A influência cultural na prática da educação ambiental em duas escolas estaduais do Amazonas

Ana Rafaela Gonçalves de Lemos, Cibele Rosa Gracioli

Resumo


A Amazônia é uma região dotada de importância estratégica em esfera global por seu imenso potencial natural e cultural, havendo uma grande preocupação por parte de todos em conserva-la. Nesse contexto, esse trabalho tem como propósito conhecer a dinâmica cultural dos educandos que se evidencia no contexto socioambiental, ou seja, como a cultura delineia a forma como o homem se relaciona com a natureza e como isso pode servir de base para a abordagem da Educação Ambiental no contexto escolar. O objetivo do trabalho foi identificar a influência da cultura na relação homem - natureza e na percepção socioambiental dos alunos de duas escolas públicas no Amazonas. Aplicaram-se questionários aos alunos da Escola A, situado em uma comunidade ribeirinha, e aos alunos da Escola B, situada na capital, Manaus. Observou-se que os alunos de ambas as escolas expressaram uma percepção socioambiental que sofre uma forte influência das culturas. A partir dessa constatação, conclui-se que a reconfiguração da relação homem - natureza se constitui um grande desafio para os educadores, e saber adequar essas relações à prática da Educação Ambiental torna-se um importante potencial na busca pela sustentabilidade do planeta.


Palavras-chave


Crise ambiental; Cultura; Relação homem - natureza; Sustentabilidade

Texto completo:

PDF

Referências


CORRÊA, S. R. M. Comunidades rurais - ribeirinhas: processo de trabalho e múltiplos saberes.

In: OLIVEIRA, I. A. Cartografias ribeirinhas: saberes e representações sobre prática sociais cotidianas de

alfabetizandos amazônidas. Belém: CCSE-UEPA, 2003.

LAYRARGUES, Philippe Promier. Educação ambiental com compromisso social: o desafio da

superação das desigualdades. In LOUREIRO, Carlos Frederico B. (Org.).Repensar a Educação

Ambiental: um olhar crítico. São Paulo: Cortez, 2009.

LEFF, Enrique. Ecologia, Capital e Cultura: a territorialização da racionalidade ambiental.

(Coleção Educação Ambiental). Petrópolis, RJ: Vozes, 2009.

LEFF, Enrique. Racionalidade ambiental: reapropriação social da natureza. Tradução Luís

Carlos Cabral. Rio de Janeiro: civilização brasileira, 2006.

LEFF, Enrique. Saber ambiental - sustentabilidade, racionalidade, complexidade e poder.

Petrópolis, RJ: Vozes; 2001.

TOZONI-REIS, Marília Freitas de Campos. Educação ambiental: natureza razão e historia.

Campinas, SP: Autores associados, 2004.

ZABOT, João Batista M e SILVA, L.C Mello da. Gestão do Conhecimento:

Aprendizagem e Tecnologia, Construindo a Inteligência Coletiva. 1ª.ed. São

Paulo: Atlas, 2002.




DOI: https://doi.org/10.5902/2236130818813

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.