AVALIAÇÃO ECONÔMICA DE PROJETOS DE FLORESTAMENTO COM Eucalyptus grandis HILL EX MAIDEN IMPLANTADO SOB DIFERENTES ESPAÇAMENTOS

Juarez Iensen Pedroso Filho, Leonardo Job Biali, Paulo Renato Schneider, Jorge Antonio de Farias

Resumo


Neste estudo é testada a viabilidade econômica de doze alternativas de espaçamentos com Eucalyptus grandis para lenha. A produção de madeira foi avaliada aos oito anos e os preços das atividades obtidos com coeficientes da região. Nas receitas foi considerado o preço da madeira com casca em pé no mercado. A avaliação deu-se por cinco critérios: VPL, B/C, TIR, VET e CMPr. Considerando a taxa de desconto, todos os projetos mostraram-se viáveis economicamente. A maior produção ocorreu nos plantios mais densos, contudo, não foram os melhores pelos critérios econômicos, devido à maior imobilização de capital para implantação. O espaçamento de 5,0 m²/planta apresentou os melhores resultados em todos os critérios, sendo a melhor alternativa de investimento para uso energético. Seguido pelo espaçamento de 7,5 m²/planta, que se mostrou promissor, pois possibilita manejar a floresta visando obter multiprodutos. As alternativas com espaço inferior a 3,75 m²/planta não são recomendadas.


Palavras-chave


Eucalyptus grandis; lenha; espaçamento; análise financeira.

Texto completo:

PDF

Referências


ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE PRODUTORES DE FLORESTAS PLANTADAS. Anuário estatístico da ABRAF: ano base 2012. Brasília: ABRAF, 2013. 148 p.

BRITO, J. O. O uso energético da madeira. Estudos Avançados, São Paulo, v. 21, n. 59, p. 185-193, 2007.

BRASIL. Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento. Exportação de madeira certificada cresceu 10% em 2014. Brasília: MAPA, 2015. Disponível em: Acesso em: 25 maio 2015.

CONTRERAS, C. E. et al. Avaliação econômica de povoamentos de eucalipto sob diferentes espaçamentos na região de cerrado de Minas Gerais, Brasil. In: IUFRO CONFERENCE ON SILVICULTURE AND IMPROVEMENT OF EUCALYPTS, 1997, Salvador. Anais… Salvador: Centro Nacional de Pesquisa de Florestas, 1997. p. 75-79.

GOULART, M. et al. Massa específica básica e massa seca de madeira de Eucalyptus grandis sob o efeito do espaçamento de plantio e da posição axial no tronco. Ciência Florestal, Santa Maria, v. 13, n. 2, p. 173-175, 2003.

HASELEIN, C. R.; BERGER, R.; GOULART, M. Propriedades de flexão estática da madeira e umidade e a 12% de umidade de um clone de Eucalyptus saligna Smith sob efeito do espaçamento e da adubação. Ciência Florestal, v. 12, n. 2, p. 147-152, 2002.

LIMA, I. L.; MONTEIRO, B. F. S.; LONGUI, E. L. Influência do espaçamento em algumas propriedades físicas da madeira de Tectona grandis Linn. Revista Cerne, v. 15, n. 2, p. 244-250, 2009. LOPES, H. V. S. Análise econômica dos fatores que afetam a rotação de povoamentos de eucaliptos. 1990. 188 f. Dissertação (Mestrado em Ciência Florestal) – Universidade Federal de Viçosa, Viçosa, MG, 1990.

MORAIS, V. M. Dinâmica de crescimento de eucalipto clonal sob diferentes espaçamentos, na região nororeste do estado de Minas Gerais. 2006. 63 f. Dissertação (Mestrado em Engenharia Florestal) – Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2006.

PAULINO, E. J. Influência do espaçamento e da idade na produção de biomassa e na rotação econômica em plantio de eucalipto. 2012. 59 f. Dissertação (Mestrado em Ciência Florestal) - Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri, Diamantina, 2012.

SCHNEIDER, P. R. et al. Influência do espaçamento no crescimento em diâmetro e área basal de Eucalyptus grandis, em Rio Pardo, Rio Grande do Sul, Brasil. In: SIMPÓSIO LATINO-AMERICANO SOBRE MANEJO FLORESTAL, 3., 2004, Santa Maria. Anais... Santa Maria: UFSM; CCR, 2004a. p. 35-40.

SCHNEIDER, P. R. et al. Produção de madeira para energia de Eucalyptus grandis em diferentes espaçamentos na região de Rio Pardo, Rio Grande do Sul, Brasil. In: SIMPÓSIO LATINO-AMERICANO SOBRE MANEJO FLORESTAL, 3., 2004, Santa Maria. Anais... Santa Maria: UFSM; CCR, 2004b. p. 1-6.

SCHNEIDER, P. R. Rentabilidade em investimento florestal. Santa Maria: FACOS; UFSM, 2006. 153 p.

SILVA, C. S. J. et al. Viabilidade econômica e rotação florestal de plantios de candeia (Eremanthus erythropappus), em condições de risco. Cerne, Lavras, v. 20, n. 1, p. 113-122, 2014.

SILVA, E. N. et al. Avaliação técnica e econômica do corte mecanizado de Pinus sp. com harvester. Revista Árvore, Viçosa, MG, v. 34, n. 4, p. 745-753, 2010.

SILVA, M. L.; FONTES, A. A. Discussão sobre os critérios de avaliação econômica: valor presente líquido (VPL), valor anual equivalente (VAE) e valor esperado da terra (VET). Revista Árvore, Viçosa, MG, v. 29, n. 6, p. 931-936, 2005.

SILVA, M. L.; JACOVINE, L. A. G.; VALVERDE, S. R. Economia florestal. Viçosa, MG: UFV, 2002. 178 p.

SILVEIRA, R. Avaliação econômica da produção de madeira de paricá (Schizolobium amazonicum Huber ex Ducke) sob diferentes espaçamentos de plantio. 2014. 80 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Florestais) - Universidade Federal do Espírito Santo, Alegre, 2014.




DOI: https://doi.org/10.5902/1980509831577

Licença Creative Commons