6444

DOI: http://dx.doi.org/10.5902/19846444

Qualis/Capes: Educação A1

Periodicidade: Publicação contínua

O recebimento de artigos caracteriza-se por fluxo contínuo sem que seja possível prever a data de sua publicação.

 

A Revista Educação (UFSM) agradece auxílio recebido por meio do Edital Pró-Revistas, da Pró-Reitoria de Pós-Graduação e Pesquisa, da Universidade Federal de Santa Maria. 

This work is licensed under a Creative Commons Attribution 4.0 International (CC BY 4.0).

Contador de visitas
click counter
Contador de visitas

Acessos a partir de 30/11/2016

____________________________________________________

    

SalvarSalvarSalvarSalvarSalvarSalvar