Os corpos da inclusão: mídia e relações com a diferença

Betina Hillesheim, Amanda Cappellari

Resumo


Há, na contemporaneidade, uma proliferação de discursos sobre a diferença que sublinham a necessidade de tolerância e respeito pela diversidade. Nesse sentido, evidencia-se a inclusão como uma prática capaz de atender a essas demandas. Este artigo propõe-se a discutir, sistematizar e problematizar os corpos da inclusão constituídos pela mídia. Utilizaram-se 14 reportagens publicadas no jornal Zero Hora no período de março a setembro de 2015 que apresentavam a temática de inclusão e relação com a diferença. Percebeu-se que entre os corpos da inclusão estão: mulheres, negros, pessoas com deficiência, pessoas com diferentes sexualidades. No que se refere à incitação à inclusão, existem duas direções: uma diz da dedicação e persistência necessárias ao indivíduo para ser incluído; a outra, das ações e práticas de solidariedade e respeito que devem ser realizadas por todos para garantir a inclusão.


Palavras-chave


inclusão; relação com a diferença; mídia

Texto completo:

PDF

Referências


BAUMAN, Z. Vidas desperdiçadas. Rio de Janeiro: Zahar, 2005.

CASTEL, R. A discriminação negativa: cidadãos ou autóctones? Petrópolis: Vozes, 2008.

DREYFUS, H. L., & RABINOW, P. Michel Foucault, uma trajetória filosófica: para além do estruturalismo e da hermenêutica. Rio de Janeiro: Forense Universitária, 2010.

FISCHER, R. ‘Técnicas de si’ na TV: a mídia se faz pedagógica. In: ________. Trabalhar com Foucault. Arqueologia de uma paixão. Belo Horizonte: Autêntica, 2012, p. 113-132.

______. Foucault e a análise de discurso em educação. Cadernos de pesquisa, n. 114, p. 197-223, nov. 2001. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/cp/n114/a09n114.pdf Acesso em: 16 de set. de 2016.

______. Adolescência em discurso: mídia e produção de subjetividade. Porto Alegre: UFRGS/Faced. Tese de doutorado. 1996. Disponível em: http://www.lume.ufrgs.br/bitstream/handle/10183/10281/000188015.pdf?...1 Acesso em: 18 de maio de 2014.

FOUCAULT, M. O sujeito e o poder. In: DREYFUS, H. L., & RABINOW, P. Michel Foucault, uma trajetória filosófica: para além do estruturalismo e da hermenêutica. Rio de Janeiro: Forense Universitária, 2010, p. 273-295.

______. Nascimento da biopolítica. São Paulo: Martins Fontes, 2008a.

______. Segurança, Território e População. São Paulo: Martins Flores, 2008b.

______. A arqueologia do saber. 7. ed. Rio de Janeiro: Forense Universitária, 2004b.

______. Polêmica, Política e Problematizações. In: ________. Ditos e Escritos V: ética, sexualidade, política. Rio de Janeiro: Forense Universitária, 2004a, p. 225-233.

______. A ética do cuidado de si como prática da liberdade. In: ________. Ditos e Escritos V: ética, sexualidade, política. Rio de Janeiro: Forense Universitária, 2004c, p. 264-287.

______. A ordem do discurso. 4. ed. São Paulo: Edições Loyola, 1998.

HILLESHEIM, B. Entre a literatura e o infantil: uma infância. Porto Alegre: Abrapso-Sul, 2008.

KOHAN, W. Infância. Entre educação e filosofia. Belo Horizonte: Autêntica, 2003.

LAGASNERIE, G. A última lição de Michel Foucault: sobre o neoliberalismo, a teoria e a política. São Paulo: Três Estrelas, 2013.

LOPES, M. C. Norma, inclusão e governamentalidade neoliberal. In.:BRANCO, G. C.; VEIGA-NETO, A. (Orgs). Foucault: filosofia & política. Belo Horizonte: Autêntica, 2011, p. 283-298.

______. Políticas de inclusão e governamentalidade. Educação e Realidade, v. 34, n. 2, p. 153-169, mai/ago. 2009. Disponível em: Acesso em: 22 de maio de 2014.

POPKEWITZ, T. S., OLSSON, U., PETERSSON, K. Sociedade da aprendizagem, cosmopolitismo, saúde pública e prevenção à criminalidade. Educação e Realidade, Porto Alegre, 2009, v.34, n.2, p.73-96, maio/ago.

SILVA, T. T. Identidade e diferença: impertinências. Educação e Sociedade, 2002, n. 79, p. 65-66. Disponível em: Acesso em: 19 de fev. de 2016.

SOARES, R. S., & HILLESHEIM, B. Escola e governamento das diferenças: a inclusão do aluno com deficiência visual. In: THOMA, A, HILLESHEIM, B. (org.). Políticas de inclusão: gerenciando riscos e governando as diferenças. Santa Cruz do Sul: Edunisc, 2011, p. 109-129.

THOMA, A., & KRAEMER, G. M. A arte de condução das condutas no contexto da educação inclusiva: premiando experiências escolares. In: THOMA, A., & HILLESHEIM, B. (org.). Políticas de inclusão: gerenciando riscos e governando as diferenças. Santa Cruz do Sul: Edunisc, 2011, p. 198-224.




DOI: http://dx.doi.org/10.5902/1984686X26744

CONTATO:

E-mail: revistaeducacaoespecial.ufsm@gmail.com

Universidade Federal de Santa Maria (UFSM)
Centro de Educação - Lapedoc
Av. Roraima, 1000 - Cidade Universitária
97105-900 - Santa Maria - RS, Brasil.
Telefone: +55 55 3220 8795

Link: https://periodicos.ufsm.br/educacaoespecial

 

ISSN eletrônico: 1984-686X

DOIhttp://dx.doi.org/10.5902/1984686X

Qualis/Capes: Educação A2

 

 

Periodicidade – Publicação contínua


O recebimento de artigos caracteriza-se por fluxo contínuo sem que seja possível prever a data de sua publicação.

 

 Creative Commons License

This work is licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial 4.0 International (CC BY-NC 4.0)

Contador de visitas
click counter
Contador de visitas

Acessos a partir de 30/11/2016

____________________________________________________