Habilidade de leitura em alunos com TEA da rede pública de ensino do município de Curitiba/PR

Karize Younes Barberini Perim, Marina Monzani da Rocha

Resumo


Considerando que a aprendizagem das habilidades de leitura tem funções significativas na vida dos indivíduos, tais habilidades foram investigadas dentre alunos com Transtorno do Espectro Autista (TEA), matriculados no Ensino Fundamental I, em escolas públicas do município de Curitiba. Participaram da pesquisa exploratória transversal 40 crianças (8 a 12 anos) e seus respectivos pais ou responsáveis. Ter o diagnóstico de TEA registrado na secretaria de educação e confirmado pela escala ABC, frequência escolar de pelo menos 70% dos dias letivos e estar em sala de recursos foram os critérios de inclusão. Os alunos realizaram a Prova de Avaliação dos Processos de Leitura (PROLEC) e os pais responderam a um questionário para caracterização da criança e da família. Os resultados confirmam que crianças com TEA apresentam dificuldades no desenvolvimento de habilidades de leitura. Pontuação abaixo da média das crianças que possuem habilidades normais de leitura foram encontradas para todos os anos escolares, especialmente nas provas que exigiam compreensão do texto. Isso sugere que os alunos com TEA desenvolvem mais facilmente a memorização das letras e palavras do que a compreensão do significado delas, bem como dos significados das orações compostas com essas palavras. Entretanto, alguns alunos atingiram resultados semelhantes aos da amostra normativa da PROLEC, especialmente os mais velhos. Não foi encontrada diferença em função do nível socioeconômico dos participantes. As dificuldades no desenvolvimento de habilidades de leitura apresentadas pelas crianças com TEA indicam a necessidade de organização pedagógica feita pelos professores, para favorecer as habilidades e competências individuais.


Palavras-chave


TEA; habilidade de leitura; desenvolvimento.

Texto completo:

PDF HTML

Referências


AL OTAIBA, Stephanie; FUCHS, Douglas. Characteristics of children who are unresponsive to early literacy intervention: A review of the literature. Remedial and Special Education, v. 23, n. 5, p. 300-316, 2002.

ANDRADE, Elizabete Maria de Almeida. et al. Eficácia de um programa de intervenção fônica para crianças com dificuldades de leitura e escrita. Rev. Psicopedagogia, São Paulo, v. 31, no 95, p. 119-129, 2014.

BRASIL, Constituição da República Federativa do. Texto consolidado até a Emenda Constitucional no 44 de 30 de Junho de 2004. Brasília, p. 54, 2004.

BRASIL. Ministério da Educação. Secretaria da Educação Especial. Política Nacional de Educação Especial na Perspectiva da Educação Inclusiva. Brasília, 2008. Disponível em www.mec.gov.br. Acesso em 13 de novembro de 2017.

BRASIL, Lei no 12.764 de Dezembro de 2012. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2011-2014/2012/lei/l12764.htm. Acesso em: 28 de Abril de 2016.

BRASIL, Lei no 13.146 de Julho de 2015. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_Ato2015-2018/2015/Lei/L13146.htm. Acesso em: 04 de Maio de 2016.

CUETOS, Fernando; RODRIGUES, Blanca; RUANO, Elvira; adaptação para o português Simone Aparecida Capellini, Adriana Marques de Oliveira e Fernando Cuetos. PROLEC – Provas de Avaliação dos Processos de Leitura: manual. São Paulo: Casa do Psicólogo, 2015.

CUNHA, Antônio Egênio. Práticas pedagógicas para a inclusão e diversidade. 2 ed. Rio de Janeiro, Wak Editora, 2011.

DUBET, François. O que é uma escola justa? Cadernos de Pesquisa, v. 34, no 123, p. 539-555, Set./Dez., 2004.

EL ZEIN, Farah. et al. Reading comprehension interventions for students with autism spectrum disorders: A synthesis of research. J Autism Dev Disorder, v. 44, no 6, p. 1303-1322, 2014.

FEITOSA, Fabio Biasotto. et al. Suporte social, nível socioeconômico e o ajustamento social e escolar de adolescentes portugueses. Temas em Psicologia, v. 13, no 2, p. 129-138, 2005.

GOMES, Camila Graciella Santos. Aprendizagem relacional, comportamento simbólico e ensino de leitura a pessoas com transtorno do espectro do autismo. 2011. 176 f. Tese (Doutorado) – Universidade Federal de São Carlos, 2011.

