Narrativas na (e para a) formação de professores: algumas mobilizações no âmbito do Pibid-UFSCar

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5902/1984644444169

Palavras-chave:

Narrativas, Formação de professores, Pibid

Resumo

Apresentar e discutir alguns modos de mobilização de narrativas na (e para a) formação de professores no Programa Institucional de Bolsas de Iniciação à Docência (Pibid) da Universidade Federal de São Carlos, UFSCar, é o objetivo deste artigo. Para isso, nos respaldamos em narrativas - produzidas no âmbito de uma pesquisa de doutorado - de oito coordenadores de área de subprojetos e de dois ex-coordenadores institucionais do Pibid-UFSCar, bem como em documentos oficiais que versam sobre o programa desta instituição. Trata-se, portanto, de um trabalho qualitativo cujo movimento analítico foi inspirado no modelo de análise narrativa. Isto porque, optou-se por assumir as narrativas como foco do estudo, sobretudo, por defendermos que nossos interesses de pesquisa estavam pautados na subjetividade dos sujeitos e, nessa direção, as narrativas podem ser tomadas como espaços nos quais eles tecem sentidos, criam significados e se constituem nos diferentes espaços e tempos. A partir disso, apresentaremos uma versão possível para o Pibid-UFSCar bem como alguns modos de mobilização de narrativas na (e para a) formação docente, enfatizando o trabalho com portfólios por eles desenvolvidos. De modo geral, chamaremos atenção do leitor para algumas das potencialidades do trabalho narrativo percebidos nesse cenário como, por exemplo, a criação de um espaço menos verticalizado para discussões e problematizações de temas e ideias, a possibilidade de acompanhamento do processo de tornar-se professor, a contribuição para o desenvolvimento da Língua Portuguesa, da escrita, da oralidade, dentre outros aspectos. 

Referências

ABREU, Ana Sílvia Couto de. Leitura e escrita enquanto práticas discursivas: construindo filiações. Revista Iberoamericana de Educación, Espanha, v. 2, n. 48, p. 1-7, jan. 1997.

ARAGÃO, Ana Lúcia Assunção; NAVARRO, Almira. Diálogos em Diálogo: David Bohm, Paulo Freire e Mikhail Bakhtin. Educação em Questão, Rio Grande do Norte, v. 19, n. 5, p. 108-118, jan./abr. 2004.

ASSOCIAÇÃO NACIONAL DE PÓS-GRADUAÇÃO E PESQUISA EM EDUCAÇÃO. A política de formação de professores no Brasil de 2018: uma análise dos editais capes de residência pedagógica e Pibid e a reafirmação da resolução CNE/CP 02/2015. Audiência do Conselho Nacional de Educação em 09 de abril de 2018, 2018.

BAMBERG, Michael. Narrative Analysis. In: COOPER, Harris. (Ed.). APA Handbook of Research Methods in Psychology. Washington, DC: APA Press, 2012. p. 77-94.

BRASIL. Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional. Lei número 9394, 20 de dezembro de 1996.

BRASIL. Capes. Edital n. 061, de 02 de agosto de 2013. Edital do Pibid. Brasília, 2013.

BRASIL. Lei n. 12.796, de 4 de abril de 2013: altera a Lei n. 9.394 de 20 de dezembro de 1996, que estabelece as diretrizes e bases da educação nacional, para dispor sobre a formação dos profissionais da educação e dar outras providências. Brasília: Planalto Central, 2013.

CLANDININ, Jean; CONNELLY, Michael. Pesquisa Narrativa: Experiência e História em Pesquisa Qualitativa. 2. ed. Uberlândia: UFU, 2015.

CORTELLA, Mario Sergio. A escola e o conhecimento. Reflexão sobre fundamentos epistemológicos e políticos dessa relação. 150f. 1997. Tese (Doutorado em Educação, Supervisão e Currículo) – Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 1997.

FOERSTE, Erineu. Parceria na formação de professores. 1. ed. São Paulo: Cortez, 2005.

FREITAS, Maria Teresa Menezes. A Escrita no Processo de Formação Contínua do Professor de Matemática. 2006. 300f. Tese (Doutorado em Educação) – Faculdade de Educação, Universidade Estadual de Campinas, Campinas, 2006.

GADELHA, Regina Maria A. Fonseca. Educação no Brasil: desafios e crise institucional. Revista Pesquisa & Debate, São Paulo, v. 28, n. 1, p. 165 – 178, 2017.

GAMA, Renata Prenstteter; SOUSA, Maria do Carmo de. Aprendizagens docentes de futuros professores de matemática reveladas em narrativas escritas na formação compartilhada de professores. Interacções, Santarém, n. 18, p. 131-156, 2011.

GOMES, Claudia; FELÍCIO, Helena Maria dos Santos. O PIBID e a formação de professores: da magnitude do programa aos desafios formativos institucionais. Educação em Perspectiva, Viçosa, v. 8, n. 2, p. 426 - 443, 2017.

