Edição Especial - 2/2020: Teatro Elisabetano e Jacobino: estudos textuais, teatrais e críticos

					Visualizar Edição Especial - 2/2020: Teatro Elisabetano e Jacobino: estudos textuais, teatrais e críticos
Neste dossiê o conjunto de contribuições reunidas revela a amplitude dos estudos da Primeira Modernidade e em particular do teatro elisabetano e jacobino. Nele estão incluídos estudos de reconstituição textual e cênica, bem como o que poderíamos chamar da “posteridade” do período, suas reinterpretações ao longo da história por meio de adaptações, traduções e de interpretações críticas. De fato, se observamos o estado dos estudos que envolvem o período e em particular o teatro de Shakespeare, observamos, de um lado, esforços para reconstruir historicamente e arqueologicamente seus textos, suas práticas cênicas, sua ideologia própria, suas relações com o zeitgeist do período – por outro lado também observamos que o trabalho da crítica, da reinterpretação não se esgotaram. Os textos reunidos nesse dossiê, acolhido pela Revista Letras, possuem uma história em comum com a Jornada de Estudos Shakespeareanos. Tiffany Stern e Michael Dobson estiveram no Brasil e participaram da Jornada que ocorreu na USP em novembro de 2016, organizada por John Milton, Régis Augustus Bars Closel e Lavinia Silvares. Gary Taylor era um dos convidados desse mesmo evento que acabara por coincidir com o lançamento da New Oxford Shakespeare, inviabilizando, na ocasião, sua viagem ao Brasil. O tema do encontro foi "Shakespeare e seus contemporâneos", um assunto que coincide com o texto dos organizadores do evento Régis Augustus Bars Closel, Ricardo Cardoso e com a contribuição de Lavinia Silvares. Por contemporaneidade, o evento também incluiu as novas vozes para Shakespeare em novos contextos, tempos e línguas, como é o caso da contribuição de Elizabeth Ramos e de Anna Stegh Camati (que assina a tradução do texto de Michael Dobson). Este evento também foi agraciado com as novas traduções que estavam aparecendo, como as de Lawrence Flores Pereira (Hamlet) e de José Roberto O´Shea (Dois Primos Nobres).
Publicado: 2021-03-11