GOMES, Camila Graciella Santos. Ensino de leitura para pessoas com autismo. São Paulo: Appris Editora, 2015.

GOMES, Camila Graciella Santos; CARVALHO, Bruna Stella da Silva; SOUZA, Deisy das Graças de. Aspectos relevantes do ensino de leitura para pessoas com transtorno do espectro do autismo. Revista Comportamento em foco, v. 3, p. 59-68, 2014.

GOMES, Camila Graciella Santos; MENDES, Enicéia Gonçalves; Escolarização inclusiva de alunos com autismo na Rede Municipal de Ensino de Belo Horizonte. Revista Brasileira Educação Especial, Marília, v. 16, no 3, p. 375-396, Set./Dez., 2010.

GOMES, Camila Graciella Santos; SOUZA, Deisy das Graças de. Ensino de sílabas simples, leitura combinatória e leitura com compreensão para aprendizes com autismo. Revista Brasileira de Educação Especial, Marília, v. 22, no 2, 233-252, Abr./Jun., 2016.

HANNA, Elenice Seixas. et al. Leitura recombinativa de pseudopalavras impressas em pseudoalfabeto: similaridade entre palavras e extensão da unidade ensinada. Revista de Psicologia, São Paulo, v. 21, no 2, Jun., p. 275-311, 2010.

KERR, Nancy. et al. The measurement of motor, visual and auditory discriminations skills. Rehabilitation Psychology, v. 24, no 3, 95-112, 1977.

KRUG, David; ARICK, Joel; ALMOND, Patricia. Behavior checklist for identifying severely handicapped individuals with high levels of autistic behavior. Journal of the American Academy of Child & Adolescent Psychiatry, v.21, no 3, 221-9, 1980.

MACHADO, Danielle Carusi; GONZAGA, Gustavo. O Impacto dos Fatores Familiares Sobre a Defasagem Idade-Série de Crianças no Brasil. Revista Brasileira de Economia, Rio de Janeiro, v. 61, no 4, p. 449-476, Out./Dez., 2007.

MARTELETO, Márcia Regina Fumagalli; PEDROMÔNICO, Márcia Regina Marcondes. Validity of Autism Behavior Checklist (ABC): preliminary study. Revista Brasileira de Psiquiatria, São Paulo, v. 27, no 4, 2005.

NATION, Kate. et al. Patterns of reading ability in children with autism spectrum disorder. Journal of Autism and Development Disorders, v. 36, no 7, p. 911-919, 2006.

NATIONAL READING PANEL. National Reading Panel Report: Teaching children to read an evidence based assessment of the scientific research literature on Reading and its implications for Reading instruction. Washington: National Institute of Child Health and Development, 2000. Disponível em: https://www.nichd.nih.gov/puplications/pubs/nrp/Documents/report.pdf. Acesso em: 11 nov. 2017.

NUNES, Débora Regina de Paula; AZEVEDO, Mariana Queiroz Orrico; SCHMIDT, Carlo. Inclusão educacional de pessoas com Autismo no Brasil: uma revisão da literatura. Revista Educação Especial, Santa Maria, v. 26, no 47, p. 557-572, Set./Dez., 2013.

NUNES, Débora Regina de Paula; WALTER, Elizabeth Cynthia. Processos de Leitura em Educandos com Autismo: um estudo de revisão. Revista Brasileira de Educação Especial, Marília, v. 22, no 4, p. 619-632, Out./Dez., 2016.

OLIVEIRA, Adriana Marques de. et al. Desempenho de escolares com dislexia e transtorno do déficit de atenção e hiperatividade nos processos de leitura. Revista Brasileira: Crescimento e Desenvolvimento Humano, v. 21, no 2, p. 344-355, 2011.

OLIVEIRA, Adriana Marques de. et al. Processos de leitura em escolares com Transtorno de Déficit de Atenção/Hiperatividade. Psicologia Argumento, Curitiba, v. 31, no 72, p. 35-44, Jan./Mar., 2013.

PRODANOV, Cleber Cristiano. Metodologia do trabalho científico [recurso eletrônico]: métodos e técnicas da pesquisa e do trabalho acadêmico / Cleber Cristiano Prodanov, Ernani Cesar de Freitas. – 2. ed. – Novo Hamburgo: Feevale, 2013.

