PROPRIEDADES FÍSICAS E QUÍMICAS DE UM ARGISSOLO SOB CULTIVO DE Eucalyptus dunnii Maiden NO PAMPA GAÚCHO

Suzana Ferreira da Rosa, Dalvan José Reinert, José Miguel Reichert, Frederico Dimas Fleig, Miriam Fernanda Rodrigues, Neiva Somavilla Gelain

Resumo


A conversão de uma área de vegetação natural para uma área de cultivo associada às mudanças na cobertura vegetal podem acarretar modificações em algumas propriedades do solo, interferindo em sua qualidade. Dessa forma, o trabalho teve o objetivo de avaliar as alterações ocorridas nas propriedades físicas e químicas de um solo arenoso sob vegetação de campo nativo após a implantação de povoamentos de Eucalyptus dunnii Maiden, em diferentes densidades populacionais. O trabalho foi realizado na região da Campanha Gaúcha, município de São Francisco de Assis-RS. Foi instalado um experimento implantado com Eucalyptus dunnii Maiden sobre campo nativo, nos espaçamentos 3,50 m x 3,50 m; 3,50 m x 1,75 m; 1,75 m x 1,75 m e 1,75 m x 0,87 m, em um Argissolo Vermelho Distrófico. O delineamento experimental utilizado foi o de blocos ao acaso, com quatro repetições. Foram coletadas, em cada unidade experimental, amostras de solo nas profundidades de 0,00-0,10 m; 0,10-0,20 m e 0,20-0,40 m antes e após 12 meses da implantação. As propriedades físicas do solo avaliadas foram densidade, porosidade total, macroporosidade, microporosidade do solo e distribuição do tamanho dos agregados estáveis em água. As propriedades químicas determinadas foram: pH H2O, alumínio (Al), cálcio (Ca), magnésio (Mg), e potássio (K) trocáveis, fósforo disponível (P), nitrogênio total (N) e carbono orgânico total (C). Ocorreram alterações significativas na macro e microporosidade, na porcentagem dos agregados pertencentes à classe de tamanho de 8,00-4,75 mm e no DMG devido às práticas de preparo do solo e do manejo do povoamento no período inicial. Para as propriedades químicas do solo, houve aumento no pH e nos níveis de Ca no solo após 12 meses devido ao efeito da adubação aplicada.


Palavras-chave


povoamentos florestais; qualidade do solo; espaçamento de plantio

Texto completo:

PDF

Referências


ALVARENGA, M. I. N. Propriedades físicas, químicas e biológicas de um Latossolo Vermelho-Escuro em diferentes ecossistemas. 1996. 211 f. (Tese de Doutorado) - Universidade Federal de Lavras, Lavras, 1996.

ARATANI, R. G. et al. Qualidade física de um Latossolo Vermelho acriférrico sob diferentes sistemas de uso e manejo. Revista Brasileira de Ciência do Solo, Viçosa, MG, v. 33, n. 3, p. 677-687, maio/jun. 2009.

ARAÚJO, A. S. F. et al. The effect of converting tropical native savanna to Eucalyptus grandis forest on soil microbial biomass. Land degradation & development, Chichester, v. 21, n. 6, p. 540–545, nov./dec. 2010.

BARRETO, A. C. et al. Características químicas e físicas de um solo sob floresta, sistema agroflorestal e pastagem no sul da Bahia. Revista Caatinga, Mossoró, v. 19, n. 4, p. 415-425, out./dez. 2006.

BARROS, N. F.; NEVES, J. C. L.; NOVAIS, R. F. Recomendações de fertilizantes minerais em plantios de eucalipto. IN: GONÇALVES, J. L. M.; BENEDETTI, V. Nutrição e fertilização florestal. Piracicaba: IPEF, 2005.

BAVER, L. D.; GARDNER, W. H.; GARDNER, W. R. Soil structure: classification and genesis. In: BAVER, L. D.; GARDNER, W. H.; GARDNER, W. R (Ed.). Soil Physics. New York: John Wiley, 1972. p. 130-177.

BINKLEY, D.; RESH, S. C. Rapid changes in soils following Eucalyptus afforestation in Hawaii. Soil Science Society of America Journal, Madison, v. 63, n. 1, p. 222–225, jan./feb. 1999.

BRADY, N. C. Natureza e propriedades dos solos. 7. ed. Rio de Janeiro: F. Bastos, 1989. 898 p.

EMBRAPA. Centro Nacional de Pesquisa de Solos. Manual de métodos de análise de solo. 2. ed. Rio de Janeiro: Embrapa Solos, 1997. 212 p.

FLORES, C. A. et al. Recuperação da qualidade estrutural, pelo sistema plantio direto, de um Argissolo Vermelho. Ciência Rural, Santa Maria, v. 38, n. 8, p. 2164-2172, nov. 2008.

GAVANDE, S. A. Física del suelos: princípios y aplicaciones. México: Editorial Limusa, 1976. 351 p.

GUBIANI, P. I. et al. Método alternativo para a determinação da densidade de partículas do solo: exatidão, precisão e tempo de processamento. Ciência Rural, v. 36, n. 2, p. 664-668, mar./abr. 2006.

KEMPER, W. D.; CHEPIL, W. S. Size distribuition of aggregates. In: BLACK, C. A. Physical and mineralogical methods. Madison: ASA & SSSA, 1965. p. 495-509.

LEITE, E. P. et al. Acúmulo e distribuição de nutrientes em Eucalyptus grandis sob diferentes densidades populacionais. Revista Brasileira de Ciência do Solo, Viçosa, MG, v. 22, n. 3, p. 419-426, jul./set. 1998.

