Educação inclusiva no Ensino de Química: uma análise em periódicos nacionais

Patrícia Maria de Moura Santos, Pedro Henrique Pyrrho Nunes, Karen Cacilda Weber, Claudio Lima Junior Gabriel

Resumo


O presente artigo apresenta os resultados de uma revisão bibliográfica da literatura online dos artigos publicados sobre a temática Educação Inclusiva em Ciências/Química em seis periódicos nacionais voltados para o Ensino de Ciências/Química. O acervo digital consultado totalizou 2.031 artigos publicados, no recorte temporal de 2006 a 2016. Foram encontradas apenas 24 publicações relacionadas ao tema nos últimos dez anos. A seleção inicial dos artigos foi realizada a partir da leitura dos títulos e resumos de cada exemplar e volume publicado, incluindo edições especiais. As 24 publicações que se enquadram na temática foram lidas na íntegra, sendo qualificadas, quantificadas e agrupadas em tabelas e gráficos percentuais, a fim de identificar a periodicidade das publicações, levando em consideração a quantidade de artigos ao longo dos anos, a localização das instituições de origem dos autores, o nível de ensino, o enfoque temático e os tipos de deficiências consideradas. Por meio de uma abordagem quanti-qualitativa, verificamos: (i) baixo crescimento na taxa anual de publicações; (ii) concentração de publicações na região centro-oeste do Brasil; (iii) predominância de estudantes do ensino superior como sujeitos de pesquisa; (iv) a formação de professores como enfoque temático majoritário e (v) predominância de estudos sobre deficiência visual em detrimento de outros tipos. O panorama delineado revela a necessidade de uma ampliação na proposição e divulgação de atividades e materiais didáticos que auxiliem os professores em todos os níveis de ensino a lidarem com as demandas que se apresentam no âmbito da educação inclusiva.

Palavras-chave


educação inclusiva; ensino de química; revisão da literatura

Texto completo:

PDF HTML

Referências


ANDRADE, Joana de Jesus de. Evidências para Além do Enxergar: Vivências e Significação do Conceito de Reação Química entre Alunos com Baixa Visão. Química Nova na Escola, São Paulo, v. 37, p. 143-152, 2015.

AZEVEDO, Aldejaise Cunha de.; PEREIRA, Luiz Fernando; RIBEIRO, Maria Elenir Nobre Pinho. O Perfil Docente na Perspectiva da Educação Inclusiva do Curso de Licenciatura em Química. Revista Brasileira de Ensino de Química, Campinas-SP, v. 11, n. 1, p 52-19, 2016.

BARRETO, Maria Angela de Oliveira Champion; BARRETO, Flávio de Oliveira Champion. Educação Inclusiva: Contexto Social e Histórico, Análise das Deficiências e Uso da Tecnologias no Processo de Ensino Aprendizagem. 1ª Edição. São Paulo: Editora Érica, 2014.

BASTOS, Amelia Rota Borges; LINDEMANN, Renata; REYES, Vitoria. Educação inclusiva e o ensino de ciências: um estudo sobre as proposições da área. Journal of Research in Special Educational Needs, v. 16, p. 426-429, 2016.

BENITE, Anna Maria Canavarro; BATISTA, Maria Alciony R. S. ; SILVA, Lucas D. ; BENITE, Cláudio Roberto Machado. O Diário Virtual Coletivo: Um Recurso para Investigação dos Saberes Docentes Mobilizados na Formação de Professores de Química de Deficientes Visuais. Química Nova na Escola, São Paulo, v. 36, p. 61-70, 2014.

BENITE, Anna Maria Canavarro; PEREIRA, Lidiane de L. ; BENITE, Cláudio Roberto Machado; PROCOPIO, Marcos Vinícios Rabelo ; FRIEDRICH, Márcia. Formação de Professores de Ciências em Rede Social: Uma Perspectiva Dialógica na Educação Inclusiva. Revista Brasileira de Pesquisa em Educação em Ciências, Belo Horizonte, v. 9, n. 3, p. 1-21, 2009.

BRASIL. Senado Federal. Estatuto da Pessoa com Deficiência (2015). Disponível em: .Acesso em 11 de ago. de 2017.

BRASIL. Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional. lei nº 9394/96.