SALLES, Jerusa Fumagalli de. et al. Normas de desempenho em tarefa de leitura de palavras/pseudopalavras isoladas (LPI) para crianças de 1o ano a 7o ano. Estud. pesqui. psicol. [online]. 2013, vol. 13, n. 2, pp 397-419.

SAMPAIO, Caroline Maria Tavares de; OLIVEIRA, Gislene Farias de. O Desafio da Leitura e da Escrita em Crianças com Perturbações do Espectro do Autismo. Revista de Psicologia, v. 11, no 36, 343-362, 2017.

SANTOS, Myllenna de Oliveira; ZACARIAS, Jaqueline da Cruz; BARBOSA, Amanda; MAGALHÃES, Amanda. Aprendizagem e Transtorno do Espectro Autista – TEA: experiências vivenciadas através do projeto ABC do TRATE. In: I Encontro Nordestino de Inclusão na Educação Superior, v. 1, no 1, 2015. Anais. Universidade Federal de Alagoas.

SCHOPLER, Eric. et al. Individualized assessment and treatment for autistic and developmentally disabled children: Psychoeducational profile-revised (PEP-R). Autism: PRO-ED, 1990.

SCHOPLER, Eric; REICHLER, Robert Jay; RENNER, Barbara Rochen. CARS – The Childhood Autism Rating Scale. Los Angeles: Western Psychological Services, 1988.

SILVA, Maria da Conceição Lopes da Cruz e. Aprendizagem da Leitura e Escrita em Crianças com Perturbações do Espectro do Autismo: Propostas Pedagógicas. 2011. 110 f. Dissertação (Mestrado) – Faculdade de Artes e Letras, Universidade da Beira Interior, Covilhã 2011.

SILVA, Viviane Freitas da. A presença de alunos autistas em salas regulares, a aprendizagem de ciências e a alfabetização científica: percepções de professores a partir de uma pesquisa fenomenológica. 2016. 187 f. Dissertação (Mestrado) – Universidade Estadual Paulista, Faculdade de Ciências - Bauru, 2016.

SKINNER, Burrhus Frederic. Tecnologia do ensino. (Rodolpho Azzi, Trad.). São Paulo: Herder, Ed. da Universidade de São Paulo 1972.

TALARICO, Mariana Valente Teixeira da Silva; LAPLANE, Adriana Lia Friszman de. Trajetória escolar de alunos com Transtorno do Espectro Autista. Comunicações Piracicaba, v. 23, n. 3, p. 43-56, 2016.

TAMANAHA, Ana Carolina; MARTELETO, Marcia Regina Fumagalli; PERISSINOTO, Jacy. A intervenção do status de linguagem expressiva na pontuação do Autism Behavior Checklist em autistas verbais e não verbais. Audiol Commun Res., v. 19, no 2, 167-170, 2014.

UNESCO. Declaração de Salamanca. Sobre Princípios, Políticas e Práticas na Área das Necessidades Educativas Especiais, 1994. Disponível em: http://portal.mec.gov.br/seesp/arquivos/pdf/salamanca.pdf. Acesso em: 28 ago. 2020.




DOI: https://doi.org/10.5902/1984686X41426

CONTATO:

E-mail: revistaeducacaoespecial.ufsm@gmail.com

Universidade Federal de Santa Maria (UFSM)
Centro de Educação - Lapedoc
Av. Roraima, 1000 - Cidade Universitária
97105-900 - Santa Maria - RS, Brasil.
Telefone: +55 55 3220 8795

Link: https://periodicos.ufsm.br/educacaoespecial

 

ISSN eletrônico: 1984-686X

DOIhttp://dx.doi.org/10.5902/1984686X

Qualis/Capes: Educação A2

Periodicidade: Publicação contínua

O recebimento de artigos caracteriza-se por fluxo contínuo sem que seja possível prever a data de sua publicação.

 

A Revista Educação Especial agradece auxílio recebido por meio do Edital Pró-Revistas, da Pró-Reitoria de Pós-Graduação e Pesquisa, da Universidade Federal de Santa Maria. 

 

 Creative Commons License

This work is licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial 4.0 International (CC BY-NC 4.0)

Contador de visitas
click counter
Contador de visitas

Acessos a partir de 30/11/2016

__________________________________________________