Percepção da Comunidade Acadêmica da Universidade Federal de Pelotas sobre a Coleta Seletiva no Município de Pelotas/RS

Beatriz Simões Valente, Igor Martins Silva, Eduardo Gonçalves Xavier

Abstract


O objetivo do estudo foi investigar a percepção da comunidade acadêmica da Universidade Federal de Pelotas sobre a coleta seletiva no município de Pelotas. O estudo foi realizado através de pesquisa exploratória, sendo classificada como estudo de caso. O questionário estruturado com seis perguntas de múltipla escolha foi respondido por 90 pessoas do âmbito universitário. A análise das respostas demonstrou que há necessidade de implementação de uma ação contínua, permanente e concisa nas diferentes esferas da sociedade pelotense, que abranja todas as idades e classes para que o resultado da coleta seletiva possa ser significativo. O poder municipal deve se comunicar com a população em todas as etapas do gerenciamento dos resíduos domiciliares, através de um trabalho educativo na dimensão da educação ambiental visando à conscientização e a colaboração de toda a comunidade.


Keywords


Gestão ambiental. Resíduos sólidos. Sustentabilidade.

References


BRINGHENTI, J. R.; GÜNTHER, W. M. R. Participação social em programas de coleta seletiva de resíduos sólidos urbanos. Revista Engenharia Sanitária e Ambiental, v. 16, n. 4, p. 421-430, 2011.

GODECKE, M. V.; WALERKO, W. S. Gestão de resíduos sólidos urbanos: Estudo do caso da reciclagem em Pelotas, RS. Revista Eletrônica em Gestão, Educação e Tecnologia Ambiental, v.19, n.2, p.359-373, 2015.

IZARIAS, N. S.; BAROSA, B. I.; IZARIAS, M. R.; MONTEIRO, V. F. Implantação da Política Nacional dos Resíduos Sólidos no norte goiano. Ciência e Natura, v. 38, n. 1, p. 243-253, 2016.

KEMERICH, P. D. DA C.; RODRIGUES, A. C.; UCKER, F. E.; RENZ, V. D.; HAAS, A. Gestão dos resíduos sólidos urbanos: a visão da população na cidade de Frederico Westphalen. Revista Eletrônica em Gestão, Educação e Tecnologia Ambiental, v. 10, n. 10, p. 2059-2068, 2013.

MACEDO, M. P. W. DE.; SOUZA, M. DE. F. DE. Percepção de professores da rede pública sobre problemas ambientais no Rio Grande do Norte, Brasil. Revista Eletrônica do Mestrado em Educação Ambiental. Dossiê Educação Ambiental, p. 119-131, 2014.

MARCONI, M. DE A.; LAKATOS, E. M. Fundamentos de metodologia científica. São Paulo: Atlas, 2003. 305p.

MATTEI, G. E ESCOSTEGUY, P. A. V. Composição gravimétrica de resíduos sólidos aterrados. Engenharia Sanitária e Ambiental, v.12, n.3, p, 247-251, 2007.

MUCELIN, C. A.; BELLINI, M. Lixo e impactos ambientais perceptíveis no ecossistema urbano. Sociedade & Natureza, v. 20, n. 1, p. 111-124, 2008.

NEVES, A. C. R. R.; CASTRO, L. O. DE A. Separação de materiais recicláveis: panorama no Brasil e incentivos à prática. Revista Eletrônica em Gestão, Educação e Tecnologia Ambiental, v. 8, n. 8, p. 1734-1742, 2012.

PREFEITURA NUNICIPAL DE PELOTAS. Plano Municipal de Gestão Integrada de Resíduos Sólidos (PMGIRS) – Município de Pelotas/RS. 2014. 194p.

QUEIROZ, A. P. B. DE; PEDRINI, A. G. Percepção ambiental de moradores de condomínios no município de Niterói, estado Rio de Janeiro, Brasil sobre resíduos sólidos urbanos associados a sua coleta seletiva. Revista Eletrônica do Mestrado em Educação Ambiental, v. 31, n. 2, p. 5-21, 2014.

RIBEIRO, H.; ASSUNÇÃO, J. V. DE. Efeitos das queimadas na saúde humana. Estudos Avançados, v. 16, n. 44, p. 125-148, 2002.

SAMUEL-ROSA, A.; DALMOLIN, R. S. D.; PEDRON, F. DE A. Abordagem integrada para avaliação de aterros encerrados. Ciência e Natura, v. 34, n. 2, p. 99-111, 2012.

SILVA, C. DE O.; CLEMENTE, J. A.; SILVA, A. C. F. da. Degradação ambiental e sociedade: um estudo do manancial de abastecimento público da cidade de Santana do Mundaú – AL. Ciência e Natura, v. 37, n. 4, p. 490-513, 2015.

SIQUEIRA, M. M.; MORAES, M. S. Saúde cole¬tiva, resíduos sólidos urbanos e os catadores de lixo. Ciência & Saúde Coletiva, v. 14, n. 6, p. 2115-2122, 2009.

SIMONETTO, E. DE. O.; BORENSTEIN, D. Gestão operacional da coleta seletiva de resíduos sólidos urbanos – abordagem utilizando um sistema de apoio à decisão. Gestão & Produção, v. 13, n. 3, p. 449-461, 2006.

SOUZA, M. N. Degradação e Recuperação Ambiental e Desenvolvimento Sustentável. 371 f. Tese (Mestrado em Ciência Florestal). Universidade Federal de Viçosa. Viçosa, 2004.

VALENTE, B. S.; XAVIER, E. G.; RODRIGUES, J. M.; KIVEL, T. H. Impactos ambientais dos resíduos sólidos no município de Pelotas/RS: Um olhar fotográfico. Revista Eletrônica em Gestão, Educação e Tecnologia Ambiental, v. 20, n. 1, p. 97-104, 2016.

YIN, R. K. Estudo de caso: Planejamento e métodos. Porto Alegre: Bookman, 2001. 201p.

ZANINI, S. R. D.; LESSA, V. N. Gestão de resíduos sólidos: o resíduo urbano e sua alocação no município de Pelotas. Revista Eletrônica Academicus, v. 1, n. 1, p. 25-42, 2013.

ZONER, T. A.; BONGIOVANNI, S. Gestão de resíduos sólidos do município de Tibagi-PR: desempenho da coleta seletiva. Revista Eletrônica em Gestão, Educação e Tecnologia Ambiental, v. 8, n. 8, p. 1591-1601, 2012.




DOI: https://doi.org/10.5902/2179460X21880

Copyright (c) 2016 Ciência e Natura



Creative Commons License

This work is licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial-ShareAlike 4.0 International License.