BRASIL. Política Nacional de Educação: Conhecendo as 20 Metas do Plano Nacional de Educação. 2014

CRESWELL, John W. Projeto de pesquisa: método qualitativo, quantitativo e misto. 2ª Edição. Porto Alegre: Artmed, 2007, pag. 46-48.

DIAS, Alan Bronzeri; CAMPOS, Luciana Maria Lunardi. A educação inclusiva e o ensino de Ciências e de Biologia: a compreensão de professores do ensino básico e de alunos da licenciatura. In.: Atas do IX Encontro Nacional de Pesquisa em Educação em Ciências – IX ENPEC. Águas de Lindóia, SP, p. 1-7, 2013.

FERREIRA, Wendel Menezes; NASCIMENTO, Sandra Patrícia de Farias; PITANGA, Ângelo Francklin. Dez Anos da Lei da Libras: Um Conspecto dos Estudos Publicados nos Últimos 10 Anos nos Anais das Reuniões da Sociedade Brasileira de Química. Química Nova na Escola. São Paulo, v. 36, n. 3, p. 185-193, 2014.

GLAT, Rosana; NOGUEIRA, Mario Lucio de Lima. Políticas educacionais e a formação de professores para a educação inclusiva no Brasil. Caderno do Programa de Pós-Graduação em Educação da UERJ, Ano 10, n. 1, p. 134-141, 2003.

GONÇALVES, Fábio Peres; et al. A educação inclusiva na formação de professores e no ensino de química: a deficiência visual em debate. Química Nova na Escola, São Paulo, v. 35, p. 264-271, 2013.

LIPPE, Eliza Oliveira; ALVES, Fabio de Souza; CAMARGO, Eder Pires de. Análise do Processo Inclusivo em uma Escola Estadual no Município de Bauru: A voz de um aluno com deficiência visual. Ensaio: Pesquisa em Ensino de Ciências. Belo Horizonte. v. 14, n. 02, p. 81-95, 2012.

MANTOAN, Maria Teresa Eglér. Inclusão escolar: o que é? Por quê? Como fazer? São Paulo, Editora Moderna, 2003.

MARIANO, Lidiane dos Santos; REGIANI, Anelise Maria. Reflexões sobre a Formação e a Prática Pedagógica do Docente de Química Cego. Química Nova na Escola, São Paulo, v. 37, p. 19-25, 2015.

OLIVEIRA, Mayara Lustosa; et al. Educação Inclusiva e a Formação de Professores de Ciências: O papel das Universidades Federais na Capacitação dos Futuros Educadores. Ensaio: Pesquisa em Educação em Ciências (Online), v. 13, n. 3, p. 99-117, 2011.

OLIVEIRA, Walquíria Dutra de; BENITE, Anna Maria Canavarro. Aulas de ciências para surdos: estudos sobre a produção do discurso de intérpretes de LIBRAS e professores de ciências. Ciência & Educação, Bauru, v. 21, p. 457-472, 2015.

OLIVEIRA, Walquíria Dutra de; BENITE, Anna Maria Canavarro. Estudos sobre a relação entre o intérprete de LIBRAS e o professor: implicações para o ensino de ciências. Revista Brasileira de Pesquisa em Educação em Ciências, Belo Horizonte, v. 15, p. 597-626, 2015.

PASSOS, Angela Meneghello; ARRUDA, Sérgio Mello; PASSOS, Marinez Meneghello. Análise das relações docente em sala de aula com perspectivas de ser inclusiva. Investigações em Ensino de Ciências (Online), v. 20, p. 84-115, 2015.

PEREIRA, Lidiane de Lemos Soares; et al. Trajetória da formação de professores de ciências para educação inclusiva em Goiás, Brasil, sob a ótica de participantes de uma rede colaborativa. Ciência & Educação, Bauru, v. 21, p. 473-491, 2015.

PEREIRA, Lidiane de L. S.; BENITE, Cláudio Roberto Machado; BENITE, Anna M. Canavarro. Aula de Química e surdez: sobre interações Pedagógicas mediadas pela visão. Química Nova na Escola, São Paulo, v. 33, p. 47-56, 2011.

PEREIRA, Lidiane de Lemos Soares; BENITE, Anna Maria Canavarro. Redes Sociais como Espaço de Interações Discursivas sobre Formação de Professores de Ciências para a Educação Inclusiva. Investigações em Ensino de Ciências (Online), v. 17, p. 615-639, 2012.