LEROY, B. L. M. et al. The quality of exogenous organic matter: short-term effects on soil physical properties and soil organic matter fractions. Soil Use and Management, Amsterdam, v. 24, n. 2, p. 139-147, jun. 2008.

LIMA, W. P. Impacto ambiental do eucalipto. 2. ed. São Paulo: Ed. da Universidade de São Paulo, 1996. 301 p.

LIMA, C. L. R. de et al. Atributos físicos de um Planossolo Háplico sob sistemas de manejo comparados aos do campo nativo. Revista Brasileira de Ciência do Solo, Viçosa, MG, v. 32, n. 5, p. 1849-1855, set./out. 2008.

LIU, S. L. et al. Effects of reforestation and deforestation on soil properties in humid mountainous areas: a case study in Wolong Nature Reserve, Sichuan province, China. Soil Use and Management, Amsterdam, v. 18, n. 4, p. 376-380, dec. 2002.

MARTINS, S. G. et al. Avaliação de atributos físicos de um Latossolo Vermelho distroférrico sob diferentes povoamentos florestais. Cerne, Lavras, v. 8, n. 1, p. 32-41, jan./mar. 2002.

MBOUKOU-KIMBATSA, I. M. C.; BERNHARD-REVERSAT, F.; LOUMETO, J. J. Change in soil macrofauna and vegetation when fastgrowing trees are planted on savana soils. Forest Ecology and Management, Amsterdan, v. 110, n. 1, p. 1-12, oct. 1998.

MELLONI, R. et al. Avaliação da qualidade de solos sob diferentes coberturas florestais e de pastagem no sul de Minas Gerais. Revista Brasileira de Ciência do Solo, Viçosa, MG, v. 32, n. 6, p. 2461-2470, nov./dez. 2008.

MORENO, J. A. Clima do Rio Grande do Sul. Porto Alegre: Secretaria da Agricultura, 1961. 73 p.

NOVAIS, R. F.; BARROS, N. F.; NEVES, J. C. L. Interpretação de análise química do solo para o crescimento e desenvolvimento de Eucalyptus spp. – níveis críticos de implantação e de manutenção. Revista Árvore, Viçosa, MG, v. 10, n. 1, p. 105-111, jan./jun. 1986.

PAUL, K. I. et al. Change in soil carbon following afforestation. Forest Ecology and Management, Amsterdam, v. 168, n. 1, p. 241-257, set. 2002.

PREVEDELLO, J. Preparo do solo e crescimento inicial de Eucalyptus grandis Hill ex Maiden. em Argissolo. 2008. 81 f. Dissertação (Mestrado em Engenharia Florestal) - Universidade Federal de Santa Maria, Santa Maria, 2008.

REICHERT, J. M. et al. Variação temporal de propriedades físicas do solo e crescimento radicular de feijoeiro em quatro sistemas de manejo. Pesquisa Agropecuária Brasileira, Brasília, v. 44, p. 310-319, 2009.

REICHERT, J. M.; SUZUKI, L. E. A. S.; REINERT, D. J. Compactação do solo em sistemas agropecuários e florestais: identificação, efeitos, limites críticos e mitigação. In: SOCIEDADE BRASILEIRA DE CIÊNCIA DO SOLO. Tópicos em Ciência do Solo. Viçosa, MG: SBCS, 2007. p. 1-48.

SOCIEDADE BRASILEIRA DE CIÊNCIA DO SOLO. Comissão de Química e Fertilidade do Solo. Manual de adubação e calagem para os estados do Rio Grande do Sul e de Santa Catarina. 10. ed. Porto Alegre: SBCS, 2004. 400 p.

STRECK, E. V. et al. Solos do Rio Grande do Sul. 2. ed. Porto Alegre: EMATER; ASCAR-RS, 2008. 222 p.

SUZUKI, L. E. A. S. Qualidade físico-hídrica de um Argissolo sob floresta e pastagem no sul do Brasil. 2008. 138 f. Tese (Doutorado em Ciências Florestais) - Universidade Federal de Santa Maria, Santa Maria, 2008.

TEDESCO, M. J. et al. Análise de solo, plantas e outros materiais. 2. ed. Porto Alegre: UFRGS, 1995. 174 p.

TISDALL, J. M.; OADES, J. M. Organic matter and water-stable aggregates in soils. European Journal of Soil Science, v. 33, n. 2, p. 141-161, jun. 1982.

TONINI, H. Crescimento e produção de clones de Eucalyptus saligna Smith, na Depressão Central e Serra do Sudeste, Rio Grande do Sul. 2003. 289 f. Tese (Doutorado em Engenharia Florestal) – Universidade Federal de Santa Maria, Santa Maria, 2003.

TURNER, J.; LAMBERT, M. Change in organic carbon in forest plantation soils in eastern Australia. Forest Ecology and Management, Amsterdan, v. 133, n. 3, p. 231-247, aug. 2000.

VEZZANI, F. M.; TEDESCO, M. J.; BARROS, N. F. Alterações dos nutrientes no solo e nas plantas em consórcio de eucalipto e acácia negra. Revista Brasileira de Ciência do Solo, Viçosa, MG, v. 25, n. 1, p. 225-231, jan./mar. 2001.

WOHLENBERG, E. V. et al. Dinâmica da agregação de um solo franco-arenoso em cinco sistemas de culturas em rotação e em sucessão. Revista Brasileira de Ciência do Solo, Viçosa, MG, v. 28, n. 5, p. 891-900, set./out. 2004.




DOI: http://dx.doi.org/10.5902/1980509832040

Licença Creative Commons