Produção de madeira e casca de acácia-negra (Acacia mearnsii De Wild) em diferentes espaçamentos.

Jorge Euclides M. Klein, Paulo Renato Schneider, César Augusto Guimarães Finger, Frederico Dimas Fleig

Resumo


No presente trabalho foram estudadas a influência do espaçamento inicial sobre a produção de madeira e casca verde por hectare em acácia-negra (Acácia mearnsii De Wild.). O experimento foi instalado em blocos casualizados, com 4 repetições e 3 tratamentos, definidos pelos espaçamentos entre as plantas de 1 x 1 m; 3 x 1,33 m e 3 x 2 m. Os resultados permitiram concluir que quanto menor o espaçamento maior a produção de madeira e casca verde por hectare, porém com um menor diâmetro médio e maior mortalidade.


Palavras-chave


Yield wood, bark, tree spacing, Acacia mearnsii

Texto completo:

PDF

Referências


ASSMANN, E. The principles of forest yield study. New York. Pergamon Press, 1970. 506p.

LEMOS, R. C., AZOLIN, M. A. D., ABRÃO, P. V. R. et al. Levantamento de reconhecimento dos solos do Estado do Rio Grande do Sul. Recife: Ministério da Agricultura, Departamento de Pesquisas Agropecuárias – Divisão de Pesquisas Pedagógicas, 1973. 431p.

MORENO, J. A. Clima do Rio Grande do Sul. Porto Alegre. Secretaria da Agricultura, 1961. 41p.

POSENATO, R. E. Ensaio de espaçamento em acácia-negra. Roessleria, Porto Alegre, v.1, n.1, p.125-130, 1977.

SCHERRY, S. P. The black wattle (Acacia mearnsii De Wild). Pietermaritzburg: City Printing Warks, 1971. 385p.

SCHNEIDER, P. R., HOSOKAWA, R. T. Estudo de equações volumétricas para a tabela de volume com e sem casca de acácia-negra (Acacia mearnsii De Wild), IN: CONGRESSO FLORESTAL BRASILEIRO, 3., 1978, Manaus, Anais... Manaus, 1978. p.90-95.

SCHNEIDER, P. R. Modelos de equações e tabelas para avaliar o peso de casca de acácia-negra, Acacia mearnsii De Wild. Curitiba: UFPr, 1978. 149p. Dissertação (Mestrado em Engenharia Florestal) – Setor de Ciências Agrárias, Universidade Federal do Paraná, 1978.

SCHOENAU, A. P. G. Bark sampling at breast height to estimate mean tannin and moisture contente in Wattle stands. Pietermoritzburg: Wattle Research Institute Report, 1968. p.64-69.

SCHOENAU, A. P. G. A site evaluation study in black wattle (Acacia mearnsii De Wild). Universitaet von Stellenbosch. v.44, Ser.A, n.2, 1969. 214p.

SCHOENAU, A. P. G. Effect of site quality and initial stocking density on average diameter in Bkack Wattle plantations in Kenya. Forest Science, v.21, n.1, p.2-9, 1975.




DOI: http://dx.doi.org/10.5902/19805098277

Licença Creative Commons