Propriedades físicas e mecânicas de papéis reciclados utilizados para fabricação de tubetes

Marco Túlio Cardoso, Angélica de Cássia Oliveira Carneiro, Rubens Chaves de Oliveira, Ana Márcia Macedo Ladeira Carvalho, Wagner Patrício Júnior, Maria Cristina Martins, Rosimeire Cavalcanti dos Santos, Juliana Cristina da Silva

Resumo


http://dx.doi.org/10.5902/198050985748O

Presente trabalho objetivou estudar, através de ensaios laboratoriais, as propriedades físicas e mecânicas de papéis reciclados utilizados para produção de tubetes. Para tanto se utilizou seis tipos de papéis com gramatura média de 400 g/m² e para os ensaios de laboratório seguiu-se os procedimentos da Technical Association of Pulp and Paper Industry. Verificou-se diferença significativa entre os papéis estudados quanto às características físicas e mecânicas, sendo que o papel Tipo A1 obteve, de modo geral, os melhores resultados, justificando seu alto preço no mercado. O papel A3 foi o de maior densidade, dado relevante para indústria de tubetes, já que estes são geralmente comercializados por peso. Conclui-se que todos os papéis estudados são indicados para produção de tubetes, devendo ser utilizados de acordo com as exigências do cliente, visto que o preço do papel é que determina, na maioria das vezes, o valor do tubete.


Palavras-chave


papel reciclado; reciclagem; tubetes de papel; propriedades de papel

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5902/198050985748

Licença Creative Commons