RADMANN, Tatiane; PASTORIZA, Bruno Santos. A educação inclusiva no ensino de Química. In: Encontro Nacional de Ensino de Química (ENEQ), 18, 2016, Florianópolis.

RAPOSO, Patrícia Neves; MÓL, Gerson de Souza. A diversidade para aprender conceitos científicos: a ressignificação do Ensino de Ciências a partir do trabalho pedagógico com alunos cegos. In.: SANTOS, Wildson Luiz P.; MALDANER, Otávio Aloisio. Ensino de Química em Foco, Ijuí, Editora da Unijuí, p. 287-312, 2011.

RETONDO, Carolina Godinho; SILVA, Glaucia Maria. Ressignificando a Formação de Professores de Química para a Educação Especial e Inclusiva: Uma História de Parcerias. Química Nova na Escola. São Paulo, n. 30, p. 27-33, 2008.

REGIANI, Anelise Maria; MÓL, Gerson Souza. Inclusão de uma aluna cega em um curso de licenciatura química. Ciência & Educação, Bauru, v. 19, p. 123-134, 2013.

SILVA, Lázara Cristina; Políticas públicas e formação de professores: vozes e vieses da educação inclusiva. Tese (Doutorado) - Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2009.

SILVA, Rosangela; et al. Kit Experimental para Análise de CO2 Visando à Inclusão de Deficientes Visuais. Química Nova na Escola, São Paulo, v. 37, p. 4-10, 2015.

SILVA, Marily Dilamar; GONÇALVES, Fábio Peres; MARQUES, Carlos Alberto. Práticas pedagógicas em ciências da natureza nos anos iniciais do ensino fundamental com estudantes cegos. Revista Brasileira de Pesquisa em Educação em Ciências, Belo Horizonte, v. 15, p. 497-518, 2015.

SOUSA, Sinval Fernandes; SILVEIRA, Hélder Eterno. Terminologias Químicas na Libras: a utilização de sinais na aprendizagem de alunos surdos. Química Nova na Escola, v. 33, p. 37-46, 2012.

ULIANA, Marcia Rosa; MÓL, Gerson Souza. O processo educacional de estudante com deficiência visual: uma análise dos estudos de teses na temática. Revista Educação Especial, v. 30, n. 57, p. 145-162, jan./abr. 2017.

UNESCO. Declaração de Salamanca sobre princípios, política e práticas na área das necessidades educativas especiais. Salamanca, 1994.

VILELA-RIBEIRO, Eveline Borges; BENITE, Anna Maria Canavarro. Alfabetização científica e educação inclusiva no discurso de professores formadores de professores de ciências. Ciência & Educação, Bauru, v. 19, p. 781-794, 2013.

VILELA-RIBEIRO, Eveline Borges; BENITE, Anna Maria Canavarro. A educação inclusiva na percepção de professores de Química. Ciência & Educação, Bauru, v. 16, p. 341-350, 2010.

VOOS, Ivani Cristina; GONÇALVES, Fábio Peres. Tecnologia assistiva e ensino de química: reflexões sobre o processo educativo de cegos e a formação docente. Química Nova na Escola (Impresso), São Paulo, v. 34, p. 297-305, 2016.




DOI: https://doi.org/10.5902/1984686X36887

CONTATO:

E-mail: revistaeducacaoespecial.ufsm@gmail.com

Universidade Federal de Santa Maria (UFSM)
Centro de Educação - Lapedoc
Av. Roraima, 1000 - Cidade Universitária
97105-900 - Santa Maria - RS, Brasil.
Telefone: +55 55 3220 8795

Link: https://periodicos.ufsm.br/educacaoespecial

 

ISSN eletrônico: 1984-686X

DOIhttp://dx.doi.org/10.5902/1984686X

Qualis/Capes: Educação A2

Periodicidade: Publicação contínua

O recebimento de artigos caracteriza-se por fluxo contínuo sem que seja possível prever a data de sua publicação.

 

A Revista Educação Especial agradece auxílio recebido por meio do Edital Pró-Revistas, da Pró-Reitoria de Pós-Graduação e Pesquisa, da Universidade Federal de Santa Maria. 

 

 Creative Commons License

This work is licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial 4.0 International (CC BY-NC 4.0)

Contador de visitas
click counter
Contador de visitas

Acessos a partir de 30/11/2016

__________________________________________________