GREGOLIN, Isadora Valencise. Processo de Formação de Professores de Línguas com Uso de Portfólios: Experiências do Pibid-Letras da UFSCar. In: BOZZINI, Isabela Custódio Talora et al. (Org.). Pibid UFSCar: uma parceria colaborativa entre universidade e escola. São Carlos: Pedro & João Editores, 2018. p. 95-106.

IMBERNÓN, Francisco. Formação continuada de Professores. Porto Alegre: Artmed, 2010.

MARQUES, Amanda Cristina Teagno Lopes; ALMEIDA, Maria Isabel de. A Documentação Pedagógica como Instrumento de Formação Profissional. Educação Foco, Juiz de Fora, v. 20, n. 3, p. 269 - 288, 2016.

MOUTINHO, Karina; CONTI, Luciana de. Análise Narrativa, Construção de Sentidos e Identidade. Psicologia: Teoria e Pesquisa, Brasília, v. 32, n. 2, p. 1 – 8, 2012.

NACARATO, Adair Mendes; PASSOS, Cármen Lucia Brancaglion; SILVA, Heloisa da. Narrativas na pesquisa em Educação Matemática: caleidoscópio teórico e metodológico. Bolema, Rio Claro, v. 28, n. 49, p. 701 - 716, ago. 2014.

NÓVOA, António. Vidas de professores. 2. ed. Porto: Porto Editora, 2000.

PORTARIA NORMATIVA Nº 38, DE 12 DE DEZEMBRO DE 2007. Dispõe sobre o Programa de Bolsa Institucional de Iniciação à Docência - PIBID. Diário Oficial da República Federativa do Brasil. Brasília, DF. 2007b.

REALI; Aline Maria de. Medeiros Rodrigues; REYES, Claudia Raimundo. Reflexões sobre o fazer docente. São Carlos: EdUFSCar, 2009. 96 p.

RUIZ, Antonio Ibanez; RAMOS, Mozart Neves; HINGEL, Murílio. Escassez de Professores no Ensino Médio: propostas estruturais e emergenciais. Brasília: Ministério da Educação/ Conselho Nacional de Educação/ Câmara de Educação Básica, 2007. 36 p.

SÁ-CHAVES, Idália. Portfolios Reflexivos. Estratégia de formação e de Supervisão. 3. ed. Aveiro: Unidade de Investigação Didáctica e tecnologia na Formação de Formadores, 2004. 60 p.

SANTOS, Boaventura de Sousa. O fim do Império Cognitivo: a afirmação das epistemologias do Sul. Belo Horizonte: Autêntica Editora, 2019.

SOUSA, Maria do Carmo de. Práticas Interdisciplinares e Parceria Compartilhada no PIBID-UFSCar: perspectivas e desafios. In: BOZZINI, I. C. T. et al. (Org.). Pibid UFSCar: uma parceria colaborativa entre universidade e escola. São Carlos: Pedro & João Editores, 2018, p. 55-74.

SOUSA, Maria do Carmo de. Formação docente nas licenciaturas da UFSCar: contribuições do Pibid. Espaço Plural, Marechal Cândido Rondom, n. 26, p. 55-69, jan./ abr. 2012.

TIZZO, Vinícius Sanches. Mobilizações de Narrativas na (e para a) Formação de Professores: potencialidades no (e a partir do) Programa Institucional de Bolsas de Iniciação à Docência. 2019. 488 f. Tese (Doutorado em Educação Matemática) – Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho”, Instituto de Geociências e Ciências Exatas, Rio Claro, 2019.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO CARLOS. Projeto Institucional do Pibid UFSCar. São Carlos: UFSCar, 2013. 52 p.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO CARLOS. Regimento Interno do Pibid UFSCar. São Carlos: UFSCar, 2014. 11 p.

VILLAS BOAS, Benigna Maria de Freitas. Portfólio, avaliação e trabalho pedagógico. Campinas: Papirus, 2004.

ZAQUEU-XAVIER, Ana Claudia Molina. Narrativas na Formação de Professores: possibilidades junto ao Pibid da UFSCar. 2019. 304 f. Tese (Doutorado em Educação Matemática) – Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho”, Instituto de Geociências e Ciências Exatas, Rio Claro, 2019.

ZEICHNER, Kenneth M. Repensando as conexões entre a formação na universidade e as experiências de campo na formação de professores em faculdades e universidades. Educação Matemática, Santa Maria, v. 35, n. 3, p. 479-504, set./dez. 2010.

Downloads

Publicado

2021-06-30

Como Citar

Zaqueu-Xavier, A. C. M. (2021). Narrativas na (e para a) formação de professores: algumas mobilizações no âmbito do Pibid-UFSCar. Educação, 46(1), e61/ 1–24. https://doi.org/10.5902/1984644444169