Introdução da Flipped Classroom no ensino de enfermagem: Relato de uma aula sobre pensamento crítico-criativo

Caroline Porcelis Vargas, Paola da Silva Diaz, Jouhanna do Carmo Menegaz, Vânia Marli Schubert Backes, Silvana Silveira Kempfer, Daniella Karine Souza Lima

Resumo


Objetivo: relatar a experiência do uso da flipped classroom em um seminário de enfermagem sobre a temática do pensamento crítico-criativo na formação de enfermeiros pós-graduandos. Método: construção e desenvolvimento de um seminário que teve duração de quatro horas, e contou com a participação de dez professores e alunos da pós-graduação em enfermagem. Foram utilizados três metodologias de flipped classroom: Just in time teaching, Peer Instruction e o Problem Based Learning. Resultados: foi possível contribuir para maior participação e apropriação de conhecimento acerca do tema como uso da flipped classroom, proporcionando a experimentação e sensibilização de métodos em professores e alunos. Considerações finais: através desta experiência buscou-se incentivar a reflexão, uma vez que esses métodos de ensino colocam o aluno como o sujeito ativo na aprendizagem, fazendo com que busquem em suas vivências ou estudos respostas para questões feitas por ele mesmo ou por outros.

Palavras-chave


Enfermagem; Ensino; Educação; Metodologia.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5902/2179769226811

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.

Licença Creative Commons
Este site está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.